Renda Variável

O Banco Inter é uma das principais instituições financeiras que oferece serviços 100% digitais no Brasil. Além da conta corrente isenta da cobrança de taxas, o banco ainda disponibiliza para seus clientes cartão de crédito sem anuidade e uma plataforma de investimentos de forma simplificada e totalmente gratuita, já que não são cobradas taxas nas transações realizadas pelo Home Broker do Banco Inter.

Tendo em vista a possibilidade de se beneficiar dos serviços digitais com uma conta gratuita em um banco que disponibiliza os mesmos serviços que uma instituição tradicional, por exemplo, isto é, pela oportunidade de rentabilizar seus ativos no mercado financeiro, é fato que o Banco Inter atrai o interesse de muitos clientes e investidores. Portanto, se este é o seu caso, veio ao lugar certo!

O que é o Banco Inter?

O Banco Inter é uma instituição bancária brasileira que oferece uma série de operações financeiras por meio de suas plataformas virtuais. Conhecida como Banco Intermedium até 2017, após este período a instituição passou por uma profunda reestruturação, o que culminou com a mudança de branding resultando no nome Banco Inter.

Historicamente, a instituição era caracterizada principalmente pelos seus produtos em crédito imobiliário e empréstimo consignado. Contudo, foi em 2008 que o Banco Inter obteve o seu primeiro grande marco na história da instituição, tendo em vista a concessão de licença de banco múltiplo junto ao Banco Central e assim passou a se tornar efetivamente um banco, abandonando assim o título de apenas financeira.

Nos dias atuais, além de acumular uma cartela com milhões de clientes em todo o país, o banco tem o mérito de ter se tornado uma das primeiras instituições bancárias a não oferecer atendimento em agências físicas, — concentrando toda sua atividade no ambiente online — além de isentar seus clientes de qualquer custo relacionado às taxas de serviços básicos de uma conta corrente convencional.

Estreia na B3

Em 2018 foi realizada a Oferta Pública Inicial (IPO) da empresa que, naquela altura, contava com uma carteira com mais de 1 milhão de clientes, tornando-se assim, a primeira fintech a abrir capital na bolsa de valores. Em sua oferta inicial de ações, o banco angariou aproximadamente 720 milhões de reais.

Inicialmente, os papéis das ações preferenciais BIDI4 estavam cotados em R$ 18,50, sendo sua demanda inicial de 1,5, além de ter absorvido 57% de suas ações por investidores brasileiros.

No ano seguinte, o Banco Inter estreou suas ações units BIDI11 na bolsa de valores, o que corresponde a uma ação ordinária BIDI3 e duas ações preferenciais BIDI4. Cotada à época em R$ 40,80, em seu primeiro dia na B3 as units foram negociadas por mais de R$ 42,00. Desde então, as ações units que foram propostas para captação de 1,2 bilhões de reais, vêm em crescente evolução e compõem grande a carteira de investimentos de muitos investidores.

Com essas ofertas subsequentes de ações, configurando uma prática conhecida no mercado como follow on, todo valor arrecadado — de forma 100% — passou a compor o caixa da empresa, o que gerou uma arrecadação superior a 1,2 bilhões de reais. Vale destacar que o principal grupo a investir este valor foi o Softbank. A corporação multinacional japonesa de telecomunicações e internet passou a deter 10% do capital da empresa.

Como funciona o Banco Inter?

Antes de lançar sua Oferta Pública Inicial (IPO) no mercado, o Banco Inter era uma financeira controlada pelo grupo econômico da MRV Engenharia S.A., desde sua fundação em 1994 até 2002, quando deixou de fazer parte da Construtora mineira. 

Atualmente, o Banco Inter oferece inúmeros serviços digitais a partir do computador ou do app instalado em um smartphone. Entre os principais produtos disponíveis, pode-se destacar:

  • conta corrente gratuita;
  • cartão de débito ou crédito sem anuidade;
  • plataforma de investimentos em renda fixa, variável, previdência privada, fundos e grupos de investimento;
  • portabilidade de salário;
  • empréstimo pessoal;
  • empréstimo consignado;
  • seguros e consórcios;
  • atividades cambiais com a compra e venda de moedas estrangeiras, entre outros serviços.

Sediado em Belo Horizonte (MG), o Banco Inter não possui agências físicas. Sendo assim, todo atendimento é direcionado para os canais virtuais da instituição, como através do próprio aplicativo, e-mail, chat ou telefone. Sendo assim, para abrir uma conta, basta enviar uma solicitação através do preenchimento de um cadastro.

Mas, afinal, a conta digital pode ser realmente considerada uma boa opção? Para ajudá-lo a entender melhor sobre o funcionamento desta modalidade, vamos destacar alguns dos benefícios que o Banco Inter oferece para os seus clientes:

Transferências: para transferências de mesma titularidade, o limite diário é de 10 mil reais, sendo 5 mil em caso de pagamento para terceiros. Além disso, a transferência mínima permitida na função TED é de 10 reais para outros bancos, sendo ilimitada entre contas do Banco Inter ou na função PIX. Utilizando o InterPag, também é possível cobrar ou receber através da leitura de QR Code.

Saques: o usuário pode realizar saques sem que haja cobrança de tarifas utilizando a rede de caixas do Banco24horas. Lembrando que a função está disponível apenas na função débito e dentro do limite diário de 3 mil reais (com cartão de débito + Intersaque).

Depósito por boleto: para depositar valores em espécie em uma conta digital, como a do Banco Inter, basta gerar um boleto pelo app e, posteriormente, pagá-lo em uma agência credenciada. Após compensação, o dinheiro estará disponível em sua conta, geralmente em até 2 dias úteis.

Depósito de cheque por imagem: se preferir, o interessado poderá utilizar o aplicativo para descontar cheques através da leitura do documento. Após concluir o procedimento e finalizada a análise do cheque, o valor estará disponível em sua conta em até dois dias úteis após a melhor data para depósito.

Cartões de débito e crédito: imediatamente após a abertura da conta corrente, o banco emite e envia para o endereço do cliente um cartão de débito, sendo este serviço concluído em um prazo máximo de até 15 dias úteis. Após o recebimento, basta desbloqueá-lo para começar a utilizar normalmente em compras na função débito. Além disso, caso preferir, é possível solicitar uma análise de cadastro para liberação da função crédito, lembrando que o pedido pode ser negado dependendo dos critérios de avaliação da empresa.

Investimentos: além de disponibilizar uma conta corrente com todos os serviços gratuitos, o Banco Inter oferece também uma plataforma de investimentos sem a aplicação de taxas.

Quais os tipos de investimento disponíveis na plataforma PAI?

O rendimento de uma empresa listada na bolsa de valores é um dos principais critérios levados em consideração quando se trata do investimento em títulos de renda variável. No Banco Inter, por exemplo, existem diferentes alternativas que podem ser consideradas em relação à rentabilização de suas aplicações. Portanto, é preciso estar atento a cada uma delas para definir se realmente é um bom negócio investir.

Em resumo, para ter acesso à plataforma de investimento e negociar ativos diretamente na bolsa de valores é preciso avaliar o seu perfil de investidor, de modo a determinar quais os ativos estão disponíveis para o seu perfil. A seguir, reunimos alguns detalhes sobre os principais métodos de investimentos na Plataforma Aberta Inter. Confira!

Poupança

A Caderneta de Poupanças é uma aplicação muito comum entre os investidores iniciantes. Embora seja uma opção muito segura, o seu rendimento é um dos menores do mercado. Após alta da taxa Selic definida pelo Comitê de Política Monetária Nacional (COPOM), a partir de abril de 2021 o rendimento anual da caderneta passará a ser de apenas 1,92%, contra os 1,4% registrados atualmente.

Por se tratar de uma operação regulada pelo Governo Federal, não existem diferenças entre aplicações na poupança do Banco Inter em relação a qualquer outra instituição, por exemplo. Sendo assim, existem diversas alternativas tão seguras quanto a poupança, mas ainda mais rentáveis, como veremos a seguir.

Tesouro direto

O Tesouro Direto é uma modalidade criada pelo Governo para oferecer oportunidades de investimento mais acessíveis. Assim como a poupança, o Tesouro Nacional conta com as mesmas taxas de rentabilidade em qualquer instituição financeira ou corretora de valores, por exemplo. Sendo assim, a principal diferença está diretamente associada ao tipo de título.

Nesse contexto, o mais recomendado é procurar por opções que se mantenham iguais ou no mínimo bem próximas da taxa básica de juros, já que esta é a principal referência utilizada em investimentos de renda fixa, isto é, para investidores de perfil mais conservador.

Outro detalhe importante sobre o Tesouro Direto do Banco Inter é que, assim como ocorre entre a maioria das corretoras independentes, a taxa de corretagem dos títulos é zero. Contudo, o rendimento é afetado em razão da aplicação do Imposto de Renda (regressivo) e taxa BM&F Bovespa, equivalente a 0,25% do valor do título, desconsiderando as operações do Tesouro Selic de até 10 mil reais.

Previdência privada

Outra opção disponível na plataforma de investimentos do Banco Inter são as aplicações em fundos de Previdência Privada. Em termos práticos, esse tipo de investimento se refere ao plano de aposentadoria por conta própria, não estando, portanto, ligado ao processo de aposentação pública do INSS, por exemplo.

Atualmente, é possível encontrar no mercado três tipos de planos de previdência:

  • PGBL: Plano Gerador de Benefício Livre;
  • VGBL: Vida Gerador de Benefício Livre;
  • Fapi: Fundo de Aposentadoria Programada Individual ou fundo de pensão.

No Banco Inter, os planos são estabelecidos em uma parceria com a empresa Icatu Seguros, maior gestora de previdência privada do Brasil. Na prática, os planos consideram os valores que serão aplicados e o período para resgate da aplicação, podendo ser em um saque único ou no formato de renda passiva com recebimentos mensais.

Por um lado, a vantagem das previdências privadas é poder contar com a possibilidade de complementar a aposentadoria pública, além disso, mesmo quando o pagamento for suspenso, o valor investido pode continuar rendendo. Contudo, existem riscos de baixa rentabilidade e até mesmo da falência da instituição gestora do fundo. Ademais, aplicações com um prazo inferior a 10 anos tendem a ter uma menor rentabilidade em função da cobrança de impostos.

Renda fixa

Indicado para quem tem um perfil também conservador, a renda fixa do Banco Inter é um tipo de investimento que está atrelado à predefinição das taxas de rendimento. Isso significa que o investidor sabe qual será a rentabilidade da sua aplicação, bem como o prazo investido antes mesmo de fazer qualquer aplicação.

No Banco Inter, é possível encontrar opções diversas, que vão desde o CDB até títulos de Debêntures, por exemplo. Além disso, com uma aplicação mínima de 100 reais é possível escolher os melhores ativos disponíveis.

CDB

Os Certificados de Depósito Bancário estão entre os principais investimentos de renda fixa. No geral, existem diversos tipos de CDBs, tendo cada um deles uma característica distinta entre os demais.

Geralmente, os modelos mais aplicados são o CDB prefixado, pós-fixado e aqueles atrelados à inflação. No Banco Inter, os CDBs com liquidez diária rendem 100% do CDI, enquanto a rentabilidade de outros bancos começa em 98,5%, além de terem diferentes prazos de vencimento.

LCI/LCA

As Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio (LCI e LCA) são um dos investimentos de renda fixa que recebem isenção do Imposto de Renda, o que possibilita ter um maior retorno em relação às demais modalidades.

Em termos práticos, quem investe em papéis desse tipo está aplicando seu dinheiro em alguma instituição financeira como o Banco Inter. Em compensação, elas devolvem o valor acrescido de juros como título de remuneração durante o período que mantiveram os seus recursos aplicados.

Tanto as LCIs quanto as LCAs obedecem a mesma regra de remuneração dos investidores. Isto é, seus papéis também são prefixados, pós-fixados ou, ainda, associados a algum indexador atrelado à inflação.

Enquanto a rentabilidade já é conhecida antecipadamente nas letras prefixadas, podendo ser de 6% ou 8% ao ano, por exemplo, as pós-fixadas indicam o indicador que será utilizado como referência para remuneração. Entretanto, o retorno exato passa diretamente pelo desempenho desses indicadores, ou seja, se ele subir ou cair, a remuneração poderá ser maior ou menor neste período.

CRI/CRA

Os CRIs e CRAs tratam-se de títulos de renda fixa que podem ser securitizados. Em outras palavras, eles são transformados em créditos a receber, como parcelas de um financiamento por meio de títulos que podem ser negociados no mercado.

Na prática, o investidor que mantém os seus recursos aplicados nestes títulos recebe uma remuneração como contrapartida. Além disso, por serem ativos de renda fixa, tanto os CRIs quanto os CRAs seguem o mesmo método de remuneração prefixada, pós-fixada e atrelada à inflação.

Entretanto, a principal diferença entre essa modalidade e as demais é sua baixa liquidez. Sendo assim, para os investidores que tem pressa em fazer o resgate ou não querem esperar até a data de vencimento da aplicação, essa modalidade não é recomendada.

Debêntures

Debêntures nada mais são do que títulos de dívida de empresas privadas que, em troca de angariar recursos para investimentos, oferecem uma remuneração através de juros prefixados e pós-fixados.

Na prática, você passa a emprestar dinheiro para a empresa que, por sua vez, oferecem taxas de juros maiores do que as instituições financeiras convencionais. Contudo, por se tratar de uma operação que não conta com a participação do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), torna-se, portanto, de maior risco.

Tanto o prazo para resgate quanto as taxas e o tipo de rendimento e investimentos mínimos podem variar de acordo com o ativo. No geral, a rentabilidade é definida a partir de papéis prefixados, pós-fixados e híbridos.

Debêntures prefixadas, por exemplo, pagam um percentual de juros por ano conforme estabelecido antes da aplicação. A debênture pós-fixada, por sua vez, apresenta uma rentabilidade maior, porém, não está prevista antes da compra, já que ela está atrelada ao desempenho de indicadores como o CDI.

Por fim, o rendimento híbrido herda as características das duas modalidades anteriores. Sendo assim, está comumente associada ao indicador de inflação oficial, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Renda variável

Como já destacamos nos tópicos anteriores, o Banco Inter oferece por meio de suas plataformas virtuais um Home Broker totalmente funcional e intuitivo para que os seus clientes possam realizar negociações diretamente na bolsa de valores. 

Sendo assim, por meio dele é possível comprar ações, fazer investimentos em fundos imobiliários, ETFs, derivativos, etc. Além de poder vender e acompanhar o desempenho dos ativos nas negociações na bolsa brasileira.

Com uma taxa de corretagem zero, assim como a tarifa de custódia gratuita, o interessado poderá escolher os melhores ativos dentre aqueles que se adequam ao seu perfil. Vale destacar, porém, que por se tratar de ativos de renda variável, não é possível estabelecer previamente o rendimento das aplicações. Para tanto, é preciso fazer uma análise detalhada das opções disponíveis e, assim, determinar aquela que melhor se adapta aos seus objetivos.

Quais os tipos de ações do Banco Inter?

Embora o Banco Inter não componha o Índice Bovespa, a instituição reúne um dos principais ativos que são comercializados diariamente na B3. Com diferentes tipos de ações disponíveis no mercado, entender como funciona e quais as principais características de cada uma é um passo fundamental para se ter sucesso nesse tipo de aplicação, afinal, cada ação implica em direitos e obrigações diferentes.

A seguir, confira os detalhes de cada uma e o que elas representam.

Ações ordinárias – BIDI3

Em linhas gerais, ações ordinárias nada mais são do que aqueles que permitem que os acionistas tenham direito de participar das assembleias gerais e demais conferências com os acionistas da empresa. Em outras palavras, quem compra ações ordinárias (ON) têm direito a votar e participar ativamente das tomadas de decisão, sendo o seu voto equivalente ao número de ações que cada investidor possui.

Confira, a seguir, o desempenho histórico da ação BIDI3:

Tela capturada em 26 de março de 2021.

Ações preferenciais – BIDI4

Diferente das ações ordinárias, as ações preferenciais não dão direito à participação das decisões da empresa em reuniões ordinárias, já que ela não está atrelada ao direito de voto em assembleias. Contudo, as ações preferenciais (PN) recebem prioridade na hora de receber a divisão de lucros da empresa, bem como os demais proventos por ação, seja a título de dividendos ou juros sobre capital próprio (JCP).

Confira, a seguir, o desempenho histórico da ação BIDI4:

Tela capturada em 26 de março de 2021.

Units – BIDI11

Também chamados de Certificados de Depósitos de Ações, as ações units trata-se de papéis híbridos, isto é, combinam tanto as características das ações ordinárias quanto dos títulos preferenciais e são normalmente identificados pelo número 11 à frente do seu código de identificação, ou ticker.

Cada ação unit depende da estrutura de capital da empresa, sendo sua configuração determinada pela estratégia de abertura de capital. Na prática, o Banco Inter organiza suas ações units entre uma ação ordinária (ON) e duas preferenciais (PN). 

Confira, a seguir, o desempenho histórico da ação BIDI4:

Tela capturada em 26 de março de 2021.

Afinal, vale a pena investir em ações do Banco Inter?

Pronto. Agora você já conhece os principais detalhes sobre os tipos de ações e investimentos que estão disponíveis na plataforma virtual do Banco Inter. Sendo assim, chegou a hora de entender melhor sobre os benefícios e desvantagens de fazer aplicações nas ações da empresa.

De modo geral, para determinar se vale ou não a pena investir em ações do Banco Inter é preciso levar em consideração uma série de fatores importantes, como os objetivos de cada investidor, o seu perfil e as metas que pretende alcançar com esse tipo de aporte financeiro. Ademais, é indispensável estudar mais sobre o comportamento das empresas e o funcionamento do mercado de ações.

A seguir, confira o panorama geral das ações do Banco Inter e o seu histórico de pagamento de dividendos.

Ações Banco Inter hoje

Se você já investe no mercado de ações, provavelmente já sabe que a rentabilidade obtida por uma aplicação passada não garante os mesmos resultados no futuro. Sendo assim, embora seja importante verificar o histórico das companhias listadas na B3, é preciso entender qual a real situação da empresa, como é o caso do Banco Inter.

Em meados de 2019, cerca de um ano após a oferta inicial no mercado, os papéis do Banco Inter acumularam um crescimento expressivo de aproximadamente 350%. Tendo em vista esse crescimento expressivo, a empresa adotou uma medida de desdobramento das ações com o objetivo de reduzir o preço através da divisão do número atual de ações.

Neste período, as ações ordinárias (ON) BIDI3, estavam cotadas em R$ 10,15, sendo as preferências negociadas inicialmente com o valor de R$ 14,92.

Após o split de ações, o Banco atingiu a marca de R$ 18,00 dos papéis BIDI3 e BIDI4, enquanto as ações units BIDI11, tiveram uma cotação próxima à casa dos R$ 55,00. Atualmente, os papéis estão sendo negociados, respectivamente, por R$ 51,30, R$ 50,98 e R$ 153,00 conforme cotação em 26 de março de 2020.

Dividendos Banco Inter

A distribuição de dividendos é um aspecto que também deve ser considerado antes de começar a realizar aplicações no mercado de ações. Afinal, essa também é uma forma eficiente de rentabilizar as aplicações em papéis da bolsa de valores, chegando inclusive a inspirar a criação de carteiras de investimento exclusivas para ações que pagam bons dividendos.

Se comparada com as demais organizações listadas na B3, o Banco Inter está relativamente pouco tempo com seu capital aberto na bolsa. Sendo assim, o valor distribuído à título de dividendos ainda é relativamente menor. Isso acontece porque, em um primeiro momento, as companhias passam a direcionar seu capital no crescimento e consolidação da marca, o que naturalmente compromete a margem de lucros que são distribuídos entre os acionistas no curto prazo.

Confira, a seguir, como foram distribuídos os dividendos da empresa até hoje:

Fonte: Site da empresa

Como comprar ações do Banco Inter

Após conhecer a fundo os principais detalhes sobre o Banco Inter e, assim, ter se decidido por começar a investir em ações da empresa na Bolsa de Valores, chegou a hora de entender melhor sobre como fazer aportes de maneira simples e rápida.

Pensando nisso, preparamos um passo a passo completo para ajudá-lo a inserir os ativos da empresa em sua carteira de investimentos. Acompanhe!

1. Abra sua conta em uma corretora de valores

Se você não é correntista do Banco Inter, o primeiro passo para começar a comprar ações da empresa é abrindo uma conta digital na instituição ou na sua corretora de valores de preferência. Ao contrário dos bancos tradicionais, as corretoras são empresas que oferecem serviços do mercado financeiro com foco em diversificar os ativos, contando com diferentes emissores de títulos. Portanto, torna-se também uma alternativa mais ampla para escolher os papéis que melhor se adaptam às suas metas.

2. Envie o dinheiro para corretora

Após abrir uma conta, basta transferir seus recursos para a nova corretora e assim começar a investir em ações do Banco Inter. Para tanto, você pode fazer uma transferência bancária normal, tanto via DOC quanto TED, desde que sejam da mesma titularidade. Ou seja, a transferência deve ocorrer através de outra cadastrada em seu CPF, não sendo permitido o uso de terceiros.

3. Avalie o momento ideal para operar na bolsa

Entender qual o melhor momento para comprar ações de uma empresa é um passo fundamental para quem deseja garantir as melhores oportunidades de rentabilização do investimento. Embora essa não seja uma tarefa fácil, é muito importante analisar os principais detalhes de uma companhia e assim ampliar suas chances de escolher os melhores ativos.

Outro detalhe importante é contar com a análise de profissionais do setor, de modo a basear suas escolhas em dados consolidados do mercado, já que os especialistas acompanham o mercado diariamente e podem ajudá-lo a tomar as melhores decisões. Aqui na Mais Retorno, por exemplo, você encontra uma série de documentos, dados e informações sobre o mercado financeiro, o que poderá ajudá-lo em seu processo decisório.

Conclusão

O Banco Inter é uma instituição que ocupa uma posição de destaque no setor bancário. Tendo em vista o DNA inovador, a companhia apresenta elementos competitivos, o que a faz destacar-se da concorrência com maior facilidade.

Além disso, é importante lembrar que a instituição oferece taxas e custo zero, o que a torna mais competitiva, já que não dispõe de grandes estruturas para atendimento físico, por exemplo, afinal, o Banco apenas opera na internet.

Dessa forma, é possível ampliar o número de consumidores de uma forma menos onerosa e ainda atuar diretamente no desenvolvimento de novos projetos focados na satisfação dos seus clientes.

Por fim, suas veias tecnológicas destacam o Banco Inter no mercado, sobretudo em razão da capacidade da companhia em inovar, de modo a apresentar soluções práticas e significativas para o setor de serviços financeiros do país.

Como pode ver, essas informações são fundamentais e contribuem para a caracterização do Banco como uma das empresas mais sólidas do segmento em que está inserido. Sendo assim, é possível entender melhor sobre o que avaliar para decidir o momento ideal de comprar ações.

A dica mais importante é ficar sempre atento ao mercado como um todo, tendo em vista que em um cenário de instabilidade econômica — como este provocado pela pandemia de Covid-19 —, pode promover mudanças rápidas, levando a oscilação das ações na bolsa de valores.

E então, leitor. O que achou deste artigo? Se gostou das nossas informações e análises referentes ao posicionamento das ações do Banco Inter na bolsa de valores e deseja desvendar os principais segredos para obter sucesso na B3, confira nosso treinamento “Descomplicando a Bolsa de Valores”. Assim, mesmo sem qualquer experiência você poderá começar a investir com maior segurança. Confira!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais