Logo Mais Retorno
Renda Variável

Confira 10 opções indicadas pelo Safra para investir no mercado americano via BDRs

Entre as empresas estão Google, Microsoft, NextEra, Goldman Sachs, Morgan Stanley, Nvidia, entre outras

Data de publicação:05/04/2022 às 08:43 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O Banco Safra publicou recentemente a carteira Safra Top 10 BDRs para o mês de abril. Entre as companhias estão desde gigantes com desempenho sólido, como Google e Microsoft, e aquelas que são consideradas promessas de valorização no curto prazo, como a NextEra, empresa americana de energia elétrica.

Segundo a instituição, a NextEra torna-se uma oportunidade interessante para os investidores por conta da perspectiva de forte alta no lucro por ação no curto prazo, principalmente pelo fato de que a empresa vem se movimentando em fazer investimentos focados em energia renovável.

Quer alocar ativos em empresas americanas? Saiba quais são as 10 melhores opções para investir via BDRs
NextEra, empresa americana focada em energia, passa a integrar a carteira de BDRs do Banco Safra - Foto: Reprodução

Em março, a carteira Safra Top 10 BDRs registrou queda de 2,87%, contra baixa de 3,65% do S&P 500. Em 12 meses, a Top 10 BDRs subiu 4,64%, ante recuo de 8,43% do principal índice de ações dos EUA.

Mudanças em relação à carteira de março

Para o mês de abril, o Banco Safra realizou algumas mudanças em sua carteira de BDRs. Além da inclusão da NextEra, retirou as ações da The Mosaic após forte valorização dos papéis desde sua inclusão na lista de monitoramento desde sua inclusão, em fevereiro de 2022.

“A ação apresentou uma valorização de aproximadamente 53% no período em que esteve no portfólio. Por conta disso, estamos realizando o lucro no papel por acreditarmos que um movimento de correção pode ocorrer após sua forte valorização”, explica o Safra.

Outra alteração foi a redução de exposição da empresa ConocoPhilips em 5 pontos percentuais, após a forte alta do petróleo, que acabou, consequentemente, elevando os preços da ação.

“Vemos que a aquisição da Concho acelerou a base operacional da empresa na Bacia do Permiano em pelo menos cinco anos e deve permitir que a ConocoPhilips reduza seu custo unitário médio. Além disso, a compra dos ativos da Royal Dutch, se concluída, melhora ainda mais a posição da companhia”.

Banco Safra, em documento sobre os BDRs

Além disso, a casa aumentou a exposição da Nvidia, “diante das boas perspectivas de recuperação e preços, após a companhia entregar mais um forte resultado no último trimestre e renovar o nosso otimismo com seus próximos resultados”.

“Acreditamos que as possibilidades futuras para o uso da GPU (Graphics Processing Unit) são enormes (jogos, centros de dados e veículos autônomos) e estão prestes a ganhar uma wallet share maior do que tínhamos antecipado anteriormente dos provedores de serviços em nuvem”, avalia o Safra.

Analistas do Safra, em relatório

Confira os 10 BDRs que fazem parte da carteira do Banco Safra

EmpresaTickerSetorParticipação
NextEraNEXT34Utilidades Básicas5%
Morgan StanleyMSBR34Serviços Financeiros8%
Applied MaterialsA1MT34Tecnologia8%
MicrosoftMSFT34Tecnologia9%
Goldman SachsGSGI34Serviços Financeiros11%
GoogleGOLGL34Tecnologia10%
NvidiaNVDC34Tecnologia10%
ConocoPhillipsCOPH34Petróleo e Gás5%
ETF S&P 500IVVB11Bolsa americana26%
Wells FargoWFCO34Serviços Financeiros8%
Fonte: Banco Safra

Quem foi mantido na carteira?

Entre os nomes que foram mantidos na carteira de BDRs do Safra estão empresas como Google, Microsoft, Wells Fargo, Morgan Stanley, Applied Materials e Goldman Sachs.

Em relação à Microsoft, o Safra destaca o sólido crescimento da receita da gigante de tecnologia na comparação ano a ano em seu último trimestre, com forte expansão da margem.

“À medida que a Microsoft obtém maior eficiência de escala, prevemos que a margem operacional continue crescendo e a empresa deverá seguir reportando ótimos resultados”.

Banco Safra

Sobre o Google, os analistas da casa apontam as estratégias de crescimento para os crescimentos de mobile, vídeo e em computação em nuvem. Além disso, enfatizam o valuation razoável das ações.

O banco Wells Fargo, na visão do Safra, “entregará um turnaround em 2021-2022 que gerará retornos de capital mais elevados e que o banco deve se beneficiar das tendências favoráveis da indústria”.

O gigante Morgan Stanley vem entregando receitas de fluxo de caixa consistentes e recorrentes, segundo os especialistas do Safra.

“Com uma franquia global líder em banco de investimento, acreditamos que as ações da Morgan Stanley devem ser negociadas a um múltiplo P/L mais alto do que os níveis atuais”, reforçam.

Maior interesse em BDRs

Os investimentos internacionais vêm chamando cada vez mais a atenção dos brasileiros, que estão em busca de proteger seus ativos da volatilidade do mercado brasileiro, que tem como fatores de peso nesse sentido os riscos fiscais e ano de eleições.

E os BDRs (Brazilian Depositary Receipts) tem sido uma das alternativas buscadas pelos investidores para acessar o mercado americano via Bolsa de Valores. Na B3, existem mais de 900 opções disponíveis para o mercado.

Antes, apenas investidores qualificados, com R$ 1 milhão ou mais, tinham acesso direto a estes ativos pela B3. No entanto, em 2020, por meio da Resolução CVM 3, foram feitas modificações que possibilitaram acesso a esses produtos para os pequenos investidores.

Para os analistas do Banco Safra, a economia americana deve voltar a crescer vigorosamente a partir do segundo trimestre deste ano.

“O mercado de trabalho norte americano mostra forte vigor, com 4 milhões de vagas de emprego em aberto e as empresas apresentam dificuldades em preencher essas posições nesse momento”, ressaltam.

Sobre o autor
Julia Zillig
Repórter do Portal Mais Retorno.