Logo Mais Retorno
bolsa
Mercado Financeiro

Bolsa recua com incertezas fiscais e PEC da Transição no radar

Otimismo nas bolsas no exterior não é suficiente para impulsionar Ibovespa

Data de publicação:01/12/2022 às 11:01 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:

A Bolsa começou o mês de dezembro em queda nesta quinta-feira, 01. Apesar do relaxamento de restrições na China e da possibilidade de redução de juros pelo Federal Reserve em dezembro, o noticiário em torno da PEC da Transição ainda pesa sobre o índice Ibovespa. A Bolsa recua 0,56%, aos 111.854 pontos, às 10h59 (no horário de Brasília).

O dólar à vista abriu em queda, com o exterior após mensagem monetária mais tranquilizadora do Fed, mas passou a subir rapidamente. O PIB brasileiro do terceiro trimestre veio abaixo do esperado na margem. Às 11h00, o dólar recua 0,06%, cotado a R$ 5,19.

bolsa
Exterior positivo não é suficiente para Bolsa operar em alta | Foto: Reprodução

O ambiente é de cautela por incertezas fiscais e sobre ministros do futuro governo brasileiro. Os juros futuros abriram estáveis nesta quinta-feira, 1, mas logo começaram a subir, num movimento de correção após três sessões seguidas de queda. Investidores já sabem que o nome do futuro ministro da Fazenda não será conhecido esta semana, conforme disse o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), deixando o mercado em compasso de espera por mais uns dias.

Questionado se vai, de fato, ser o ministro da Fazenda, Haddad reiterou que a decisão cabe ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). "É atribuição do presidente. Ele Já falou que esta semana não tem anúncio", declarou.

Além disso, o mercado também aguarda para saber como ficarão os gastos em 2023. A alta se dá na contramão do dólar e apesar de o PIB do terceiro trimestre ter subido 0,4% na margem, ficando abaixo da mediana das estimativas (+0,6%).

Bolsas Internacionais

As bolsas asiáticas encerraram o pregão em alta, após as sinalizações do Fed em relação a reduzir o ritmo do aperto monetário já neste mês de dezembro, no próximo dia 14. Além disso, há contínuo otimismo quanto à China, que tem aos poucos relaxado restrições contra a covid-19 no país, em resposta aos protestos que ocorreram nos últimos dias contra a rígida política de covid zero.

Em Wall Street, o futuro dos índices norte-americanos operam em alta, assim como as bolsas na Europa, com otimismo gerado pelo Fed e pela China. / Com Agência Estado.

Leia mais:

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter