Logo Mais Retorno
Economia

Produção agrícola em 2022 alcançará recorde de 261,4 milhões de toneladas, prevê IBGE

Arroz, o milho e a soja são os três principais produtos da safra que, somados, representam 91,7% da estimativa da produção

Data de publicação:07/07/2022 às 15:08 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:

A produção agrícola de 2022 deve totalizar um recorde de 261,4 milhões de toneladas, 8,2 milhões de toneladas a mais que o desempenho de 2021, um aumento de 3,2%.

Os dados são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de junho, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira. O resultado é 1,5 milhão de toneladas menor que o previsto no levantamento anterior, de maio, uma queda de 0,6%.

produção agrícola
O Brasil deve colher menos soja em 2022, mas deve ter produção recorde de milho, segundo o IBGE - Foto: Envato

Os produtores brasileiros devem colher 72,5 milhões de hectares semeados na safra agrícola de 2022, uma elevação de 5,8% em relação à área colhida em 2021. O resultado significa 4 milhões de hectares a mais. Em relação à estimativa de maio, a área a ser colhida cresceu 0,3%, 209,3 mil hectares a mais.

O arroz, o milho e a soja são os três principais produtos da safra que, somados, representam 91,7% da estimativa da produção e 87,5% da área a ser colhida.

Em comparação com 2021, houve acréscimos de 9,3% na área a ser colhida de milho (alta de 7,5% na primeira safra do grão e de 9,9% na segunda safra), de 18% na área do algodão herbáceo, de 4,4% na da soja e 1,6% na do trigo. Na direção oposta, houve recuo na expectativa de área colhida de arroz (2,2%).

Menos soja, mais milho

O Brasil deve colher menos soja este ano, mas a colheita de milho continua com previsão de alcançar novo recorde, segundo os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de junho.

A produção de soja deve somar 118,0 milhões de toneladas, uma redução de 12,6% em relação ao produzido no ano passado.

Já a produção nacional de milho foi estimada em 111,2 milhões de toneladas, com crescimento de 26,7% ante 2021.

A lavoura de milho 1ª safra deve somar 25,8 milhões de toneladas, um aumento de 0,5% em comparação com 2021. O milho 2ª safra deve totalizar 85,4 milhões de toneladas, aumento de 37,4% ante 2021.

A estimativa de produção do arroz é de 10,7 milhões de toneladas para 2022, queda de 8,1% em relação ao produzido no ano passado.

O algodão herbáceo deve alcançar uma produção de 6,7 milhões de toneladas, um avanço de 15,0% ante 2021.

Preço dos alimentos não deve cair

Mesmo com uma nova safra recorde de grãos praticamente assegurada para 2022, os preços dos alimentos devem permanecer elevados, avaliou Carlos Alfredo Guedes, gerente do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola do IBGE

"Independentemente de uma safra recorde, os preços não devem cair, porque a gente tem uma demanda muito grande dos outros países. Isso influencia no mercado como um todo".

Carlos Alfredo Guedes, do IBGE

Ele lembra que os preços dos grãos estão elevados desde o aumento da demanda e problemas logísticos provocados pela pandemia de covid-19 no cenário externo, que agora permanece sob impacto da guerra na Ucrânia. Para Carlos Guedes, "a tendência é os preços continuarem elevados nos próximos meses".

"Os preços sofrem mais influência do mercado externo do que do mercado interno", explicou. "E acaba que dentro dos produtos, que são os principais grãos, eles mexem com outros produtos. Porque o produtor acaba direcionando suas áreas para culturas que estão mais valorizadas", acrescentou. / com Agência Estado

Leia mais

Economia no segundo semestre de 2022: quais as perspectivas? (maisretorno.com)
Bolsa opera com alta acentuada, acompanhando exterior e commodities (maisretorno.com)
Boris Johnson renuncia ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido (maisretorno.com)
Ata do BCE: alta de juros mais forte pode causar reação dos mercados (maisretorno.com)
Fundos multimercado: conheça os 7 mais rentáveis em 12 meses (maisretorno.com)
Ativos internacionais mais negociados em junho contemplam as big techs (maisretorno.com)

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!