Logo Mais Retorno
Fundos de Investimentos

Fundo Dynamo reabriu para captação e reserva já se esgotou; Verde reabriu também. São boas opções?

Ambos os fundos têm décadas de estrada, já passaram por diversos ciclos de mercado e seguem se destacando entre os principais

Data de publicação:31/01/2022 às 15:07 -
Atualizado 4 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A reabertura para captação dos fundos Dynamo Cougar FIC FIA e Verde AM X60 Advisory FIC FIM, dois gigantes do mercado, podem abrir oportunidades para o investidor, segundo a XP. A reserva para o Dynamo já se esgotou hoje mesmo, mas haverá uma segunda janela de oferta na quarta-feira, 2 de fevereiro.

A gestora do fundo Dynamo Cougar, abriu na manhã desta segunda-feira a primeira janela de captação do fundo para os atuais cotistas, que esgotaram as reservas em menos de dois minutos. Por volta das 8h, o limite já tinha sido atingido. O montante separado para esta etapa foi de R$ 450 milhões, com limite máximo de R$ 7 milhões por investidor.

Fundos Verde e Dynamo reabrem para captação. Vale a pena investir nos gigantes?
Fundo Dynamo Cougar e Verde reabrem para captação e podem oferecer boas oportunidades para o investidor - Foto: Reprodução

A próxima oportunidade de captação será aberta na quarta-feira, 2, também a partir das 8h, e será destinada para quem ainda não é cotista do fundo e também para os atuais investidores. Para essa etapa, o limite máximo de captação determinado pela Dynamo, gestora do fundo, será de R$ 30 milhões por investidor.

O fundo é voltado para investidores qualificados e possui investimento inicial mínimo de R$ 300 mil para novos cotistas e movimentação inicial de R$ 30 mil para os atuais investidores.

Segundo o documento da casa de análises, a abertura é pontual, porém abre a oportunidade para o investidor acessar fundos com décadas de estrada, “que já passaram por diversos ciclos de mercado e seguem não só de pé, mas se destacando entre os principais”.

Oportunidade de acessar produtos históricos

Os fundos Dynamo Cougar FIC FIA e Verde AM X60 Advisory FIC FIM estão entre os melhores da história do mercado financeiro brasileiro, apresentando resultados surpreendentes ao longo dos anos.

De acordo com o documento da XP, assinado por Rodrigo Sgavioli, head de Alocação de Fundos, Clara Sodré, analista de Alocação de Fundos, e Nathália de Sá, analista da XP Allocation, o Dynamo Cougar está entre os mais longevos e performáticos da indústria brasileira.

Criado em 1993, o fundo Dynamo já rendeu 3.815.282% contra 102.056% do Ibovespa em quase 30 anos de existência (dados até o fechamento de 2021), o que representa um retorno anualizado de 45,08%, contra 27,69% do Ibovespa.

Já o Verde AM Advisory X60 é considerado um dos mais antigos e mais rentáveis do mercado brasileiro – desde o início de suas atividades, acumula uma rentabilidade de 18.492%, contra 2.341% do CDI no mesmo período.

Fundos Dynamo Cougar e Verde em números

FundoData de criaçãoRentabilidade nas últimas décadasRentabilidade do Ibovespa e CDI no mesmo período
Dynamo Cougar FIC FIA1993 3.815.282% 102.056% (Ibovespa)
Verde AM Advisory X60 1996 18.492% 2.341% (CDI)
Fonte: XP

Vale a pena aproveitar a oportunidade de abertura do fundo Dynamo?

O fundo Dynamo não é conhecido somente pelos grandes números, mas por passar a maior parte do tempo fechado para captação, destacam os especialistas. “Com aberturas pontuais estratégicas, em 10 anos essa é a segunda vez que ele reabrirá para aplicação nos últimos dois anos, sendo a primeira em março de 2020, período em que houve também forte queda nos preços das ações”, enfatiza a XP.

Com a abertura, a Dynamo pretende captar R$ 1,1 bilhão até o dia 16 de fevereiro, ou até que sua captação atinja o montante total.

“Acontece que, historicamente para os investidores em geral sempre foi muito difícil aproveitar essas reaberturas diretamente, já que o fundo é exclusivo para investidores qualificados, com investimento mínimo de R$ 300 mil”.

Especialistas em alocação de fundos da XP

E no fundo Verde?

Mesmo sendo um fundo macro, o fundo Verde conta com uma exposição relevante no mercado de ações brasileiro, além de diversas outras estratégias nos mercados de juros do Brasil, juros internacionais, moedas e ações internacionais, podendo investir também nos mercados de commodities, crédito high grade e high yield.

De acordo com o relatório da XP, o fundo Verde não reabriu com o objetivo de aumentar seu tamanho, mas sim realizar uma reposição dos resgates que acabou sofrendo, após um 2021 com desempenho insatisfatório – apenas o segundo período de retorno negativo em mais de 20 anos.

“O fundo já está aberto desde o dia 26 de janeiro e tinha fechamento previsto para 31 de janeiro, a depender do capacity do fundo, ou seja, quanto de volume de patrimônio a gestora entende ser “saudável” para a estratégia”, enfatiza.

Um pouco mais acessível do que o Dynamo, a aplicação mínima no Verde é de R$ 50 mil para novos cotistas e de R$ 10 mil para quem já possui o fundo em sua carteira de investimentos.

Reabertura em um momento positivo da Bolsa

A reabertura de portas do Dynamo e do Verde acontece em um bom momento para a Bolsa, após amargar um ano difícil em 2021, com queda de 11,93%. Em janeiro, o principal índice da B3 ficou além de 7,0%, descolando das bolsas globais que iniciaram 2022 em queda.

“Muitos analistas e gestores de fundos acreditam que a Bolsa brasileira esteja barata sob qualquer métrica que analisarmos. Mesmo se considerarmos todos os riscos macroeconômicos locais e internacionais, há quem diga que existem diversas empresas sólidas, bem geridas e apresentando bons resultados, porém negociando a múltiplos bastante abaixo das médias históricas, o que poderia indicar uma oportunidade de compra”.

XP, em relatório sobre os fundos

Para a XP, a grande movimento de compra de ações brasileiras deve estar acontecendo pelo fato de o mercado entender que os riscos já estejam precificados. “Alguns desses investidores parecem ser os gestores de fundos de investimento de ações e fundos multimercados, principalmente quando vemos aberturas para captações em fundos que dificilmente estão abertos, indicando que esses gestores querem ‘ir às compras’”.

Como o investidor comum pode acessar esses fundos?

De acordo com a XP, uma das alternativas para conseguir acessar esses fundos é investir no fundo de investimento em ações Selection Ações FIC FIA, que além de oferecer exposição ao Dynamo Cougar, conta ainda com fundos da Atmos, Squadra, Bogari, Brasil capital, entre outros. O Dynamo Cougar conta com 15,4% de peso total do fundo.

“Se sua carteira recomendada e o seu portfólio tiverem espaço para exposições em fundos multimercados e à renda variável por meio de fundos de ações long only, sem dúvida são excelentes oportunidades para ter investimentos em gestoras e nos fundos que fizeram e fazem história no mercado financeiro”, conclui a XP.

Sobre o autor
Julia Zillig
Repórter do Portal Mais Retorno.