Empresa

A Usiminas reverteu o prejuízo de R$ 395 milhões registrado no segundo trimestre do ano passado em lucro líquido de R$ 4,543 bilhões entre abril e junho deste ano. Na comparação com o primeiro trimestre, houve alta de 277%.

Segundo a Usiminas, é o maior lucro líquido trimestral da companhia, principalmente devido ao maior resultado operacional, bem como o reconhecimento de créditos fiscais e ganhos cambiais líquidos no trimestre, ante perdas cambiais no trimestre anterior.

usiminas
Foto: Andrevruas

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado atingiu R$ 5,066 bilhões, avanço de 2.543% na comparação com o mesmo período de 2020. Já em relação ao primeiro trimestre deste ano houve alta de 109%.

A receita líquida ficou em R$ 9,596 bilhões, alta de 296% em relação ao mesmo período do ano passado. A receita também avançou 36% sobre o primeiro trimestre. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 30, pela companhia.

Resultados anteriores da Usiminas

No primeiro trimestre, a Usiminas também conseguiu reverter o prejuízo do período equivalente ao ano anterior, de R$ 424 milhões. O lucro líquido registrado foi de R$ 1,205 bilhão entre janeiro e março de 2021.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado atingiu R$ 2,420 bilhões no primeiro trimestre deste ano, avanço de 325% em relação ao registrado no mesmo período do ano passado, quando ficou em R$ 569 milhões.

A receita líquida da companhia ficou em R$ 7,066 bilhões entre janeiro e março de 2021, alta de 86% ante o mesmo período de 2020. No relatório, a Usiminas informou que esse valor representava a sua maior receita líquida trimestral desde a incorporação da Cosipa, em 2009. No entanto, a receita alcançada neste trimestre já superou esses números. / Com Agência Estado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais