Logo Mais Retorno
bolsa
post

Mercado ao vivo: acompanhe as movimentações da Bolsa e do dólar nesta quinta-feira, 14 de julho

Mercados globais operam em queda com receio de uma recessão econômica puxada pelos Estados Unidos

Data de publicação:14/07/2022 às 10:55 -
Atualizado 5 meses atrás
Compartilhe:

Um dia depois da aprovação da PEC dos Benefícios em segundo turno na Câmara dos Deputados às vésperas das eleições, a Bolsa de Valores, opera em baixa nas primeiras horas do dia, refletindo a cautela dos investidores com a elevação do risco fiscal do País. Com a PEC, o governo poderá gastar R$ 41,25 bilhões além do teto de gastos e a preocupação é de que a União não consiga arcar com suas despesas.

Às 15h45 desta quinta-feira, 14, o Ibovespa, principal índice acionário brasileiro, registrava queda de 1,85%, aos 96.066 pontos. O índice não registrava um patamar menor do que 96 mil pontos desde novembro de 2020. Enquanto isso, o dólar tinha alta de 1,49%, cotado a R$ 5,49. Também contribui para a desvalorização da Bolsa o cenário externo marcado por incertezas.

bolsa dividendos
Sede da B3, a Bolsa de Valores brasileira | Foto: B3/Divulgação

A inflação nos Estados Unidos é a maior em 40 anos e isso aumenta as perspectivas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) promova mais elevações para as taxas de juros do país, o que pode acabar em um período de recessão econômica na maior economia do mundo, respingando em diversos outros países desenvolvidos e emergentes.

Commodities

Neste contexto, as commodities - que têm um peso forte na composição do Ibovespa - vivem um dia de forte desvalorização nos mercados internacionais, impactando negativamente a cotação das empresas exportadoras brasileiras, com destaque para aquelas que exportam petróleo e minério de ferro.

"O petróleo já cai mais de 2% e o WTI oscila no nível dos US$ 94 o barril, enquanto o Brent permanece no patamar de US$ 97 o barril. A inflação mais alta nos Estados Unidos, com aperto monetário mais forte pelo Fed, eleva o temor de recessão, o que afetará a demanda da commodity. Minério de ferro chegou a cair 8% em Singapura, para abaixo dos US$ 100 a tonelada, com informações de que um número crescente de compradores de imóveis na China estão se recusando a pagar hipotecas de propriedades compradas."

Equipe de Research do BTG Pactual

Com a forte desvalorização das commodities, as empresas mais importantes da Bolsa (em termos de peso na composição do Ibovespa), Vale e Petrobras, vivem mais um dia de quedas relevantes. Às 10h45, a mineradora tinha baixa de 3,51%, enquanto os papéis da petroleira recuavam 2,12%, puxando o índice para baixo.

Mercado interno

No cenário doméstico, além da aprovação da PEC dos Benefícios, a manhã desta quinta-feira também foi marcada pela divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma prévia mensal do Produto Interno Bruto (PIB). O indicador teve a segunda queda consecutiva e caiu 0,11% em maio, considerando a série livre de efeitos sazonais. Em abril, a queda havia sido de 0,64%.

O resultado ficou abaixo da mediana das estimativas do mercado financeiro, positiva em 0,10%, na pesquisa Projeções Broadcast, mas dentro do intervalo das previsões, que iam de queda de 1,10% a alta de 0,90%.

Na comparação entre os meses de maio de 2022 e de 2021, houve crescimento de 3,74% na série sem ajustes sazonais. O indicador de maio de 2022 ante o mesmo mês de 2021 também ficou dentro do intervalo projetado pelos analistas do mercado financeiro consultados pelo Projeções Broadcast, que esperavam de avanço de 2,10% a 4,70%, mas aquém da mediana positiva de 4,00%.

O dia na Bolsa

Maiores altas da Bolsa

EmpresaCódigoVariação
BB SeguridadeBBSE3+2,77%
CVCCVCB3+1,32%
Grupo NaturaNTCO3+1,19%
SLC AgrícolaSLCE3+0,86%
AmbevABEV3+0,48%
Fonte: B3 | Dados atualizados às 10h45

Maiores baixas da Bolsa

EmpresaCódigoVariação
PetroRioPRIO3-4,49%
3R PetroleumRRRP3-3,92%
Gerdau PNGGBR4-3,61%
Gerdau METGOAU4-3,51%
ValeVALE3-3,45%
Fonte: B3 | Dados atualizados às 10h45

Mercados internacionais

No exterior, mais um dia de quedas generalizadas. Após a inflação ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos surpreende negativamente o mercado na véspera, hoje foi dia de conhecer o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) do país, que também veio acima das projeções dos especialistas. Em junho, o PPI avançou 1,1% ante maio, antes expectativas de alta de 0,8%.

No confronto anual, o PPI deu um salto de 11,3% em junho, acelerando ante a alta anual de 10,9% no mês anterior. Na base anual, o núcleo do índice teve elevação de 6,4%. O Departamento do Trabalho também revisou ligeiramente para cima o PPI mensal de maio, de ganho de 0,8% para aumento de 0,9%, assim como o anual, de 10,8% para 10,9%.

Na Europa, a Comissão Europeia elevou consideravelmente as projeções de inflação para a zona do euro e reduziu as previsões de crescimento do bloco nesta, à medida que a guerra da Rússia contra a Ucrânia continua prejudicando a economia da região. Na edição de verão de seu relatório de projeções, a Comissão agora espera que o CPI da zona do euro dê um salto histórico de 7,6% em 2022 e avance 4% em 2023. Em maio, as previsões para o CPI eram de 6,1% e 2,7%, respectivamente.

Na Ásia, as bolsas fecharam sem direção única. Parte dos mercado refletiu a piora nas expectativas sobre a economia americana e como isso pode afetar o resto do mundo, e parte está na expectativa para a divulgação de uma série de resultados importantes na China nesta noite, com destaque para o PIB do trimestre, o que pode movimentar o mercado no próximo pregão.

Desempenho das bolsas americanas

  • Dow Jones: baixa de 1,94%
  • S&P 500: baixa de 1,88%
  • Nasdaq 100: baixa de 1,63%

Dados atualizados às 10h45

Desempenho das bolsas europeias

  • Stoxx 600 (Europa): baixa de 1,25%
  • FTSE 100 (Inglaterra): baixa de 1,80%
  • DAX (Alemanha): baixa de 1,49%
  • CAC 40 (França): baixa de 1,25%

Dados atualizados às 10h45

Fechamento das bolsas asiáticas

  • Xangai Composto (China): baixa de 0,08%
  • Shenzhen Composto (China): alta de 0,79%
  • Hang Seng (Hong Kong): baixa de 0,22%
  • Nikkei (Japão): alta de 0,62%
  • Kospi (Coréia do Sul): baixa de 0,27%
  • Taiex (Taiwan): alta de 0,79%

Com Agência Estado

Leia mais

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter

,