Logo Mais Retorno
fundos de criptomoedas
post

Conheça o Hashdex Criptoativos, que mescla ativos digitais com renda fixa

Fundo permite exposição ao mercado de ativos digitais, mas de forma protegida

Data de publicação:25/11/2022 às 05:00 -
Atualizado 4 dias atrás
Compartilhe:

O mercado de criptomoedas vem atraindo o interesse de diversos investidores ao longo dos últimos anos. Muito disso se deve ao ótimo desempenho do Bitcoin, que apresentou forte valorização no período e, consequentemente, acabou abrindo espaço também para outros criptoativos.

criptomoedas
Hashdex Criptoativos oferece diversificação de ativos para balancear níveis de risco | Foto: reprodução

Com esse interesse crescente nos ativos digitais, as gestoras de fundos de investimentos também passaram a oferecer esse formato de produto aos seus clientes. É o caso da Hashdex, empresa que ficou muito conhecida pela sua especialização nessa classe de ativos.

É verdade também que, embora empolgados pelo alto potencial de rentabilidade, muitos investidores não possuem perfil para lidar com a forte volatilidade dos ativos digitais. É nesse contexto que se encaixa bem o Hashdex Criptoativos I FIM.

O que é o Hashdex Criptoativos I FIM?

O fundo Hashdex Criptoativos I FIM é um produto que funciona como forma simplificada para o pequeno investidor acessar o mercado de ativos digitais, mas sem ter que realizar uma exposição elevada no segmento. Isso porque ele permite uma mescla importante entre as criptomoedas e títulos tradicionais de renda fixa.

Vale destacar também a confiabilidade desse fundo de investimentos. Além da gestora (Hashdex) ser bem renomada no segmento dos criptoativos, a administração do fundo fica por conta do banco BTG Pactual, também bem conhecido no mercado financeiro do Brasil.

A taxa de administração cobrada é, ao menos até a última atualização deste artigo, de 0,30% ao ano. Podemos considerar justa dado que a gestão consiste em exposição indireta a outros fundos e negociação de títulos de renda fixa.

Qual é a composição do Hashdex Criptoativos I FIM?

Conforme adiantamos no tópico anterior, a proposta do Hashdex Criptoativos I FIM está em mesclar ativos digitais, que possuem maior risco, com títulos de renda fixa tradicionais de baixo risco. Desta maneira, o investidor consegue com um único aporte equilibrar o risco e o retorno para a sua carteira de investimentos.

Até setembro de 2022, data de atualização deste artigo, essa era a carteira proposta pela gestão:

  • Títulos públicos (LFT*): 72,70%
  • Investimentos internacionais: 13,29%
  • Cotas de fundos: 6,25%
  • Operações compromissadas: 6,14%
  • Caixa e outros: 1,62%

*LFT é uma sigla para Letra Financeira do Tesouro, o nome técnico do popular "Tesouro Selic". É considerado o investimento mais seguro do País na medida em que o credor é o próprio governo e os rendimentos acompanham a nossa taxa básica de juros.

Como podemos ver, a estrutura da carteira do Hashdex Criptoativos I FIM é bem diversa, contemplando diversas classes de ativos. Na prática, isso representa cerca de 80% do seu patrimônio em ativos de renda fixa segura, enquanto o restante é utilizado em produtos que possuem exposição ao mercado de criptomoedas e outros produtos digitais.

Essa exposição aos criptoativos é feita tanto via fundos de índice (como é o caso do Hashdax Nasdaq Crypto Index), como também de fundos de investimentos negociados no mercado internacional.

Você pode conferir a carteira atualizada do Hashdex Criptoativos I FIM aqui.

Quais suas vantagens?

O grande ponto atrativo desse produto da Hashdex é a possibilidade que permite ao seu investidor de se expor ao mercado de ativos digitais e, consequentemente, tentar uma maior rentabilidade, mas de forma cautelosa e protegida.

Isto é, embora o investidor conte com criptoativos na sua carteira após fazer um aporte nesse fundo, parte da volatilidade (oscilações para o valor investido) é reduzida em função de uma renda fixa conservadora, que garante uma proteção para momentos de estresse.

Esse efeito é bastante positivo no equilíbrio entre risco e retorno, como veremos no próximo tópico.

Rentabilidade do Hashdex Criptoativos I FIM

A melhor forma de validar a estratégia do time de gestão do Hashdex Criptoativos I FIM é comparar os seus resultados. Como há uma grande exposição à renda fixa, podemos usar o próprio CDI como benchmark, desde que compreendendo que há um aumento considerável de risco mesmo com a pequena parcela de exposição aos ativos digitais.

No gráfico abaixo, retirado da nossa ferramenta de comparação de fundos de investimentos, você consegue verificar o desempenho dessa carteira ao longo dos últimos anos diante do comportamento do próprio CDI. Aproveite para analisar também o comportamento das curvas, permitindo assim uma análise mais completa do produto.

Note que, ainda que a exposição ao mercado de criptoativos seja de aproximadamente 20%, esse efeito é mais do que suficiente para gerar ganhos adicionais ao seu investimento. No período, afinal, os rendimentos foram mais do que o dobro em relação à renda fixa tradicional.

Por outro lado, repare como a linha do CDI é praticamente fixa e estável, enquanto que a linha do fundo gera oscilações constantes, bem parecida com o mercado de ações, mas muito inferior ao Bitcoin, se incluirmos na comparação.

É importante entender esse contexto. Olhar para a rentabilidade pode esconder alguns riscos que o produto oferece justamente pelo seu perfil. Ainda assim, é inegável que a alta parcela de renda fixa contribui (e muito) para uma redução das variações para o seu patrimônio.

Apesar da alta queda do Bitcoin, por exemplo, ao longo dos últimos meses, o Hashdex Criptoativos I FIM não teve uma perda acumulada superior a 20% — resultado positivo na medida em que as moedas digitais vêm sofrendo bastante em 2022.

Devo investir neste fundo?

A resposta sobre investir no Hashdex Criptoativos I FIM é muito pessoal e depende dos seus objetivos financeiros. Avalie se faz sentido adicionar ativos digitais à estratégia de investimentos, assim como se o seu perfil de investidor permite ter exposição a um produto de alto risco.

Vale lembrar que alto ganhos estão associados também a riscos maiores. Ainda que exista uma menor volatilidade, ela existe — e pode assustar aquele investidor que não estiver devidamente preparado para lidar com ela ao longo do tempo.

Por fim, vale um reforço que sempre fazemos nessa série sobre fundos de criptomoedas: invista apenas uma pequena parcela do seu patrimônio, evitando assim uma exposição elevada a um mercado de alto risco.

IMPORTANTE: este texto não se trata de uma indicação.

LEIA MAIS:

Sobre o autor
Stéfano Bozza
Formado em Administração pela PUC-SP. Trabalhou em empresas do segmento financeiro (Itaú BBA) e varejo (BRMALLS) até 2016, quando iniciou a jornada de produção de conteúdo para a internet com foco em finanças.

Inscreva-se em nossa newsletter

,