Logo Mais Retorno
Renda Variável

BofA: Confira as 8 ações recomendadas pelo Bank of America para o 1º tri de 2022

Situação e números da empresa e perspectivas para o setor em que atua foram levados em conta pelos analistas

Data de publicação:06/01/2022 às 00:50 -
Atualizado 6 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Em análise trimestral, o Bank of America (BofA) aponta oito ações com potencial de valorização nos três primeiros meses de 2022. As escolhas levam em conta ou o momento das empresas, as perspectivas do setor em que atuam ou, simplesmente, a representatividade em seu segmento.

Pautada pela diversificação, a carteira contempla oito setores. São eles:

  • Financeiro;
  • Saúde;
  • Energia;
  • Siderurgia;
  • Petróleo;
  • Alimentos;
  • Consumo e
  • Ramo imobiliário.

Ao término do trimestre, o banco fará uma reavaliação para manutenção ou para a troca das indicações. Veja na tabela abaixo quais são as ações recomendadas e por que elas foram escolhidas.

EmpresaTickerPreço-alvo R$
Bradesco BBDC429,00
Eletrobras ELET355,00
Hapvida HAPV317,00
JBS JBSS370,00
Multilaser MLAS316,00
Multiplan MULT329,00
PetroRio PRIO328,50
Usiminas USIM524,00
Fonte: Bank of America e Mais Retorno

BofA: ações se pautam pela diversificação

Bradesco

Os analistas ponderam que o terceiro maior banco do País, enquanto há preocupações com a deterioração do cenário macroeconômico – inflação e juros em alta, crescimento mais fraco – o Bradesco conta com uma dinâmica de lucros melhor do que o esperado. A expectativa é de que sua área de seguro saúde contribua para impulsionar os resultados do Bradesco.

O banco deve se beneficiar do aumento dos juros e apresenta reserva robustas frente a possível aumento da inadimplência. Entre os riscos, são apontados o aumento da concorrência das fintechs e grandes tecnologias que podem pressionar a receita, uma atividade econômica mais lenta que pode prejudicar o crescimento dos empréstimos, e eventuais mudanças regulatórias que afetem a lucratividade.

O preço-alvo do papel é de R$ 29

Eletrobras

A maior empresa brasileira de geração e transmissão de energia e transmissão, segundo os especialistas do BofA, deve continuar se beneficiando de iniciativas recentes para aumento de eficiência e seus fundamentos sólidos. A perspectiva de conclusão de sua privatização em 2022 é outro ponto positivo apontado no relatório, com uma avaliação do Tribunal de Contas da União a ser feita ainda este mês, com um processo se desenvolvendo até maio, quando deve ocorrer a oferta das ações.

O fracasso na privatização, prejudicando o processo de recuperação da empresa, o aumento do passivo de empréstimos compulsórios e investimentos pouco atraentes no desenvolvimento de Angra III são os principais riscos para Eletrobras.

O preço-alvo do papel é de R$ 55

Hapvida

Na indicação da terceira maior operadora de saúde do País, os profissionais destacam a aprovação de incorporação de Notre Dame Intermedica com Hapvida, pelo Conselho de Administração e Defesa Econômica (CADE) sem restrições, trará sinergias importantes para as empresas, ter presença nacional é uma delas, ganhos de eficiência de escala e benefício fiscal (ágio), são as outras duas.

A empresa tende a ser beneficiada com uma recuperação macro mais rápida do que o esperado, com criações de empregos e aumento nas vendas de planos corporativos, aquisições bem-sucedidas em novos mercados e menor competição.

Os riscos estão ligados à não execução do seu plano de expansão inorgânica, pressões de custos médicos no futuro, exposição a um negócio regulamentado, situação macro do País e impedimentos a processos de fusão.

O preço-alvo do papel é de R$ 17

JBS

As ações da maior processadora de proteínas do mundo foram escolhidas pela JBS apresentar um produto diversificado e uma plataforma geográfica, com um balanço sólido, o que lhe permite crescer e retornar caixa a seus acionistas. A empresa deve continuar se beneficiando de fortes margens na divisão de carne bovina dos Estados Unidos, apesar da redução pela sazonalidade regular.

Vemos uma normalização gradual das margens da carne bovina nos EUA com oferta ainda apertada e forte demanda, enquanto as operações no Brasil devem se recuperar

Relatório do Bank of America

Os analistas lembram que a JBS alcançou recentemente o status de grau de investimento, o que deve permitir uma melhor gestão da dívida e custos de financiamento decrescentes. Além disso, a JBS sinalizou a possibilidade de listagem nos Estados Unidos no 2º semestre deste ano. A ação é a preferida da equipe do BofA no setor de alimentos.

Sopram a favor da empresa, os ventos de consistência nas margens da carne bovina dos EUA acima dos níveis históricos, ambiente acima do esperado para as exportações de carne bovina e consumo interno no Brasil, aumento mais lento de oferta da carne suína nos EUA, preços mais altos do frango no Brasil e nos EUA.

Já os riscos para a JBS são inerentes à uma aceleração na oferta global de aves, recuperação mais forte nos preços dos grãos, passivos maiores do que o estimado e normalização dos preços da carne bovina dos EUA abaixo das expectativas.

O preço-alvo do papel foi fixado em R$ 70

BofA recomenda 8 ações
As 8 ações eleitas pelo BofA contam com potencial de valorização, mas também são expostas a riscos

Multilaser

A empresa de produtos de consumo diversificados – suprimentos para TI, dispositivos móveis, casa, crianças e esportes – conta com um rico conjunto de oportunidades em termos de extensões de marca, novas categorias, e acordos de licenciamento, aquisições, expansão geográfica e crescimento de participação de mercado.

A companhia apresentou resultados impressionantes e acima das expectativas, segundo os analistas, em que contratos com o governo compensaram a queda do consumo já esperada. E as perspectivas continuam favoráveis, com forte demanda por infraestrutura de banda larga.

Os principais riscos para valorização da Multilaser estão associados à demanda mais fraca, concorrência, custos de entrada mais elevados, interrupção da cadeia de abastecimento, fraqueza do câmbio, consolidação da indústria de varejo ou dinâmica de varejo mais competitiva, aquisições diluidoras, desafios de execução, perda de incentivos fiscais.

 O peço-alvo é de R$ 16

Multiplan

Os analistas ressaltam que a empresa, uma das maiores incorporadoras de shopping centers do Brasil, conseguiu superar os níveis pré-covid no terceiro trimestre de 2021, quando a inadimplência caiu e a ocupação aumentou, mesmo com aluguéis mais altos. A partir de agora, o fluxo de consumidores em shoppings urbanos pode ganhar tração na medida em que os consumidores retornam ao escritório, o entretenimento tem a reabertura total, e mais segurança com as vacinas. A redução dos descontos no repasse de inflação aos aluguéis também favorece o setor.

A expectativa dos profissionais do BofA é de que a Multiplan seja beneficiada em resultados no primeiro trimestre, com seu portfólio premium voltado ao consumidor de alto padrão, segmento que tende a ter uma recuperação mais rápida nas vendas e recebimento de aluguel.

Os riscos estão atrelados a falhas para obter licenças necessárias, incapacidade de concluir projetos e expansão, taxas de juros mais altas, desaceleração nos gastos do consumidor, deterioração acentuada da economia, aumento da concorrência nas regiões em que opera e mudanças regulatórias.

O preço-alvo é de R$ 29

PetroRio

Empresa do setor de Energia e Petróleo foi uma das eleitas por ter apresentado crescimento acentuado nos últimos anos, com forte histórico de criação de valor. A equipe do BofA destaca que a PetroRio apresenta uma série de aquisições nos últimos oito anos, que lhe deram o controle de vários ativos, maximizando a produção de seus ativos base e forte redução de seus custos unitários.

A expectativa é de que a PetroRio seja beneficiada pelos altos preços do petróleo e resultados de participações recentemente adquiridas em ativos já existentes e produção de novos poços na área do Cluster de Polvo e Frade. No longo prazo, os resultados devem vir de sua participação no campo de Wahoo e possível operação de fusão e aquisição, incluindo uma aquisição dos campos de Albacora/Albacora Leste da Petrobras, do ambiente favorável ao preço do petróleo e potencial redução adicional de seus custos.

Basicamente, os riscos são: preço do petróleo mais fraco do que o esperado e desempenho menos favorável dos ativos de petróleo em relação às expectativas., juros mais elevadso e atraos operacionais em projetos de desenvolvimento e produção.

O preço-alvo do papel é de R$ 28,50

Usiminas

Uma das maiores produtoras de aços planos do Brasil foi incluída na lista por ter uma avaliação atraente e lucratividade: “Gostamos da alavancagem da Usiminas no mercado brasileiro de ações planos e acreditamos que os preços não devem se acomodar nos picos históricos, mas devem permanecer em níveis elevados, sustentando margens saudáveis”.

Segundo os analistas, a demanda doméstica de aço proveniente dos setores agrícola, de máquinas, de linha branca e de serviços públicos permanece sólida, por isso esperam uma normalização moderada depois de um 2021 muito robusto.

Demanda mais forte do que a esperada no Brasil, preços do minério de ferro mais altos, depreciação da moeda mais forte acima da expectativa tendem a favorecer a empresa. Em contrapartida, custos mais elevados do cartão, levando a margens mais fracas, demanda reduzida no Brasil, preços do aço chinês abaixo do projetado e interrupções operacionais tendem a prejudicar a Usiminas.

Preço-alvo do papel: R$ 24

LEIA MAIS

OUÇA TAMBÉM

#44 – Ações de Estatais – Vale o risco?

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Editora do Portal Mais Retorno.