Logo Mais Retorno
Economia

Hashtag ‘Libera a pesquisa, XP’ entra nos trend topics do Twitter com cancelamento da pesquisa eleitoral

Último levantamento apontou que Lula tinha 45% dos votos e Bolsonaro 34%

Data de publicação:09/06/2022 às 14:57 -
Atualizado 22 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A hashtag ‘Libera a pesquisa, XP’ entrou nos trend topics no Twitter após a XP Investimentos cancelar a divulgação de suas pesquisas eleitorais, realizadas pelo Instituto Ipespe,

O estopim foi o cancelamento da publicação de um levantamento feito pelo instituto que estava sendo feito semanalmente e que vinha mostrando vantagem do ex-presidente Lula na corrida presidencial, à frente do presidente Jair Bolsonaro.

XP Investimentos
Na última pesquisa divulgada pela XP Investimentos, Lula estava 11 pontos porcentuais a frente de Bolsonaro na corrida eleitoral para a presidência - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Na última edição da pesquisa, divulgada na semana passada, Lula tinha 45% dos votos contra 34% do atual presidente da República.

Sob pressão

De acordo com informações do jornal O Estado de S.Paulo, a pesquisa, que seria divulgada nesta sexta-feira, 10, chegou a ser registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no sábado, 4, mas foi retirada do site por determinação da próxima XP no dia anterior.

A pressão sobre a XP vinha aumentando e tomou grandes proporções na semana anterior, quando o Ipespe apontou que 35% dos eleitores consideram que a honestidade é um atributo de Lula, contra 30% que atribuem o mesmo sobre Bolsonaro.

A partir daí, a corretora passou a ser alvo de ataques dos bolsonaristas nas redes sociais. O senador Flavio Bolsonaro, filho do presidente, ironizou os resultados em seu perfil no Telegram.

Já o deputado federal Bibo Nunes comentou que “é o mesmo que dizer que o diabo é mais honesto que Jesus”.

Alguns ministros chegaram a telefonar para a XP e reclamar dos resultados, que, de acordo com a reportagem, estão alinhados com os demais institutos que fazem pesquisas, dentro da margem de erro.

Alguns clientes – em especial os ligados ao agronegócio – chegaram a fechar contas e retirar investimentos durante os ataques.

Opção pelo cancelamento

Com a intensidade dos ataques, a XP decidiu por cancelar a divulgação de seus resultados, o que pode comprometer a série história do Ipespe, que vinha sendo feita desde janeiro de 2020.

Para contornar as pressões, a XP anunciou que a periodicidade da divulgação, que tinha passado de quinzenal para semanal em maio, será a partir de agora mensal.

Procurada, a XP afirmou que contrata outros institutos de pesquisa e que seguirá divulgando dados.

Leia a íntegra da resposta da XP

"A XP nega que a pesquisa será cancelada e ratifica que contrata diversos tipos de pesquisas de diferentes institutos com o intuito de auxiliar seus clientes a tomarem as melhores de decisões sobre investimentos.
A realização das pesquisas terá periodicidade mensal, com número de entrevistas ampliado em relação às realizadas nos levantamentos anteriores, oferecendo dessa maneira uma ferramenta ainda mais ampla para que os investidores compreendam o cenário eleitoral e seus impactos no mercado. As próximas pesquisas registradas no Tribunal Superior Eleitoral já estarão adequadas ao novo formato."

XP Investimentos, em nota

Margem de erro e índice de confiabilidade

As pesquisas do Ipespe costumam realizar amostra nacional com mil entrevistados, de 16 anos e mais, de todas as regiões do País; com cotas de sexo, idade e localidade; e controle de instrução, renda e recall do voto presidencial 2018.

A margem de erro é de 3,2 pontos porcentuais, e o índice de confiabilidade de 95%.

Leia mais

Pátria Investimentos compra VBI Real Estate gestora de ativos imobiliários (maisretorno.com)
Inflação em 11,73% ao ano: Veja fundos de renda fixa que superam IPCA (maisretorno.com)
[VÍDEO]: Voltamos para a era do CDB? | Mais Retorno
Bolsa opera em queda, seguindo aversão ao risco global; dólar avança (maisretorno.com)
IPCA de maio desacelera e sobe 0,47%, ante alta de 1,06% em abril (maisretorno.com)
Juros na Europa e emprego nos Estados Unidos: o que você precisa saber (maisretorno.com)

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!