Economia

O Ibovespa fechou esta sexta-feira, dia 26, em alta de 0,91%, na marca de 114.780,62 pontos. No entanto, durante o período da manhã, a bolsa chegou a exibir alta superior a 1%, motivada pelos números positivos no país de ingresso de investimentos diretos no País.

Em ações brasileiras, o saldo de investimentos estrangeiros foi positivo em US$ 570 milhões, segundo dados do Banco Central - número que representa o total de entrada menos o que saiu da bolsa. O que não deixa de ser positivo em meio a tantos problemas econômicos e sanitários por aqui.

Contribui para essa alta de 0,91%, os resultados positivos apresentados pelas bolsas internacionais. A perspectiva de retomada da economia nos mercados globais parece ter feito sombra sobre os riscos ainda oferecidos pela pandemia.

Mesmo com a alta de hoje, no entanto, o Ibovespa encerra a semana com desvalorização de 1,24%

Já o dólar fechou com alta de 1,25%, cotado a R$ 5,741.

Petrobras e siderúrgicas sustentaram o Ibovespa

Os papéis da Petrobras contribuem para o desempenho do índice: as ações da empresa atingiram elevação de 1,98%, a maior alta da manhã de hoje, por conta da alta do preço do petróleo.

Investidores se mantém atentos aos reflexos da aprovação do Orçamento 2021 - Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

As mineradoras também auxiliam nessa alta. Às 13h08, a Vale (VALE3) registrava alta de 2,74%. Já a Gerdau PN (GGBR4) avançava 5,48%, seguida pela CSN ON (CSNA3), com alta de 4,60% e Petrorio (PRIO3), com ganhos de 3,90%.

Ilan Arbetman, analista de Research da Ativa Investimentos, a alta nos papeis da Vale está ligada à semana positiva para o minério de ferro na China, após várias semanas de desvalorização. Em relação às demais siderúrgicas, um possível aumento do preço do aço plano em abril está impulsionando a elevação de seus papéis.

Como previsto, a aprovação do Orçamento 2021, embora positiva para o mercado, não chegou a provocar altas mais expressivas nos negócios. Os mercado têm reagido basicamente a fatos e expectativas de cada dia.

Durante a aprovação do Orçamento, por 346 votos a favor e 110 contrários, foram concedidas mais verbas para emendas parlamentares para bancarem obras, concentração de recursos para investimentos no Ministério da Defesa e reajustes para militares. O texto ainda precisa ser analisado pelos senadores.

Para destravar a votação, o Executivo se comprometeu com a esquerda em fazer reajustes posteriores, por meio de abertura de créditos extraordinários, para recompor cortes em áreas como saúde, educação e no Censo a ser realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além das fragilidades, com projeções defasadas de crescimento econômico e de inflação – usada para a correção, dentre outros valores, de benefícios da Previdência Social – será preciso verificar quais são os números finais que conduzirão receitas e gastos do governo até o próximo ano.

Dólar em alta

Já o dólar transitou em terrenos positivos durante todo o dia, e no final ficou em R$ 5,74 com alta de 1,25%.

O diretor da corretora Correparti, Jefferson Rugik, diz que o mercado trabalha com busca de proteção, em função do risco fiscal, depois que o Orçamento de 2.021 foi aprovado com um show de emendas e isso preocupa os investidores.

Ele afirma que como dólar cai no exterior ante alguns pares do real, como peso mexicano, e há o feriado em várias cidades por combate à covid-19 pela frente na próximas semanas, além do preço alto, o BC pode atuar.

Segundo analistas, o viés de baixa inicial respondeu a ajustes, após a alta de ontem e diante dos sinais mistos da moeda americana frente à divisas emergentes e ligadas à commodities.

Petróleo, pandemia e possível calote da Argentina

O comportamento do preço do petróleo se mantém no radar dos investidores nesta sexta-feira. O trabalho para desalojar o enorme navio que bloqueia o canal de Suez deve demorar até pelo menos a quarta-feira da próxima semana, aumentando as perspectivas de novas interrupções no comércio global e aumento de preços.

O preço do produto se mantém em alta ao longo desta sexta-feira. Às 10h34, o preço do petróleo Brent registrava elevação de 3,24% e cotado a US$ 63,96 o barril.

No Brasil, os casos de covid-19 continuam batendo novos recordes. Com as novas mortes, o País chegou a um total de 303.726 vítimas da doença desde o início da pandemia. O número de diagnósticos confirmados da doença no último dia bateu novo recorde, com quase 100 mil casos.

Não bastasse isso, a vizinha Argentina admitiu que pode dar calote no FMI. "Não podemos pagar, porque não temos dinheiro para pagar", declarou a vice-presidente Cristina Kirchner, segundo a Bloomberg nesta quinta-feira.

Sensível e estressado, o mercado pode se voltar para qualquer um desses fatores a qualquer momento.

Wall Street e Europa com rumo misto

Em Nova York, as bolsas adotaram comportamento indefinido na manhã desta sexta-feira, após trafegarem em alta. Às 10h22, enquanto o Dow Jones registrava elevação de 0,43%, S&P 500% operava em queda de 1,26%. E o índice Nasdaq também em leve baixa de 0,14%.

Dados publicados ontem mostraram que o número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caiu ao menor nível em um ano na semana passada, sinalizando que a recuperação da maior economia do mundo deverá ganhar fôlego à medida que a situação de sua saúde pública melhora.

Em sua primeira entrevista coletiva formal, o presidente dos EUA, Joe Biden, dobrou ontem sua meta de vacinação contra a covid-19 em seus primeiros cem dias no cargo, para 200 milhões de doses. A meta anterior, de 100 milhões de doses, foi atingida 42 dias antes do previsto.

Embora a crise sanitária dos EUA dê sinais de progresso, a situação da Europa, que tem endurecido medidas de bloqueio em meio a evidências de que vive uma terceira onda de infecções por covid-19, continua preocupando.

No entanto, a bolsa segue de bom humor por lá desde o início do pregão. Às 10h40, o índice Stoxx 600 registrava alta de 0,87%.

Bolsas asiáticas mais otimistas nesta sexta-feira

 As bolsas asiáticas fecharam em alta generalizada nesta sexta-feira, 26, seguindo o tom positivo de Wall Street ontem, à medida que investidores voltaram a mostrar otimismo com a recuperação da economia global diante do avanço da campanha de vacinação contra a covid-19 nos EUA.

O índice acionário japonês Nikkei subiu 1,56% em Tóquio hoje, a 29.176,70 pontos, enquanto o Hang Seng avançou 1,57% em Hong Kong, a 28.336,43 pontos, o sul-coreano Kospi se valorizou 1,09% em Seul, a 3.041,01 pontos, e o Taiex registrou ganho de 1,53% em Taiwan, 16.305,88 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto teve alta de 1,63%, a 3.418,33 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 2,23%, a 2.214,81 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no azul hoje, e o S&P/ASX 200 avançou 0,49% em Sydney, a 6.824,20 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Movimentação do mercado ontem

Nos negócios de quinta-feira, a Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, subiu com relativa força. A B3 interrompeu três quedas seguidas e avançou 1,5%, para 113.749,90 pontos. O dólar deu continuidade à alta da véspera e avançou 0,55%, para R$ 5,67.

Outro fato que melhorou o humor dos investidores foi o encontro, logo cedo, do presidente Bolsonaro com o presidente da Câmara, Arthur Lira. Thomas Giubert, sócio da Golden Investimentos, diz que a reunião relaxou o clima de tensão que se desenhava para o mercado. Isso depois de o deputado ter subido o tom na cobrança de medidas do governo para o combate à pandemia.

Teria contribuído também para a reação da bolsa, segundo Eduardo Santalucia, sócio da Santa Investimentos, o anúncio, pelo Banco Central, de superávit ou saldo positivo na conta corrente do balanço de pagamentos do País. Pela primeira vez em 20 anos.

A conta corrente do balanço de pagamentos mede o comércio internacional de bens e serviços financeiros em determinado período.

Em clima mais animado, ações baratas teriam atraído compras, mais direcionadas para alguns setores. Como os de energia elétrica, que emplacaram três posições entre as cinco maiores altas: Equatorial Energia (EQTL3), alta de 6,95%; Grupo Energisa (ENGI11), 5,11%, e Eletrobras (ELET3), 4,96%.

As duas posições restantes entre as maiores altas do Ibovespa ficaram com ações de empresas do setor de varejo: PPCAR3, empresa controlada pela Casino, com alta de 5,25%, e Via Varejo (VVAR3), alta de 5,24%.

A valorização do dólar, que andou no mesmo compasso de alta da bolsa de valores, foi atribuída à busca de proteção. Investidores que compraram ações repetiram a operação na mesma ponta no câmbio. A compra simultânea de dólar neutralizaria o efeito de eventual queda da bolsa. / com Tom Morooka, Júlia Zillig e Agência Estado

Imagem do autor

Editora do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais