Logo Mais Retorno
Economia

IGP-M cai 0,43% na segunda prévia de dezembro, afirma FGV

Desaceleração do indicador foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M)

Data de publicação:17/12/2021 às 09:52 -
Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) caiu 0,43% no segundo decêndio de dezembro, após atingir 0,76% na segunda prévia do último mês, informou na manhã desta sexta-feira, 17, a Fundação Getulio Vargas (FGV). No fechamento de novembro, o IGP-M avançou 0,02%.

A desaceleração do IGP-M foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que arrefeceu de 0,77% na segunda prévia de novembro para 0,32% na prévia de dezembro. No fechamento de novembro, o índice de preços no atacado caiu 0,29%.

IGP-M desacelera a 0,43% na segunda prévia de dezembro, afirma FGV
Desaceleração da segunda prévia do IGP-M de dezembro foi puxada pelo IPA-M, segundo FGV - Foto: Guilherme Santos/Sul21

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) acelerou a 0,95% na segunda prévia de dezembro, de 0,82% na prévia de novembro e 0,93% no fechamento do mês anterior. Em contrapartida, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) arrefeceu a 0,30%, de 0,60% em igual prévia de novembro e 0,71% no fechamento do último mês.

Queda de 0,22% na primeira prévia

Na primeira prévia do mês, a queda foi de 0,22%, contra alta de 1,57% no primeiro decêndio de novembro. De acordo com a FGV, a deflação foi puxada pelo IPA-M, índice que representa 60% do cálculo do IGPM, que caiu 0,61% na primeira quinzena de dezembro, contra alta de 1,93% no mesmo período de novembro.

O IPC-M registrou 0,97% de alta na primeira prévia do mês, contra 0,65% no mesmo período de novembro. Enquanto o INCC-M, que tem o menor impacto no IGP-M, subiu 0,51% na nova apuração, contra 0,40% no mês passado.

Como é calculado o IGP-M?

O IGP-M é calculado mensalmente e divulgado pela FGV no final de cada mês referência. O índice é o principal indexador de tarifas de serviços. Entre eles estão: internet, energia elétrica, TV por assinatura e a correção anual dos contratos de aluguéis residenciais. 

Ele é composto por outros três índices:

  • IPA-M (60%): Índice de Preços ao Produtor Amplo Mercado, que representa os preços no atacado;
  • IPC-M (30%): Índice de Preços ao Consumidor Mercado, que corresponde à inflação no varejo;
  • INCC-M (10%): Índice Nacional de Custo da Construção Mercado, que afere os custos no setor de construções habitacionais.

Variação do IGP-M/últimos 12 meses

MêsVariação
Dezembro/2023,14%
Janeiro/2125,71%
Fevereiro/2128,94%
Março/2131,10%
Abril/2132,02%
Maio/2137,04%
Junho/2135,75%
Julho/2133,83%
Agosto/2131,12%
Setembro/2124,86%
Outubro/2121,73%
Novembro/2117,89%
Fonte: FGV
Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!