Logo Mais Retorno
Fidc_juros-tempo-dinheiro.webp
Renda Fixa

Tesouro lança título para aposentadoria; conheça as condições

Papeis estarão disponíveis para os investidores a partir do dia 30 de janeiro de 2023

Data de publicação:27/12/2022 às 21:10 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:

Dentro do programa Tesouro Direto , o governo lança nesta terça-feira, dia 27, um novo título, o Tesouro RendA+ . Com o objetivo de preservar o patrimônio e permitir uma renda adicional na aposentadoria, o título estará disponível ao público a partir do dia 30 de janeiro.

A compra do papel poderá ser feita pela internet e ser paga pelo Pix. Dentro do escopo de formação de uma poupança para o futuro, haverá uma fase de acumulação, de depósitos em papeis de longo prazo. Eles serão ofertados com 8 datas de vencimento, com intervalos de 5 anos, de 2030 a 2065. 

famílias endividadas
Aplicação mínima deverá ficar em torno de R$ 30 no novo título do Tesouro - Foto: Reprodução

Será possível começar a investir com valores baixos, em torno de R$ 30, como acontece com os demais títulos do Tesouro.

Uma vez adquiridos os papeis, o investidor estabelece a data em pretende se aposentar, e a partir dela passa a receber uma renda mensal por mais 20 anos, ou 240 meses, após o vencimento dos títulos. 

No site do Tesouro Direto há um simulador em que o interessado define apenas quando quer se aposentar e com quanto para então saber os aportes que deverá fazer para alcançar seu objetivo. São critérios simplificados que facilitam a vida do investidor para planejar a sua aposentadoria.

O Tesouro RendA+ é uma Nota do Tesouro Nacional da série B, NTN-B, que rende correção monetária pela inflação, medida pelo IPCA, mais uma taxa de juro, que é real. Atualmente, essas taxas rodam entre 6% e 7% ao ano. Uma condicão que garante a manutenção do poder de compra da poupança formada. E na fase de recebimento da renda, as parcelas também serão corrigidas pela inflação.

Por suas características, o Tesouro RendA+ deverá atender especialmente quem ganha de 2 a 6 salários mínimos, ao proporcionar uma renda complementar à aposentadoria oficial, que é concedida pelo INSS. Uma faixa salarial que tende a sofrer uma queda de renda na aposentadoria. Ao mesmo tempo, para as faixas inferiores de salário a queda de poder aquisitivo não ocorre quando o segurado se aposenta.

Atualmente, o valor máximo de aposentadoria, para quem contribui com o teto, gira em torno de R$ 7 mil.

Leia mais:

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter