Logo Mais Retorno
Bolsa
post

Mercado ao vivo: confira a Bolsa e o dólar nesta terça-feira, 2 de agosto

Investidores seguem no aguardo da nova taxa de juros do País

Data de publicação:02/08/2022 às 10:55 -
Atualizado 4 meses atrás
Compartilhe:

A Bolsa iniciou os primeiros minutos do pregão desta terça-feira, 2, próximo da estabilidade, mas acabou engatando alta, descolada da aversão ao risco no exterior. O Ibovespa subia 1,05%, recuperando o patamar dos 103 mil pontos, às 13h20, enquanto o dólar valorizava 1,00%, cotado a R$ 5,23.

Internamente, os investidores acompanham o primeiro dia da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, que definirá a nova Selic, taxa básica de juros do País.

Bolsa
Copom se reúne a partir desta terça-feira, 2, para definir a nova Selic - Foto: Leonardo Sá/Agência Senado

A projeção quase unânime dos analistas é de uma alta de 0,50 ponto porcentual, elevando-a para 13,75% ao ano. Se isso ocorrer, será o maior patamar dos últimos cinco anos.

A autoridade monetária segue comprometida com a busca pela convergência da inflação para a meta, com o olhar já voltado para 2023, no qual as estimativas sobre o avanço do IPCA no período, índice que mede a inflação oficial, não param de crescer, segundo dados do último Boletim Focus.

Ainda sobre dados econômicos, durante a manhã o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que a produção industrial caiu 0,4% em junho, após quatro meses consecutivos de alta, abaixo da estimativa do mercado de queda de 0,3%.

O dia na Bolsa

Maiores altas

EmpresaTickerVariação
LocawebLWSA3+10,97%
Natura & Co.NTCO3+4,50%
HapvidaHAPV3+3,92%
QualicorpQUAL3+3,74%
SLC AgrícolaSLCE3+3,25%

Maiores baixas

EmpresaTickerVariação
Pão de AçúcarPCAR3-2,20%
AlpargatasALPA4-2,22%
ViaVIIA3-1,64%
AssaíASAI3-1,41%
EztecEZTC3-1,19%
Fonte: B3 (dados atualizados às 13h22)

Mercado internacional

NY: índices no negativo com tensão entre EUA e China

Em Wall Street, os índices operam sem direção única, com o aumento das tensões geopolíticas em meio à visita da presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, a Taiwan - ainda não houve anúncio oficial. Se confirmada, essa será a primeira visita de um político americano de alto escalão no território em 25 anos.

A China, que considera Taiwan parte de seu território, já fez vários alertas sobre "sérias consequências" se a visita de fato ocorrer.

O mercado também acompanha a divulgação dos dados do relatório Jolts de vagas de trabalho em aberto em junho dos Estados Unidos, por volta das 11h. E aguarda o payroll de julho ainda nesta semana.

Ao longo do dia também estão previstos discursos de representantes do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), como Charles Evans, do Fed de Chicago, James Bullard, do Fed de St. Louis, e de Loretta Mester, do Fed de Cleveland.

Bolsas americanas/principais índices

  • S&P 500: +0,36%
  • Dow Jones: -0,18%
  • Nasdaq 100: +0,82% (dados atualizados às 13h26)

Bolsas europeias/fechamento

  • Stoxx 600 (pan-europeu): -0,31% (436,10 pontos)
  • DAX (Frankfurt): -0,23% (13.449 pontos)
  • FTSE 100 (Londres): -0,06% (7.409 pontos)
  • CAC 40 (Paris): -0,42% (6.409 pontos)

Bolsas asiáticas fecham em

As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta terça-feira, 2, com a visita de Pelosi a Taiwan. Na China continental, o índice Xangai Composto teve queda de 2,26%, aos 3.186 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 2,92%, aos 2.138 pontos.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei caiu 1,42% em Tóquio, aos 27.594 pontos, enquanto o Hang Seng perdeu 2,36% em Hong Kong, aos 19.689 pontos, o sul-coreano Kospi cedeu 0,52% em Seul, aos 2.439 pontos, e o Taiex registrou baixa de 1,56% em Taiwan, aos 14.747 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou praticamente estável, com ligeira alta de 0,07% do S&P/ASX 200 em Sydney, aos 6.998 pontos.

Nesta madrugada, o Banco Central da Austrália, conhecido como RBA, elevou seu juro básico em mais 0,5 ponto porcentual, a 1,85%. / com Agência Estado

Leia mais

O que esperar da Selic daqui para frente? Especialistas respondem (maisretorno.com)
Carteiras recomendadas de agosto: consumo doméstico e utilities brilham (maisretorno.com)
SVN tem recessão global, juros nos EUA, China e commodities no radar (maisretorno.com)
Guia de Renda Fixa da Mais Retorno traz tudo sobre o setor

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter

,