Logo Mais Retorno

Siga nossas redes

  • Instagram Mais Retorno
  • Youtube Mais Retorno
  • Twitter Mais Retorno
  • Facebook Mais Retorno
  • Tiktok Mais Retorno
  • Linkedin Mais Retorno
Bolsa
Mercado Financeiro

Bolsa fecha em queda de 1,18%, aos 107 mil pontos, com commodities e exterior fraco; dólar sobe a R$ 4,916

Investidores repercutiram dados econômicos internacionais e inflação no Brasil

Data de publicação:09/06/2022 às 18:01 -
Atualizado um ano atrás
Compartilhe:

Após trafegar durante todo o dia no terreno negativo, a Bolsa seguiu a mesma tônica em seu fechamento e encerrou o pregão desta quinta-feira, 9, em queda de 1,18%, aos 107.093 pontos. Já o dólar subiu 0,52%, cotado a R$ 4,916, impulsionado sobretudo pelo euro mais fraco.

O ritmo de baixa das ações das gigantes de commodities ditou o rumo da B3 ao longo do dia, assim como a aversão ao risco do mercado internacional. As ações da Vale concluíram a sessão em baixa de 3,15% e a Petrobras com desvalorização de 1,39% em seus papeis ON e de 1,41% as ações preferenciais, que seguiram a queda no preço das commodities como minério de ferro e petróleo.

Bolsa
Anúncio do BCE sobre ajustes nas taxas de juros da zona do euro nas próximas reuniões trouxe aversão ao risco para os mercados - Foto: Reprodução

Por aqui, o mercado repercutiu os dados da inflação de maio, medido pelo IPCA. Segundo informações do Instituto, a inflação subiu 0,47% no mês ante alta de 1,06% em abril. O dado veio abaixo do esperado pelos analistas, de 0,57%, mas mostrou força ao acumular avanço de 11,73% em 12 meses.

O dia na Bolsa

Maiores altas

EmpresaTickerVariação
Hapvida HAPV3+2,98%
SulAméricaSULA11+2,69%
CCRCCRO3+2,24%
EletrobrasELET3+2,14%
EletrobrasELET6+2,09%

Maiores baixas

EmpresaTickerVariação
CSNCSNA3-6,65%
Magazine LuizaMGLU3-6,52%
AzulAZUL4-5,34%
LocawebLWSA3-5,14%
UsiminasUSIM5-4,80%
Fonte: B3

Ainda dentro do universo dos dados econômicos, as atenções estiveram voltadas para o mercado externo, que teve um dos principais pontos de atenção a divulgação da decisão monetária do Banco Central Europeu (BCE).

Segundo a autoridade monetária europeia, as taxas de juros da zona do euro ficarão em zero, porém deve haver um ajuste nas reuniões de julho e em setembro. Além disso, sinalizou que após isso, “um ritmo gradual mais sustentado de altas de juros será apropriado”.

O conselho do BCE optou também por encerrar as compras líquidas no âmbito de seu programa de compra de ativos (APP, na sigla em inglês) em 1 de julho.

Na esteira dos dados econômicos, o Departamento de Trabalho americano divulgou que o número de auxílio-desemprego teve alta de 27 mil na semana encerrada em 4 de junho, a 229 mil, número acima da expectativa do mercado, que projetava 210 mil solicitações.

Bolsas americanas/fechamento

  • S&P 500: -2,38%
  • Dow Jones: -1,94%
  • Nasdaq 100: -2,74%

Bolsas europeias/fechamento

  • Stoxx 600 (Europa): -1,36%
  • DAX (Alemanha): -1,71%
  • FTSE 100 (Londres): -1,54%
  • CAC 40 (Paris): -1,40%

ICMS e Eletrobras: assuntos no radar

Internamente, a proposta de redução do ICMS dos combustíveis esteve no radar dos investidores ao longo do dia. Nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro comentou o texto. Segundo ele, o ministro da Economia, Paulo Guedes, "entendeu com sua equipe que deveríamos colaborar na questão dos combustíveis",

Ele complementou a fala dizendo que a redução do ICMS, que seria limitado a um teto pelo projeto que está no Congresso, é a "contribuição dos governadores". "No tocante à gasolina, Estado que mais cobra ICMS é o Rio Janeiro; vai passar para metade", afirmou.

Já a Eletrobras, cuja reserva de ações terminou no dia anterior, também se manteve na pauta de monitoramento do mercado.

 As reservas para compra das ações por meio de fundos vinculados ao FGTS ficaram em cerca de R$ 9 bilhões, ou seja, 50% acima do montante dos R$ 6 bilhões definido para esse grupo.

Somando-se a demanda dos demais grupos prioritários aos R$ 13 bilhões que foi ventilado como a soma dos investidores que estão ancorando a oferta, já são cerca de R$ 24 bilhões. / com Agência Estado

Leia mais

Pátria Investimentos compra VBI Real Estate gestora de ativos imobiliários (maisretorno.com)
Inflação em 11,73% ao ano: Veja fundos de renda fixa que superam IPCA (maisretorno.com)
XP Investimentos cancela pesquisa eleitoral e hashtag bomba no Twitter (maisretorno.com)
[VÍDEO]: Voltamos para a era do CDB? | Mais Retorno
Bolsa opera em queda, seguindo aversão ao risco global; dólar avança (maisretorno.com)
IPCA de maio desacelera e sobe 0,47%, ante alta de 1,06% em abril (maisretorno.com)
Juros na Europa e emprego nos Estados Unidos: o que você precisa saber (maisretorno.com)

Sobre o autor
Julia Zillig
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados