Logo Mais Retorno
Fundos de Investimentos

Fundos do Morgan Stanley aumentam a exposição ao Bitcoin

O banco adicionais 1,5 milhão de ações do GBTC ao Growth Portfolio Fund

Data de publicação:26/11/2021 às 19:25 -
Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Em novos registros enviados à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), o gigante do setor bancário americano Morgan Stanley revelou que alguns de seus fundos aumentaram a exposição ao Bitcoin no terceiro trimestre deste ano.

Para o período encerrado em 30 de setembro, o Growth Portfolio Fund do Morgan Stanley, por exemplo, adicionou 1,5 milhão de ações do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC). Da mesma forma, Fundo Insight do banco adicionou quase 600 mil ações do GBTC durante o trimestre.

Foto: Envato bitcoin
Imagem ilustrativa que representa o Bitcoin, uma moeda digital | Foto: Envato

Outros fundos do Morgan Stanely também aumentaram a exposição, sugerindo que os administradores de fundos do banco estão se tornando mais confortáveis ​​adicionando a criptomoeda mais famosa entre os investidores de diversas partes do mundo a suas carteiras.

Os lançamentos chegam em um momento em que James Gorman, CEO do Morgan Stanley, passou a falar mais abertamente sobre Bitcoin e outros investimentos em criptoativos, após declarar, em outubro, que não achava que "o mercado de criptos é uma moda passageira".

Os comentários sugerem uma nova abertura para ativos criptográficos, embora demonstrem que Gorman está longe de considerar que o Bitcoin sozinho fornece a base para uma alternativa descentralizada aos sistemas financeiros controlados pelo atual governo americano.

Negociado no mercado OTCQX (OTC Markets Group) desde 2013, o Grayscale Bitcoin Trust permite que investidores institucionais e de alto patrimônio líquido ganhem exposição à criptomoeda, embora haja um período de detenção de 12 meses para as ações.

Conforme apontado por especialistas, a cotação do Bitcoin superou o desempenho do fundo até aqui em 2021, em um momento em que o GBTC enfrentava a concorrência de novos ETFs de futuros de Bitcoin agora disponíveis para investidores institucionais. / Texto originalmente publicado pelo site da Nasdaq, bolsa de valores de Nova York.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!