Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Mercado ao vivo: confira a Bolsa e o dólar nesta quarta-feira, 18 de maio

Nesta quarta-feira, 18, cujas temperaturas apontam que vem vindo aí um inverno rigoroso, a Bolsa opera em queda, alinhada ao clima de aversão ao risco do…

Data de publicação:18/05/2022 às 10:26 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Nesta quarta-feira, 18, cujas temperaturas apontam que vem vindo aí um inverno rigoroso, a Bolsa opera em queda, alinhada ao clima de aversão ao risco do exterior e em dia de vencimento de opções. Às 15h47, o Ibovespa recuava 2,37%, aos 107.116 pontos, e o dólar subia 0,77% cotado a R$ 4,981.

Bolsa
Inflação global preocupa investidores e impulsiona aversão ao risco nas bolsas - Foto: Envato

O mau humor das bolsas externas reflete a preocupação com o avanço da inflação em escala mundial e os investidores tentam visualizar os próximos passos do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), após o presidente da autoridade monetária, Jerome Powell, enfatizar que o Fed não hesitará em apertar a política para conter a inflação.

Na parte da tarde, o mercado acompanha o discurso do presidente do Fed da Filadélfia, Patrick Harker, em busca de novas pistas sobre o tema.

Na zona do euro, de acordo com dados da Destatis, agência de estatísticas da União Europeia, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu 7,4% em abril, pouco abaixo do esperado pelo mercado – 7,5%.

No Reino Unido, o CPI atingiu a máxima histórica de abril, de 9% ante 9,1% projetado pelos economistas. No Japão, o PIB caiu 0,2% no primeiro trimestre de 2022 ante os três meses imediatamente anteriores e encolheu 1% na base anualizada.

Já na China, o assunto principal não é a inflação, mas o aumento de casos de covid-19 no país pela primeira vez em cinco dias.

Nas commodities, o destaque de alta está no petróleo, que sobe mais de 1%, com o preço do barril na faixa de US$ 111. Já o minério de ferro segue o caminho contrário, com os preços em queda.

Bolsas americanas/principais índices

  • S&P 500: -2,83%
  • Dow Jones: -2,40%
  • Nasdaq 100: -3,48% (dados atualizados às 12h58)

Bolsas europeias/fechamento

  • Stoxx 600 (Europa): -1,14% (433,96 pontos)
  • DAX (Frankfurt): -1,26% (14.007 pontos)
  • FTSE 100 (Londres): -0,93% (7.448 pontos)
  • CAC 40 (Paris): -1,20% (6.352 pontos)

Cenário interno: discursos do BC e ‘Voo Simples’

No Brasil, a atenção do mercado se volta para os discursos do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em evento durante a manhã, que pode trazer novos sinais sobre o ciclo de aperto monetário.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e a diretora do BC, Fernanda Guardado também marcam presença.

Outro assunto que entrou na pauta dos investidores foi a aprovação da Medida Provisória do “Voo Simples” no Senado, que confirmou a volta do despacho de bagagens. Agora o próximo passo é o retorno da proposta para a Câmara.

A votação representa uma derrota para o governo e as companhias aéreas, que nas últimas semanas fizeram um esforço junto a senadores para tentar derrubar a previsão de gratuidade aprovada pelos deputados no final de abril.

Sobe e desce da Bolsa

Maiores altas

Hapvida (HAPV3)+7,21%
Locaweb (LWSA3)+4,93%
EcoRodovias (ECOR3)+3,24%
Taesa (TAEE11)+1,13%
Petz (PETZ3)+1,01%

Maiores baixas

Banco Inter (BIDI11)-8,81%
`PetroRio (PRIO3)-5,51%
MRV (MRVE3)-5,03%
Ultrapar (UGPA3)-5,00%
BrMalls (BRML3)-4,29%
Fonte: B3 (dados atualizados às 13h05)

Juros futuros

Os juros futuros seguem estáveis em praticamente toda a curva nesta quarta-feira, acompanhando o dólar em dia de agenda esvaziada.

Por volta das 12h50, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 marcava 12,22%, de 12,19% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2025 estava estável em 12,41%, e o para janeiro de 2023 subia para 13,41%, de 13,40%.

Mercado internacional: Ásia fecha em alta

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quarta-feira, seguindo o tom positivo de Wall Street na véspera.

O índice acionário japonês Nikkei subiu 0,94% em Tóquio, aos 26.911 pontos, enquanto o Hang Seng avançou 0,20% em Hong Kong, aos 20.644 pontos, o sul-coreano Kospi se valorizou 0,21% em Seul, aos 2.625 pontos, e o Taiex registrou alta de 1,50% em Taiwan, aos 16.296 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto contrariou o viés positivo da Ásia e recuou 0,25%, aos 3.085 pontos, mas o menos abrangente Shenzhen Composto garantiu ligeira alta de 0,08%, a 1.941 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul pelo quarto pregão seguido, com alta de 0,99% do S&P/ASX 200 em Sydney, aos 7.182 pontos. / com Agência Estado

Leia mais

Fiagro desperta interesse do investidor e do mercado; saiba por quê (maisretorno.com)
Fiagros: está na hora de começar a investir nesses fundos? (maisretorno.com)
Bolsa fecha em alta de 0,51% com exterior; dólar recua a R$ 4,94 (maisretorno.com)

Sobre o autor
Julia Zillig
Repórter do Portal Mais Retorno.