Logo Mais Retorno
fundos de previdência
post

IPCA-15 e PIB dos Estados Unidos são destaques na agenda econômica da semana; confira

Agenda ainda conta com CAGED, PMIs, PIB da Alemanha e Simpósio de Jackson Hole

Data de publicação:22/08/2022 às 05:00 -
Atualizado 3 horas atrás
Compartilhe:

Na semana de agosto, que vai do dia 22 ao 26, a agenda econômica nacional e internacional é marcada pela divulgação de alguns dados relevantes sobre o cenário macro em nível global. No Brasil, o principal indicador dos próximos dias é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de agosto, que é considerado uma prévia oficial da inflação do mês e será divulgado na quarta-feira, 24, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Depois de uma queda de 0,68% no índice cheio em julho, as expectativas do mercado são de que o IPCA-15 tenha uma retração de 0,80% neste mês. No cenário doméstico, também vale ressaltar que na quinta-feira, 25, sairão os números do Caged sobre evolução do emprego no País. Além disso, os olhos de investidores e especialistas ficam voltados para o início dos debates eleitorais com candidatos à Presidência da República.

Bolsa agenda econômica
Prévia da inflação pode impactar negócios no mercado brasileiro | Foto: Reprodução

Na agenda econômica da semana, ainda, outro grande destaque fica por conta da divulgação da segunda leitura do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos, na quinta-feira. Na primeira leitura, o Departamento do Comércio dos Estados Unidos informou que o PIB no país teve uma contração de 0,9% entre abril e julho.

Caso a retração seja confirmada, a maior economia do mundo estará tecnicamente em um período de recessão econômica, já que no primeiro trimestre o crescimento americano teve uma queda de 1,6%. A recessão técnica é caracterizada por dois trimestres seguidos de retração no PIB. As projeções do mercado apontam para um leve ajuste no valor da primeira leitura, levando a baixa para 0,8%.

PIB da Alemanha e PMIs

Não é só nos Estados Unidos que serão divulgados dados sobre crescimento econômico. Também na quinta-feira, será conhecido o PIB do segundo trimestre da Alemanha, com perspectiva do mercado de crescimento nulo, depois de uma prévia que apontava alta marginal de 0,2%.

Na terça-feira, 23, Estados Unidos, zona do euro, Alemanha e Reino Unido revelam seus PMIs Industrial, do Setor de Serviços e Composto referentes ao mês de agosto. PMI é a sigla em inglês para índice gerente de compras e é realizada a partir de pesquisas mensais com empresários do setor privado. O índice varia entre 0 e 100, sendo que um número abaixo de 50 indica contração da atividade econômica.

A semana conta ainda com outros indicadores econômicos e, no país norte-americano, acontece o simpósio anual de Jackson Hole, evento que reúne autoridades de bancos centrais de todo o mundo para discutir os rumos da política monetária. Discursos dentro dessa reunião podem influenciar a visão do mercado sobre juros e o crescimento dos países.

Confira a agenda econômica da semana

AcontecimentoPaísData
Boletim FocusBrasilSegunda-feira, 22
PMIs Industrial, do Setor de Serviços e Composto de agostoEstados Unidos, Zona do Euro, Alemanha e Reino UnidoTerça-feira, 23
Vendas de casas novas em julhoEstados UnidosTerça-feira, 23
Confiança do consumidor em agostoZona do euroTerça-feira, 23
IPCA-15BrasilQuarta-feira, 24
Pedidos de bens duráveisEstados UnidosQuarta-feira, 24
Índice de Evolução de Emprego CAGED de julhoBrasilQuinta-feira, 25
PIB do 2° trimestreEstados Unidos e AlemanhaQuinta-feira, 25
Simpósio de Jackson Hole (início)Estados UnidosQuinta-feira, 25
Ata do BCEZona do euroQuinta-feira, 25
Índice de Preços PCEEstados UnidosSexta-feira, 26
Fonte: Investing

Leia mais

Sobre o autor
Bruna Miato
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter

,