Logo Mais Retorno
termos

Bitcoin: saiba o que é e sua importância para o mercado financeiro

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:12/07/2022 às 12:57 -
Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:

Bitcoin é o nome dado a primeira criptomoeda do mundo. A criptomoeda tornou-se muito popular em 2008, isso porque havia uma oscilação em sua valorização no mercado. Muitas pessoas ficaram milionárias enquanto outras pessoas perderam tudo com a mesma velocidade.

Com a sua popularização, as pessoas começaram a se interessar pela criptomoeda. Na prática, a moeda pode ser utilizada sem interferências de instituições financeiras ou empresas privadas. As transações são confirmadas através do blockchain, um banco de dados responsável por registrar todas as transações. Essa tecnologia passou a existir junto com o Bitcoin, facilitando a transferência de uma moeda digital entre duas pessoas.

Afinal, o que é Bitcoin? 

O bitcoin é a primeira criptomoeda criada no mundo podendo ser utilizada digitalmente através de um único código. O Bitcoin é também a primeira moeda descentralizada, isso significa que não é regulada por bancos, empresas ou governo, sendo assim, não há necessidade de nenhum intermediário.

O bitcoin é uma moeda limitada. Isso significa que diferente de outras moedas como o real que pode ser emitido de acordo com a necessidade do país, somente 21 milhões de moedas podem ser emitidas.

Não há muitas informações sobre o criador do Bitcoin, tudo que se sabe, é que entre 2008 e 2009 houve o lançamento com a única informação de que o criador da criptomoeda seria um programador – ou um grupo – que se identificou como Satoshi Nakamoto.

A criptomoeda se tornou muito popular e conhecida como o ouro digital por suas características de muito valor.

O criador do Bitcoin 

Satoshi Nakamoto é o programador responsável pela criptomoeda Bitcoin, no entanto, nunca houve identificação. Dessa forma, muitas pessoas também especulam que Satoshi Nakamoto pode ser um grupo de programados. Até hoje não se sabe a identidade do responsável.

Ao criar a criptomoeda, Satoshi Nakamoto disparou um e-mail para uma lista de pessoas que tinham interesse em criptomoedas informando sobre o Bitcoin, descrevendo-o como um dinheiro eletrônico completamente peer-to-peer.

Nakamoto também considerou uma oferta finita da criptomoeda, totalizando 21 milhões de unidades disponíveis para serem mineiradas. Hoje, mais de 18 milhões de moedas já foram mineiradas. 

Características do Bitcoin 

Decentralized finance

Em português significa finanças descentralizadas, termo ultizado para informar que não há intermediário financeiro como bancos ou governos. Todos os dados ficam registrados no blockchain. 

Peer to peer

Ponto a ponto, ou seja, são os servidores responsáveis em manter a funcionalidade do sistema. 

Proof of work

A prova de trabalho tem como função evitar gastos duplos tornando-o cada vez mais segura e eficaz cada transação. Através de funções matemáticas é possível saber se a informação na blockchain é autêntica.

Como comprar Bitcoin?

O bitcoin é encontrado em uma rede própria chamada Blockchain: sistema responsável por registrar todas as transações através de pedaços de códigos, conforme tradução. Dessa forma, a criptomoeda é armazenada em carteiras digitais onde os compradores podem acessar as moedas e transferi-las, através de programas de softwares.

O que define o valor do Bitcoin?

Como qualquer outra moeda o bitcoin está em concordância com a lei da oferta e demanda. Depois de grandes oscilações e histórias populares de pessoas que ganharam muito dinheiro e de outras pessoas que perderam tudo, ainda existem pessoas que se sentem inseguras em relação a criptomoedas.

Hoje há corretoras, conhecidas como Exchange feitas para atender essa demanda do mercado digital e trazer mais tranquilidade para o investidor. Afinal, como investir em bitcoin?

Como investir Bitcoin?

Com a valorização do Bitcoin muitas pessoas começaram a considerá-lo como um investimento. Há algumas formas de investir Bitcoin, veja como:

  • Negociar diretamente com usuários da plataforma a compra e a venda da moeda digital;
  • Contratar empresas especializadas – conhecidas como exchanges – capazes de reunir vendedores e compradores;
  • Minerar bitcoins criando moedas e colocando-as em circulação no mercado.
Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter