Logo Mais Retorno
alckmin
Economia

Alckmin: Não há oposição do governo ao BC nem ao Copom

Na opinião do presidente em exercício, no entanto, é difícil entender a decisão da instituição monetária em manter o juro tão elevado e por tanto tempo

Data de publicação:23/06/2023 às 08:00 -
Atualizado 8 meses atrás
Compartilhe:

O presidente em exercício Geraldo Alckmin negou que haja uma oposição direta do governo contra o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e o Comitê de Política Monetária (Copom), após a decisão pela manutenção da Selic em 13,75%. Em sua visão, contudo, é difícil entender a decisão da instituição monetária.

"É importante destacarmos que não há oposição do governo ao BC nem ao Copom", declarou Alckmin, em coletiva de imprensa a jornalistas nesta quinta-feira, 21. "Mas a crítica é importante", acrescentou, justificando que qualquer instituição pública pode ser criticada.

Noticias-Copom-mantem-Selic-em-1375-pela-5a-reuniao-Smart-Money.jpg
A manutenção da Selic em nível elevado prejudica a atividade conômica e gera impacto fiscal - Foto: Reprodução

De acordo com Alckmin, a manutenção da taxa Selic não prejudica apenas a atividade econômica, na medida que inibe investimento e dificulta o comércio, mas também apresenta impacto fiscal.

"Não há nada pior para questão fiscal do que uma Selic desnecessariamente elevada", declarou. O problema, na visão de Alckmin, é manter por muito tempo a taxa elevada. "Fica difícil de entender (decisão do Copom)", emendou.

Questionado sobre uma politização de Campos Neto, indicado pelo governo do ex-presidente Jair Bolsonaro, Alckmin se esquivou a responder. "É difícil penetrar na consciência das pessoas, eu não vou fazer, mas vou mostrar fatos: o mesmo Banco Central em 2020, com inflação de 4%, tinha 2% de taxa Selic, hoje temos quase 14%".

Sobre um possível apoio do governo pelo convite a Campos Neto para prestar esclarecimentos ao Senado, o presidente em exercício disse que o objetivo das críticas feitas "não é esse ".

Alckmin também foi questionado sobre uma possível prorrogação do programa de automóveis. O presidente em exercício também se esquivou a responder e disse que o programa está "indo muito bem" e apresentando uma procura enorme. /Agência Estado

Leia mais:

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados