Renda Variável

As equipes de analistas de ações de bancos e corretoras estão apostando fichas em uma retomada mais vigorosa da atividade econômica, com o avanço da vacinação.

Uma perspectiva que tende a favorecer as empresas do setor de consumo de varejo, um dos que mais sofreram na etapa mais severa da crise da pandemia do coronavírus, e formam agora o grupo das que têm mais ações recomendadas para a compra.

Varejo deve ser beneficiado com a retomada econômica - Foto: Arquivo

O setor de varejo lidera a quantidade de empresas com indicações para julho, mas é a Vale, do segmento de mineração, a contemplada com o maior número de recomendações de compra, quase uma unanimidade. A mineradora aparece em sete das oito listas das equipes de analistas.

As indicações refletem a escolha de profissionais de oito casas, entre bancos e corretoras:  bancos Bradesco, Itaú, Santander, Safra e corretoras XP, Genial, yubbinvestimentos e Mirare Asset.

Mineração

A Vale é recomendação para um setor beneficiado pela forte valorização do minério de ferro e aço no primeiro semestre que se credencia, de acordo com os analistas, a repetir o desempenho no segundo semestre, apesar da recente correção dos preços do minério. A forte demanda pela China e a perspectiva de retomada mais consistente da economia global são fatores que devem dar suporte à valorização das commodities no exterior.

Varejo

O setor de consumo de varejo é o que reúne maior número de empresas com recomendação para a compra de ações em julho. As indicações refletem o otimismo com uma recuperação mais vigorosa do setor, a partir do avanço da vacinação, controle de disseminação do coronavírus e maior abertura da economia.

Lideram as recomendações neste segmento Grupo Assaí, com três indicações. Em segundo aparecem Via Varejo, Magazine Luiza e Lojas Renner, com dois, seguidas por Arezzo, C&A, Lojas Americanas e Grupo Mateus. A Multiplan, administradora de shopping centers, tem duas recomendações de compra.

Bancos

O setor de bancos também está bem cotado na avaliação dos analistas. A retomada de elevação da taxa básica de juros, a Selic, favorece o ganho com spreads que devem reforçar o caixa dos bancos. O otimismo com o desempenho dos bancos, turbinado pelos juros em alta, tem sido reforçado pela perspectiva de que a Selic suba além do inicialmente previsto para conter uma inflação que não dá sinais de trégua.

O BTG Pactual lidera a preferência dos analistas, com cinco indicações, seguido pelo Bradesco, com quatro. Itaú e Inter têm uma indicação cada.

Serviços financeiros

Nesse segmento, a Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, lidera solitariamente a lista de recomendações, com três indicações de compra pela equipe de analistas.

Óleo e gás

Nesse segmento, o destaque é a Petrobras, que tem quatro recomendações para compra. A companhia retomou a confiança dos investidores, com a manutenção das regras de reajuste de combustíveis de acordo com a variação das cotações internacionais. Preços que estão acima de US$ 70 e tendem a subir mais à medida que a economia global for ganhando fôlego com o controle do avanço do coronavírus.

Papel e celulose

Outro setor voltado às exportações que tende a se beneficiar da recuperação global, com aumento de preços, e merece lugar na carteira dos investidores. A perspectiva de retomada de valorização do dólar é apontada como fator positivo para o setor, porque aumenta a receita das companhias exportadoras em reais.

Entre as companhias que fazem parte desse segmento, a Suzano lidera com três recomendações, seguida pela Klabin, com duas.

Infraestrutura e saúde

No setor de infraestrutura, a CCR tem três recomendações de compra, a mesma da Rede D’Or, no segmento de saúde e hospitais.

Confira as principais carteiras de ações recomendadas

Banco Safra

Bradesco, BTG Pactual, Rede D'Or, Petrobras, Vale, Klabin, Via (antiga Via Varejo), Lojas Renner, Assaí e CCR


XP

B3, Sulamerica, Arezzo, Localiza, Klabin, Multiplan, Rede D'Or, Vale, Lojas Americanas e Assaí

Warren

Alliansce Sonae, Eneva, Petrobras, Vale, CSN, Vamos, Pão de Açúcar, Lojas Americanas, BTG Pactual e JBS

Genial Investimentos

Grupo Mateus, Neogrid, Mosaico, Neoenergia, BTG Pactual, Espaço Laser, Rumo, Bradesco, Tupy e Weg

Mirae Asset

CCR, Gerdau, banco Inter, Santos Brasil, Petrobras, Romi, CVC, Magazine Luiza, Vale e São Martinho

Nova Futura

Vale, PetroRio, BTG Pactual, CCR, Unidas, CSN, Via, Cyrela, Itaú Unibanco e Lojas Renner


Imagem do autor

Colaborador do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Renda Variável
Renda Variável
Renda Variável
Renda Variável
Veja mais Ver mais