Logo Mais Retorno
Personalidades

Quem é Irving Kahn? Conheça a história de um dos maiores bilionários do mundo

Oportunidade única para você descobrir como Irving Kahn inspirou diversos investidores com o seu pensamento sobre finanças.

Data de publicação:27/04/2022 às 14:53 -
Atualizado 19 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O investidor bilionário Irving Kahn fez história no mercado financeiro e serviu de inspiração para muitos atuantes no setor. Além disso, influenciou diversos jovens como Warren Buffett, que hoje é outro homem de negócios muito bem sucedido nos investimentos.

Sendo um discípulo de Benjamin Graham, Kahn aprendeu a ser analítico e analisar balanços com senso crítico da melhor maneira possível. Este artigo fala tudo sobre a sua vida, seus feitos e a sua importância no mundo das finanças.

Quem foi Irving Kahn?

Considerado um dos maiores nomes da história do mercado financeiro, Irving Kahn foi um conhecido investidor e filantropo de Nova York. Foi um dos aprendizes de Benjamin Graham, que também deu aulas para outras lendas dos investimentos, como:

Seu primeiro contato profissional com o mercado financeiro foi em 1928, quando conseguiu o primeiro emprego em Wall Street. A partir de então, manteve o mesmo estilo de vida, estando vivo até os 109 anos.

Essa longevidade estava presente não só nele, mas na família toda, em que todos completaram mais de 100 anos de idade. No entanto, seu estilo de vida não era dos mais saudáveis.

A sua rotina consistia em pegar um táxi três vezes por semana para visitar seu escritório. Além disso, era um carnívoro nato e fumou até os 50 anos. Logo, não dá para dizer que Kahn levava uma vida regrada e saudável.

Vida pessoal e família

Nascido em Nova York, Irving Kahn viveu sua vida toda na cidade com seu pai e os três irmãos. Após um tempo, teve filhos e se casou. Então, uma das famílias de maior longevidade dos EUA passou a ser composta por:

  • Helen Reichert(irmã mais velha);
  • Peter Keane(irmão mais novo);
  • Lee Reichert(irmã do meio);
  • Donald Kahn(filho);
  • Thomas Kahn(filho);
  • Alan Kahn(filho);
  • Ruth Kahn(esposa).

Os dois últimos filhos estão vivos, e mantém a corretora criada pelo pai.

História do Irving Kahn

Nascido em 19 de dezembro de 1905, o investidor Irving Kahn foi considerado o “domador de crises” devido à sua atuação no mercado financeiro na Crise de 1929. Alguns anos importantes de sua história foram:

  • 1928: Primeiro emprego em Wall Street, na Hammerschlag Borg e Co.
  • 1931: ano em que virou assistente de Benjamin Graham na Universidade da Califórnia;
  • 1937: fundou, junto com Graham e outros investidores, a New York Society of Security Analysts(NYSSA);
  • 1940: foi trabalhar na Wertheim Co.
  • 1960: trabalhou an Abraham & Company;
  • 1978: fundou a Kahn Brothers e Co. junto com seus filhos, Thomas e Alan;
  • 2015: morte de Kahn.

Outros acontecimentos importantes

Kahn conheceu Benjamin Graham no curso de Security Analysis da Universidade de Columbia. Ele desejava desenvolver seu pensamento analítico. Após se destacar no curso, foi convidado a se tornar o assistente principal do professor.

Vale lembrar que, inicialmente, Irving Kahn era uma pessoa de humanas, pois fez uma faculdade de artes na City College of New York. Porém, largou o curso no meio para ajudar a família com as finanças trabalhando em Wall Street.

Após trabalhar com Graham, percebeu que boa parte dos relatórios de análise fundamentalista não tinham qualidade. Assim, tempos depois, fundou a Kahn Brothers e Co. e aplicou os ensinamentos em prática, tendo muito sucesso no setor.

Faleceu aos 109 anos, sendo conhecido como o investidor de maior idade do mundo. Dessa forma, fez jus à família, que também apresentou longevidade.

Como o Irving Kahn ficou rico?

Sendo uma das lendas do Value Investing, Irving Kahn se baseou nas aulas que teve com Benjamin Graham na Universidade de Columbia para fazer suas análises. Com isso, passou a entender a real essência da análise fundamentalista de ativos.

Em 1928, previu os efeitos da Crise de 1929, e vendeu todos os ativos que possuía da mineradora Magma Cooper. Em seguida, os efeitos da quebra da bolsa de Nova York começaram a aparecer, levando muitas pessoas à falência.

Ao contrário dos investidores comuns, Kahn conseguiu dobrar o seu capital em apenas quatro meses após o ocorrido. Nesse contexto, viu que poderia aprimorar a capacidade analítica. Por isso, se matriculou para ter aulas com Benjamin Graham.

O aprendizado de Irving Kahn diante das crises

Centenário, Irving Kahn passou por diversas crises além de 1929. Entre elas, estão:

Para sobreviver diante dessas crises, Kahn se baseava na premissa de que: “se o mercado está caro, o investidor precisa saber esperar”. Por isso, sempre preferiu investimentos a longo prazo e realizar análises fundamentalistas.

O principal critério de avaliação, portanto, era a solidez do balanço financeiro da empresa. Além disso, um ponto fundamental era comprar apenas ações que eram negociadas abaixo de seu valor real. Ou seja, procurar pelo “bom e barato”, de certa forma.

Ainda foi fundador da Kahn Brothers e Co, que obteve cerca de US$1 bilhão sob sua gestão.

Negócios do Irving Kahn

O negócio mais importante da vida de Irving Kahn foi, sem dúvida alguma, a corretora e consultoria Kahn Brothers e Co, que rendeu frutos bilionários à sua família. Além disso, fundou a New York Society of Security Analytics, junto a alguns outros investidores.

Como Irving Kahn investia

Seguindo a estratégia do “buy and hold”, Kahn era um forte opositor das operações a curto prazo. Mesmo após duplicar seus lucros com especulação em 1929, optou por aprofundar os seus estudos para fazer investimentos com melhor direcionamento.

A principal premissa era a do “Value Investing”, em que o investidor procura ações de empresas com um bom balanço financeiro abaixo do preço. Isso porque, com uma boa gestão, a tendência é de ganhos no longo prazo.

Ressaltando a importância dos balanços, o filho de Irving Kahn, Thomas Kahn, dizia que o pai lia os relatórios de trás para frente. Dessa forma, era possível achar as informações mais importantes de maneira mais rápida e pontual.

Essa capacidade analítica já existia desde seu começo de carreira no mercado financeiro. Tanto que, em 1940, no lançamento da segunda versão de “Security Analysis”, Graham deu os créditos a Kahn em um estudo sobre a relação entre o preço e o lucro de uma ação.

Vale lembrar também que Irving Kahn deu aula para jovens investidores que também se tornaram bilionários. Warren Buffett foi um dos seus alunos, e que também se tornou referência no mundo dos investimentos.

A filosofia de investimentos de Irving Kahn

O maior princípio de Kahn para compor a sua carteira de investimentos era ter uma mentalidade oposta à do mercado. Isto é, as crises na economia são bons momentos para comprar as ações, pois estão baratas e podem se valorizar após a retomada.

“Todo mundo precisa de uma camisa nova”

Essa filosofia consiste em priorizar empresas que atuam em setores essenciais à sobrevivência humana. Alguns deles são:

  • Alimentos;
  • Roupas;
  • Higiene pessoal.

Como todos sempre precisam de itens básicos, a tendência é de um desempenho constante. Por isso, Irving Kahn as chamava de “companhias legítimas", uma vez que o lucro e o preço das ações tenderiam a serem estáveis.

“Saiba muito mais sobre a ação que deseja comprar do que aquela que está vendendo”

Um investidor fundamentalista deve sempre estar atento à gestão e aos riscos da empresa que deseja investir. Além disso, é crucial tomar cuidado para não cair em armadilhas de empresas que buscam o erro dos inexperientes no mercado.

Por isso, é muito importante entender a lógica dos mercados e analisar a fundo as empresas. Assim, o risco de fracasso pode ser menor.

“Tenha disciplina e temperamento para resistir aos seus impulsos”

Outro princípio crucial de Irving Kahn nos investimentos é o comportamento racional. Como em tempos de crise a maioria vende as ações, o preço diminui. Por essa razão, é aconselhável comprar o quanto der e esperar a valorização junto à retomada econômica.

A importância de Irving Kahn para o mercado financeiro

Kahn e sua família foram inspiração para os nomes atuais do mercado financeiro. Após ter aula com Benjamin Graham, desenvolveu suas próprias ideias sobre as análises fundamentalistas, chegando à conclusão de que os relatórios não prestavam.

Uma das premissas que mais foi aderida por investidores da atualidade é o das “árvores frutíferas”. Para Irving Kahn, a carteira de ações é como um pomar de frutas. Isso porque, não é possível colher todos os frutos de todas as espécies a todo momento.

É necessário maturidade e tempo para um investimento começar a render de maneira significativa. Afinal, um pomar de frutas só dará frutos após 3 ou 5 anos de vida. Portanto, no mercado financeiro é igual, tendo que visar o longo prazo para ter sucesso.

A influência de Irving Kahn nos dias de hoje

Essa filosofia foi crucial para mudar o panorama dos investidores atuais. Diversos influencers que falam sobre o assunto já recomendam o “buy and hold'' a longo prazo, pois tem como inspiração Irving Kahn, que foi um dos pais dessa estratégia.

A questão dos juros compostos também foi muito influente no mundo das finanças nos dias de hoje. Graças a Irving Kahn, os investidores possuem mais consciência da importância do longo prazo, além do poder dos juros compostos na carteira de ações.

Por fim, é importante lembrar que investidores como Warren Buffett e Walter Schloss se influenciaram em Kahn, uma vez que foram seus alunos.

4 dicas de Irving Kahn sobre investimentos

Conhecido como um dos principais nomes que propagou o conceito de Value Investing, isto é, investimentos de valor, Irving Kahn oferece 5 dicas para qualquer investidor ter sucesso no mercado financeiro. São elas:

1. Ninguém sabe quando a maré vai virar

O investidor centenário diz que recomenda focar os investimentos no longo prazo. Isso porque, em um day trade ou qualquer opção de curto prazo, há grande risco de perda de capital devido às oscilações naturais do mercado.

2. Siga à risca a filosofia do “todos precisam de uma camisa nova”

As empresas que atuam em setores de alimentos ou roupas sempre tendem a estar em alta, pois são coisas que todos precisam sempre. Foi justamente por esse motivo que Warren Buffett comprou 400 milhões de ações da Coca-Cola.

3. Seja extremamente analítico

É importante adquirir o hábito de ler e analisar os balanços de forma constante se quiser ser um investidor como Irving Kahn. Além disso, é aconselhável ler jornais, pois é crucial entender a conjuntura econômica do setor em que a pessoa investe.

4. Fique atento à empresas que apresentam problemas

Ao ler o jornal, Kahn também sabia das empresas que passavam por dificuldades. Ao encontrar algo, estudava a fundo para verificar se eventualmente o fluxo de caixa era bom e tinha tendências de crescimento, mesmo que subjugadas pelo mercado no momento.

Frases famosas de Irving Kahn e seus significados

Há algumas frases proferidas por Irving Kahn que possuem significados importantes para o mercado financeiro. Algumas delas são:

Sobre o planejamento pessoal

“Pare de comprar coisas que você não precisa e comece a se concentrar no essencial; então você viverá muito e será feliz.”

Essa frase reflete sobre o comportamento compulsivo da sociedade consumista. Isto é, não possuem consciência da situação financeira em que se encontram e gastam de maneira irracional. Para investir com sucesso, a mentalidade deve ser o oposto disso.

Sobre as suas análises

“O interesse em entender seriamente a natureza das empresas é muito limitado e, muitas vezes, nulo. É por isso que preciso saber muito mais sobre a ação que estou comprando do que o homem que está me vendendo.”

Como dito anteriormente, Irving Kahn diz que saber sobre a ação comprada é mais importante do que entender sobre suas vendas. Até porque, os relatórios podem apresentar distorções que induzem o investidor iniciante a cometer erros que custam um bom dinheiro.

Sobre o hábito de leitura

“Sou um leitor apaixonado. É por isso que ser um investidor é o trabalho perfeito para mim.”

A frase remete à importância da leitura de jornais e relatórios das empresas de maneira constante. Sendo um bom leitor, o trabalho de análise de ações se torna muito mais fácil. Como dito anteriormente, Irving Kahn sempre falou da importância de se informar.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!