Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Vale: União e BNDES farão oferta para vender ao menos 142 milhões de debêntures

União e BNDES farão oferta para vender ao menos 142 milhões de debêntures

Data de publicação:29/03/2021 às 19:45 -
Atualizado um ano atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a BNDESPar e a União vão realizar uma oferta pública secundária com esforços restritos para vender pelo menos 142 milhões de debêntures emitidas pela Vale.

Serão 93,9 milhões de títulos em posso da União, 37,5 milhões do BNDES e 10,6 milhões da BNDESPar. Mas o número total pode ser acrescido em até 50,94%, ou seja, os vendedores podem colocar mais 72,329 milhões de debêntures no mercado. Seriam 47,828 milhões pela União e 24,5 milhões do BNDES.

Ao final de 2020, a Vale tinha 388,559 milhões de debêntures em circulação no mercado, e os vendedores possuem exatamente 55% deste total, volume que pode ser totalmente vendido caso os títulos adicionais sejam colocados na operação./ Agência Estado

União e BNDES farão oferta para vender ao menos 142 milhões de debêntures - Foto: (Luciano-Kim)

O que são debêntures?

As debêntures são títulos de renda fixa emitidos por empresas não bancárias no mercado de capitais com a finalidade de captar recursos junto a investidores e outros interessados.

A debênture funciona como uma espécie de CDB de um banco, no qual o investidor que tem recursos “sobrando” empresta a outra pessoa/empresa que precisa de crédito.

Uma importante diferença em relação aos ativos de emissão bancária (como o CDB) é relacionada a sua liquidez.

Ao contrário do que acontece com o CDB, você não tem a possibilidade de retornar a debênture para empresa emitida antes do vencimento e receber o seu dinheiro de volta com os juros do período.

Caso o investidor precise recuperar seu dinheiro antes do vencimento das debêntures, então ele deverá vender para outro interessado através do mercado secundário.

A atração desse título de renda fixa fica por conta de seu rendimento, que muitas vezes é mais alto do que os tradicionais instrumentos de renda fixa oferecidos no mercado financeiro.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!