Outros

Presidente de El Salvador quer construir cidade do bitcoin, financiada pela própria rede de criptomoedas

Cidade teria formato de uma moeda gigante, seria alimentada por energia de vulcão e serguida a partir da emissão de US$ 1 bi em dividas

Data de publicação:22/11/2021 às 16:24 - Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

El Salvador, o único país do mundo a legalizar o uso do bitcoin, quer erguer uma nova cidade para ser a capital mundial das criptomoedas. O plano mirabolante foi divulgado no sábado pelo presidente Nayib Bukele, durante sua apresentação no evento Bitcoin Week, na capital do pais centro-americano.

A nova cidade, segundo o mandatário, teria o formato circular, para representar uma moeda gigante, e seria erguida na base de um vulcão, o Conchagua, que fornecerá energia para o empreendimento.

criptomoedas
Cidade do bitcoin será erguida na base de um vulcão, que fornecerá energia para o empreendimento

Vale destacar que o processo mais caro do bitcoin é mineração, intensiva em uso de energia elétrica.

O projeto seria colocado de pé com emissão de títulos de dívidas que deverão lançados no mercado de criptomoedas no ano que vem.

Basicamente, a ideia é emitir US$ 1 bilhão em dívidas tokenizadas pela Blockstream. A metade desse montante seria usada para erguer a tecnologia de captação de energia termal emitida pelo vulcão. A outra parte seria reinvestida em bitcoins, em uma espécie de fundo de reserva para suportar a economia da cidade.

Segundo Nayib Bukele a cidade contaria com centro residencial, comercial, restaurantes, uma aeroporto e até linha de trem. Ele quer atrair para o local a comunidade dos desenvolvedores de criptomoedas e bitcoin. "El Salvador vai se tornar a Cingapura da América Latina", disse o presidente.

'Ditador'

Bastante polêmico, o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, faz parte de uma leva de políticos nacionalistas que ganharam espaço no mundo, na esteira da vitória do ex-presidente americano Donald Trump.

Ele se autodenominou ironicamente como "ditador" em sua biografia do Twitter, uma forma de zombar de seus adversários, em meio a críticas internacionais e após uma manifestação no país, na qual foi acusado de concentrar o poder.

Embora inicialmente tenham dito nas redes sociais que a conta havia sido hackeada, fontes da Casa Presidencial informaram à AFP que, na verdade, o texto foi escrito pelo próprio presidente.

Bukele, de 40 anos e que desfruta de uma alta popularidade, se destacou por usar as redes sociais para informar sobre sua gestão. Já causou um rebuliço em seu perfil do Twitter quando se autodefiniu como "um instrumento de Deus para a nossa história".

Em um discurso pronunciado em 15 de setembro com motivo do bicentenário da Independência da América Central, o presidente questionou seus opositores que o chamam de ditador.

"Aqui não existe uma ditadura, aqui existe uma democracia que se expressou livremente nas urnas, não só uma, mas duas vezes", afirmou, referindo-se à sua vitória nas presidenciais de 2019 e a de seus aliados nas legislativas de fevereiro de 2021.

Sobre o autor
Renato Jakitas
Editor-chefe do Portal Mais Retorno.
Mais sobre
SG&A

SG&A

O que é SG&A? SG&A é uma abreviação para Selling General & Administrative Expense. Em tradução livre para o Português, o termo significa despesas administrativas de...

  CONTINUAR LENDO