Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Mercado ao vivo: acompanhe as movimentações da Bolsa e do dólar nesta segunda-feira, 27 de junho

Mercados internacionais operam mistos, com receio de recessão global, mas Bolsa brasileira sobe, puxada por commodities

Data de publicação:27/06/2022 às 11:32 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:

Iniciando a semana que marca, oficialmente, a metade do ano de 2022, a Bolsa de Valores brasileira, a B3, amanheceu com forte alta nesta segunda-feira, 27. Na contramão dos principais índices acionários americanos, o Ibovespa registrava avanço de 2,01%, aos 100.655 pontos, às 11h20. A valorização da Bolsa é puxada, sobretudo, pelas empresas ligadas às commodities.

Vale e Petrobras, companhias com maior peso na composição do índice, subiam 3,77% e 4,64%, no mesmo horário. O bom desempenho da mineradora, da petroleira e de outras companhias exportadoras de commodities acontece na esteira da alta observada no minério de ferro e do petróleo nos mercados internacionais, após autoridades de Xangai, na China, declararem "vitória contra a covid-19".

bolsa commodities petróleo
Bolsa sobe puxada por commodities | Foto: Flickr

A equipe de economia da CM Capital explica que a melhora no cenário da pandemia no país asiático - e, consequentemente, a retomada da atividade econômica - eleva as perspectivas de que a demanda por essas e outras commodities deve crescer, já que a China é o principal demandante de diversos produtos. Vale lembrar que o país adotou uma política de tolerância zero contra a doença.

Com mais dinheiro entrando na Bolsa brasileira com a valorização das empesas exportadoras, a moeda nacional vive um início de pregão de valorização frente ao dólar. Às 11h21, a moeda americana tinha baixa de 0,64% e era cotada a R$ 5,22.

Risco fiscal e Petrobras

Especialistas alertam, no entanto, que o dólar pode inverter o sinal, assim como a Bolsa, tendo em vista que o crescente risco fiscal brasileiro segue no radar dos investidores. Hoje, o senador Fernando Bezerra apresenta o relatório da PEC dos Combustíveis ao Senado Federal, que deve votar o projeto já neste terça-feira, 28.

As expectativas são de que o relator já apresente um parecer sobre as propostas do governos para um "auxílio-caminhoneiro", o aumento do Auxílio Brasil para R$ 600 e o vale-gás. De acordo com o BTG Pactual, caso todas essas propostas sejam aprovadas, o impacto estimado para os cofres públicos é de cerca de R$ 35 bilhões.

Também nesta segunda-feira, o conselho administrativo da Petrobras se reúne para deliberar sobre a eleição de Caio Paes de Andrade como novo presidente da companhia. Na última sexta, o comitê de elegibilidade da estatal definiu que o executivo preenche os requisitos para assumir o cargo, mas a decisão não foi unânime.

O dia na Bolsa

Maiores altas da Bolsa

EmpresaCódigoVariação
3R PetroleumRRRP3+5,59%
EnevaENEV3+5,57%
Petrobras PNPETR4+4,64%
Petrobras ONPETR3+4,53%
LocalizaRENT3+4,19%
Fonte: B3 | Dados atualizados às 11h20

Maiores baixas da Bolsa

EmpresaCódigoVariação
CVCCVCB3-3,53%
HapvidaHAPV3-2,70%
AzulAZUL4-1,85%
LocawebLWSA3-1,47%
GolGOLL4-0,57%
Fonte: B3 | Dados atualizados às 11h20

Mercados internacionais

Após uma semana em que as bolsas americanas fecharam em alta, com os investidores enxergando que uma "desaceleração econômica global pode contribuir para suavizar o ciclo de alta de juros" nos Estado Unidos, conforme explicam os analistas do BTG Pactual, os principais índices acionários do país amanhecerem em baixa, com a renovação da cautela quanto às chances de uma crise econômica.

Na Ásia, em contrapartida, as bolsas fecharam em alta, ainda refletindo o bom desempenho dos mercados globais na última sexta-feira, 24, e na esteira da flexibilização de medidas de isolamento social na China.

As bolsas europeias também operam majoritariamente em terreno positivo, com as notícias chinesas no radar, mas passaram a devolver parte das altas observadas no início dos pregões no continente. Essa contração veio depois da abertura dos mercados americanos, que estão negativos.

Desempenho das bolsas americanas

  • Dow Jones: alta de 0,02%
  • S&P 500: baixa de 0,11%
  • Nasdaq 100: baixa de 0,59$

Dados atualizados às 11h22

Desempenho das bolsas europeias

  • Stoxx 600 (Europa): alta de 0,32%
  • FTSE 100 (Inglaterra): alta de 0,52%
  • DAX (Alemanha): alta de 0,38%
  • CAC 40 (França): baixa de 0,42%

Dados atualizados às 11h22

Fechamento das bolsas asiáticas

  • Xangai Composto (China): alta de 0,88%
  • Shenzhen Composto (China): alta de 1,11%
  • Hang Seng (Hong Kong): alta de 2,35%
  • Nikkei (Japão): alta de 1,43%
  • Kospi (Coréia do Sul): alta de 1,49%
  • Taiex (Taiwan): alta de 1,60%

Leia mais

Sobre o autor
Bruna Miato
Repórter na Mais Retorno