Logo Mais Retorno
bolsa
post

Bolsa fecha em queda de 0,89% com exterior, Vale e bancos

Temor por conta de um possível ciclo monetário mais agressivo nos EUA deprimiu os mercados

Data de publicação:22/08/2022 às 17:33 -
Atualizado 3 meses atrás
Compartilhe:

A Bolsa fechou a sessão desta segunda-feira, 22, em queda de 0,89%, aos 110 mil pontos, na mesma trilha de aversão ao risco do exterior. O dólar recuou marginalmente 0,03%, cotado a R$ 5,16.

O dia foi marcado pela cautela global dos investidores, que seguem temerosos sobre um possível ciclo monetário mais agressivo tanto nos Estados Unidos quanto na Europa.

Bolsa
Investidores seguem atentos a novas falas de dirigentes do Fed e no evento da autoridade monetária americana que acontece nesta semana -Foto: Stefan Fussan

Nesta semana, segundo Leticia Sanches, especialista em renda variável da Blue3, o foco está voltado para as declarações de dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e a realização do simpósio anual Jackson Hole, que ocorre nesta quinta-feira, 25, e terá a participação de Jerome Powell, presidente do BC americano, que falará na sexta-feira, 26.

Segundo vários analistas, na ocasião o Fed deve reforçar a postura de elevação de juros para conter a inflação, o que tende a provocar perda de fôlego na economia dos EUA, com efeitos globais.

Bolsas americanas/fechamento

  • S&P 500: -2,07% (413,42 pontos)
  • Dow Jones: -1,91% (33.063 pontos)
  • Nasdaq 100: -2,66% (12.890 pontos)

No campo das commodities, os contratos os contratos futuros de petróleo fecharam em queda nesta segunda-feira, devido a uma desaceleração global e da possibilidade de aumento de oferta pelo Irã.

O petróleo WTI cedeu 3,71%, a US$ 86,76 por barril, enquanto o petróleo Brent se desvalorizou 4,13%, a US$ 92,73 por barril . Já o minério de ferro seguiu para o lado positivo, subindo 0,76% em Quindão cotado a US$ 100,37, impulsionado pelo corte das taxas de empréstimo na China.

O dia na Bolsa

No Brasil, os investidores repercutiram novos dados de projeções econômicas dos principais índices do País. Segundo o Boletim Focus, as estimativas para a inflação para o próximo ano caíram após 19 altas consecutivas e para este ano seguem arrefecendo.

Nas ações, o Ibovespa seguiu no negativo influenciado não somente pelo exterior, mas também pela desvalorização das ações da Vale, mesmo com o minério de ferro no positivo. Os papeis da mineradora encerraram o pregão em queda de 1,40%

Na ponta contrária, em commodities, a alta das ações da Petrobras ajudaram a amortizar um pouco o recuo da Bolsa. Os papeis da petroleira concluíram a sessão em alta de 1,59% (ações ON) e 1,99% (ações PN).

Assim como as siderúrgicas, os bancos também recuaram nesta segunda-feira. Itaú, Bradesco e Santander fecharam o dia em baixa de 1,16%, 1,12% e 1,00%, na sequência.

Maiores altas

EmpresaTickerVariação
Americanas S.AAMER3+22,18%
PositivoPOSI3+2,12%
CieloCIEL3+2,01%
PetrobrasPETR4+1,95%
AssaíASAI3+1,86%

Maiores baixas

EmpresaTickerVariação
PetzPETZ3-6,87%
EmbraerEMBR3-4,25%
Grupo SomaSOMA3-4,07%
HapvidaHAPV3-4,05%
EztecEZTC3-3,74%
Fonte: B3

Mercado internacional

Bolsas europeias encerram o dia em queda

Os mercados acionários da Europa registraram quedas, em sua grande maioria, nesta segunda-feira. Temores com altas de juros, na região e também nos Estados Unidos, pesaram no sentimento.

Na política monetária local, Joachim Nagel, dirigente do Banco Central Europeu (BCE) e presidente do BC alemão, afirmou em entrevista publicada no fim de semana que o BC europeu precisa continuar a elevar os juros, diante da inflação em alta, mesmo com riscos crescentes de recessão na Alemanha, apontados nesta segunda pelo próprio Bundesbank.

Na quinta-feira, 25, o BCE publica a ata de sua última reunião, na qual a taxa de juros foi elevada em 50 pontos-base.

Além disso, o mercado segue atento ao cenário energético do bloco. Houve uma nova onda de cautela, com alta nos preços do gás natural nos mercados, após a estatal russa Gazprom dizer que suspenderá por três dias o fornecimento pelo gasoduto Nord Stream, por serviços de manutenção.

Investidores temem a chance de uma paralisação mais permanente, no contexto da guerra na Ucrânia e das sanções europeias contra Moscou.

O Rabobank destaca a "crise de energia europeia", nesse contexto, que, para o banco "sem dúvida não está diminuindo". / com Agência Estado

Bolsas europeias/fechamento

  • Stoxx 600 (pan-europeu): -0,96% (433,18 pontos)
  • DAX (Frankfurt): -2,32% (13.230 pontos)
  • FTSE 100 (Londres): -0,22% (7.533 pontos)
  • CAC 40 (Paris): -1,80% (6.378 pontos)

Leia mais

Como investir em fundos multimercado sem perder dinheiro? (maisretorno.com)
Agenda econômica: IPCA-15 de agosto e PIB dos EUA são destaques (maisretorno.com)
Expectativa para a inflação cai após 19 altas seguidas, segundo Focus (maisretorno.com)
Inflação na Argentina atinge patamar histórico: entenda seus impactos (maisretorno.com)

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter

,