Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Bolsa fecha em queda de 2,07% com aversão ao risco no exterior e Vale; dólar subiu 1,96%

Investidores seguiram cautelosos no aguardo da inflação americana e com as notícias sobre nova variante da ômicron na China

Data de publicação:11/07/2022 às 17:40 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:

A Bolsa de Valores, B3, fechou a sessão desta segunda-feira, 11, em queda de 2,07%, aos 98.212 pontos. Já o dólar foi na toada contrária, concluindo o dia em alta de 1,96%, cotado a R$ 5,371.

Apesar de o Boletim Focus ter trazido um arrefecimento nas projeções da inflação para 2022, o Ibovespa seguiu o ritmo dos mercados internacionais, que mostraram pouco fôlego.

Bolsa
Novos casos de covid-19 e descoberta de uma variante mais agressiva da ômicron aumentou o temor do mercado sobre novos lockdowns na China - Foto: Pixabay

Os investidores ficaram preocupados com uma possível recessão global e com as novas notícias sobre o avanço da covid-19 na China, que anunciou, além do aumento dos casos, a identificação de uma subvariante da ômicron classificada como "altamente contagiosa".

Após um payroll forte divulgado no fim da semana passada, os investidores também estão em compasso de espera para as divulgações econômicas da semana, como a inflação ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos

Outro ponto que esteve na pauta dos investidores foi o início da temporada de balanços trimestrais das empresas nos Estados Unidos, que tem início nesta terça-feira, 12.

"A combinação destas divulgações trará respostas importantes ao mercado sobre como (ou se) o aumento da taxa de juros americana está impactando o crescimento da economia e das empresas, além de controlar a alta dos preços".

Leonardo Neves, especialista em renda variável da Blue3

Segundo Davi Lelis, sócio e economista da Valor Investimentos, hoje já não se discute se haverá ou não recessão nos Estados Unidos, mas sim quando ela vai acontecer. "A questão agora é avaliar a sua profusão, duração e difusão nos índices de produção".

Vale lembrar que a inflação americana atingiu o maior patamar em 40 anos e desde 1994 não se fala em ajuste na taxa de juros dos EUA na magnitude de 0,50 ponto porcentual ou 0,75 p.p.

No mesmo dia será divulgado o Livro Bege, documento do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) que faz um raio-x do cenário econômico de seus 12 distritos.

Ações: Vale e siderúrgicas puxaram a Bolsa para baixo

Internamente, no âmbito das ações, o dia foi de queda para os papéis das commodities, que pesam no principal índice da B3, que tem cerca de 36% de sua composição ligada a materiais básicos.

O destaque negativo ficou por conta das gigantes siderúrgicas, incluindo a Vale, que refletiram a situação na China e a queda do preço do minério de ferro. A mineradora encerrou o dia em baixa de 3,61%.

Outro setor que também teve desempenho no vermelho foram as companhias aéreas, após a divulgação da projeção de prejuízo pela operadora Gol para o segundo trimestre.

O dia na Bolsa

Maiores altas

EmpresaTickerVariação
TelefônicaVIVT3+0,46%
PetroRioPRIO3+0,62%
AssaíASAI3+0,52%

Maiores baixas

EmpresaTickerVariação
GolGOLL4-11,56%
MéliuzCASH3-8,00%
AzulAZUL4-7,79%
DexcoDXCO3-5,74%
B3B3SA3-6,03%
Fonte: B3

Mercado internacional

Bolsas americanas e europeias fecham no vermelho

Os mercados acionários no exterior - tanto em Wall Street quanto na Europa - fecharam em queda nesta segunda-feira. Nos Estados Unidos, prevaleceu o sentimento de cautela quanto à divulgação dos novos dados econômicos desta semana.

Na Europa, além de refletir o cenário americano e também as preocupações com a China, na agenda de indicadores, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou seu índice de indicadores antecedentes para junho, que mostrou perda do impulso no crescimento na maioria das grandes economias do grupo, inclusive na zona do euro. A inflação é apontada como causa importante para esse fenômeno.

Na política monetária, o presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Andrew Bailey, afirmou que os mercados mais importantes do Reino Unido continuam a funcionar e o sistema bancário é resistência, sem causar preocupação ao BC britânico.

Fechamento das bolsas americanas

  • S&P 500: -1,12% (384,32 pontos)
  • Dow Jones Industrial Average: -0,52% (31.173 pontos)
  • Nasdaq 100: -2,19% (11.860 pontos)

Fechamento das bolsas europeias

  • Stoxx 600 (pan-europeu): -050% (415,02 pontos)
  • DAX (Frankfurt): -1,40$ (12.832 pontos)
  • FTSE 100 (Londres): 0,00 (7.196 pontos)
  • CAC 40 (Paris): -0,61% (5.996 pontos)

Com Agência Estado

Leia mais

Fundos de ações: só quatro estão positivos em 12 meses; confira (maisretorno.com)
Agenda econômica: confira destaques dos dias 11 a 15 de julho de 2022 (maisretorno.com)
Por que os investidores estão preterindo as ações dos bancos digitais? (maisretorno.com)
Dahlia Capital mantém seus riscos perto do neutro mesmo com lucro alto (maisretorno.com)
Fundo multimercado da Ibiuna abre para captação (maisretorno.com)
IPCA+6: esse é o melhor investimento da atualidade? (maisretorno.com)
Projeção para o IPCA 2022 cai de 7,96% para 7,67%, aponta Focus (maisretorno.com)

Sobre o autor
Julia Zillig
Repórter do Portal Mais Retorno.