Logo Mais Retorno
Finanças Pessoais

Rendimento da poupança já chega a 8,66% ao ano; veja como vai ficar com a Selic a 12,75%

Remuneração tende a subir, porque alta da Selic aumenta a TR, que, junto com os juros, compõem o retorno ao investidor

Data de publicação:10/05/2022 às 00:30 -
Atualizado 14 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A poupança, o patinho feio entre as aplicações em renda fixa, está longe de se tornar o belo cisne negro da história de Hans Christian Andersen, mas também terá o seu rendimento um pouco mais encorpado pela alta da Selic a 12,75% ao ano.

Dentro dos atuais critérios de remuneração, mas com base ainda na Selic anterior, de 11,75% ao ano, o rendimento da poupança que será creditado nesses próximos dias, até 6 de junho, está entre 0,5598% e 0,6947%. Portanto, entre 6,93% e 8,66% ao ano.

Quanto paga a poupança hoje

Crédito em:
(dia de vencimento
da conta)
Variação TRRendimento
ao mês
Rendimento
ao ano
10/050,0658%0,5661% 7,01%
11/050,0894%0,5898%7,31%
12/050,0919%0,5924%7,35%
13/050,0932%0,5937%7,36%
14/050,0928%0,5933%7,35%
15/050,0595%0,5598%6,93%
16/050,0595%0,5598%6,93%
17/050,0933%0,5938%7,36%
18/050,1271%0,6277%7,80%
19/050,1280%0,6286%7,81%
20/050,1301%0,6308%7,84%
21/050,1302%0,6309%7,84%
22/050,1302%0,63,09%7,84%
23/050,0968%0,5973%7,41%
24/050,1209%0,6215%7,72%
25/050,1549%0,6557%8,16%
26/050,1538%0,6546%8,14%
27/050,1568%0,6576%8,18%
28/050,1609%0,6617%7,66%
29/050,1278%0,6617%7,66%
30/050,1072%0,6617%7,66%
31/050,1317%0,6617%7,66%
01/060,1663%0,6617%7,66%
02/060,1909%0,6919%8,63%
03/060,1904%0,6914%8,62%
04/060,1937%0,6947%8,66%
05/060,1638%0,6646%8,27%
06/060,1401%0,6408%7,97%
Fonte: Banco Central

O rendimento varia a cada dia, de acordo com o dia de vencimento da conta, pelo número de dias úteis que ela compreende entre um mês e outro. A mesma coisa a TR, a Taxa Referencial, que junto com os juros compõe a remuneração final da poupança.

Assim, o rendimento das contas com vencimento dia 4 de junho, o maior do período considerado na tabela, deve ter mais dias úteis na composição do seu rendimento.

Muita gente pensa que o rendimento da poupança está limitado aos juros de 0,5% ao mês ou 6,17% ao ano, mas esquece que com a alta da Selic, a TR passa a ter variação positiva.

Ela chega a 0,1937% ao mês, ou 2,35% ao ano. Evidentemente nem todos os dias terão uma variação nessas mesmas proporções, poderá ser menor pelos dias úteis.

Mais ainda: a TR só vai subir mais ou permanecer nesses níveis com a alta da Selic ou a sua manutenção em 12,75% ao ano.

No entanto, o mercado trabalha com expectativas de refluxo da inflação e também dos juros. Para o assessor de investimentos, Michael Viriato, a variação da TR no ano deve fechar em 1,20%, nível bem abaixo do que já se encontra hoje, de 2,35% ao ano. Segundo ele, isso levaria a um rendimento de 7,37% ao ano para a poupança.

Rendimento superior aos fundos

O aumento da Selic não tem mais interferência direta sobre o rendimento da poupança, mas ela vai elevar a variação da TR e melhorar o retorno final ao investidor.

Mesmo o melhor desempenho no período considerado para esse estudo, de 8,66% ao ano, talvez não seja suficiente para cobrir a inflação do período, que está mais próxima de 10% ao ano. No entanto, é certo que a poupança vem conseguindo superar muitos fundos de renda fixa.

Tanto porque a poupança é livre de imposto de renda, o retorno é líquido ao investidor, como também pela taxa de administração cobrada pelos fundos que tira umas lascas da remuneração final.

Mesmo com essas duas desvantagens, há fundos de renda fixa que ganham de braçada da inflação e da caderneta de poupanca. Confira aqui.

Poupança x inflação

Em períodos mais curtos, de um ou dois anos, em que a taxa de juros chegou ao piso da série histórica, a 2% ao ano, e a sua remuneração era equivalente a 70% da Selic, a poupança levou uma surra feia da inflação, conforme mostra o gráfico obtido pela ferramenta da Mais Retorno, o 'Comparador de Ativos'.

A Selic também correu bem abaixo da inflação, levando outros investimentos a pagar rendimento negativo ao investidor. Para outros dados da comparação clique aqui.

poupança
Fonte: Mais Retorno

Mas surpreendentemente, em um prazo bem maior, desde dezembro de 1994, a caderneta de poupança tem um retorno superior à inflação. A variação da Selic é ainda mais alta.

Em pouco mais de 27 anos, a inflação medida pelo IPCA ficou em 529,66%; a remuneração da poupança, em 1.016,29%; e a variação da Selic, em 4.925,39%.

poupança
Fonte: Mais Retorno

Leia mais

Fundos imobiliários: volta ao trabalho aquece o segmento (maisretorno.com)
Gamecoins são criptomoedas do setor de games; conheça mais (maisretorno.com)
Poupança paga 0,5% em fevereiro, mesmo com Selic a 10,75% (maisretorno.com)
Poupança tem saque de R$ 35,4 bilhões em 2021 (maisretorno.com)

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Editora do Portal Mais Retorno.