Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Bolsa sobe 1,36% e fecha acima de 119 mil pontos: dólar cai 0,25% e fica em R$ 4,83

Alta do petróelo e minério de ferro sustentou Petrobras e Vale, que fecharam em alta

Data de publicação:24/03/2022 às 18:21 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, fechou o pregão de hoje em forte alta de 1,36%, aos 119.052, nível alcançado pela primeira vez este ano. O dólar escorregou mais um pouco, encerrou o dia com queda de 0,25% cotado a R$ 4,83. Resultados que continuam refletindo o ingresso acentuado de recursos externos no País, e alta das commodities no mercado internacional.

bolsa
Foto: Reprodução

Os juros futuros apresentaram forte queda com a mudança de percepção sobre a condução da política monetária no curto prazo, esclarece Rafael Germano, especialista de Renda Variável da Blue3. Isso aconteceu, segundo o analista, após a fala do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, ao afirmar que o atual ciclo de alta dos juros deve se encerrar em maio com a taxa a 12,75% ao ano, e que um movimento adicional, uma nova alta, em junho é muito improvável.

O recado foi suficiente para as taxas de juros futuros desabarem nesta quinta-feira, tanto na ponta mais curta, vencimentos mais próximos, como na longa, nos contratos de prazos mais esticados.

A queda dos juros no mercado futuro beneficia diretamente ações do varejo, bancos digitais e também de viagens, que tiveram os ânimos renovados no pregão de hoje. Entre as maiores altas estiveram Banco Inter, BIDI11, com alta de 10,12%; Magalu, MGLU3, de 10%; Meliuz, CASH3, de 9,05%; Banco Inter, BIDI4, 8,83%.

Essas ações estavam muito descontadas na B3 e se tornaram atraentes para o dinheiro estrangeiro em busca de pechinchas no mercado.

CCR, (CCRO3), antiga empresa de concessão de rodovias, subiu 7,48%, com a notícia de que Votorantim e Itaúsa fecharam acordo para comprar parte da empresa detida pela Andrade Gutierrez.

A valorização do petróleo e do minério de ferro no exterior sustentaram altas de Petrobras, de 1,15%, e Vale do Rio Doce, de 0,54%, que ajudaram na valorização do Ibovespa

De fora, sopraram ventos positivos em função de números do desemprego nos Estados Unidos que vieram abaixo das expectativas, mostrando vigor da economia americana. Dow Jones fechou com alta de 1,02%, S&P 500, 1,43%, e Nasdaq, 2,20%.

O mercado acompanhou com atenção a fala do presidente dos EUA, Joe Biden, sugerindo a retirada da Rússia do G20 e novas sanções ao país. A guerra completa um mês nesta quinta-feira sem sinais de acordo entre os dois países.

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Editora do Portal Mais Retorno.