Renda Variável

A safra de boas notícias no mercado financeiro foi inaugurada com o início da divulgação dos resultados trimestrais das empresas no Brasil. Entre os números robustos que vêm sendo comunicados, já esperados entre os especialistas, algumas companhias listadas na B3 também estão aproveitando o momento favorável para anunciar o pagamento de dividendos referentes ao exercício de 2020 e Juros sobre Capital Próprio (JCP).

Gigantes como Santander, Cielo, JBS, Lojas Renner, Eletrobras, Magazine Luiza, entre outras, divulgaram avisos sobre a aprovação e distribuição dos lucros para o mercado.

Foto: Magazine Luiza
Interior de uma das lojas do Magazine Luiza - Foto: Magazine Luiza/Divulgação

Para o economista e sócio da Golden Investimentos, Thomas Gilberti, grande parte das empresas que estão pagando dividendos neste momento são maduras e apresentam um crescimento em ritmo mais acelerado do que a própria Bolsa de Valores, patinando entre 119 mil e 120 mil pontos. "São empresas interessantes para se ter na carteira de ativos", complementa.

Já o analista de Research da Ativa Investimentos, Ilan Arbetman, aponta que algumas empresas estão mais voltadas para o crescimento do que para geração de dividendos, tendo como foco e prioridade a sua expansão. O especialista cita como exemplo o Magazine Luiza, com investidas agressivas na compra de novas empresas com o objetivo de aumentar o seu marketplace.

Em relação ao Santander, Arbetman destaca que o setor bancário sempre foi visto como um bom pagador de dividendos e inclui-se aí o fato de que o banco obteve uma performance positiva durante a crise da covid-19. "As métricas de liquidez e solvência foram mantidas e por isso acredito que o Santander deve continuar pagando bons dividendos".

Sobre a Eletrobras, Ilan diz que a privatização da empresa será determinante para guiar a geração de dividendos. "Prefiro ver o resultado desse processo para dizer se a empresa pagará bons proventos daqui em diante".

E para a Localiza, o analista da Ativa aponta que a fusão entre a empresa e a Movida podem reduzir o valor dos proventos pagos aos acionistas. "Em situações como essa, há um maior custo dos projetos sinérgicos entre as empresas, além do norte estar mais direcionado para a estabilização da nova companhia", conclui.

Empresas que estão na fila de distribuição

Santander (SANB3, SANB4 e SANB11)
Valor dos dividendos: R$ R$ 3.000.000.000,00
Será pago em duas etapas: R$ 2.800.000.000,00 e R$ 200.000.000,00.
R$ 0,382980827307300000 (por ação ordinária)
R$ 0,421278910033900000 (por ação preferencial)
R$ 0,804259737341200000 (por Unit)
Prazo de pagamento: a partir de 2 de junho de 2021.

Eletrobras (ELET3)
Valor dos dividendos: R$ 1.507.138.670,20
Será divido em:
R$ 290.771.849,42 para os acionistas titulares de ações preferenciais (R$ 1,03814345290052 por ação).
R$ 1.216.366.820,78 para os investidores de ações ordinárias da companhia (R$ 0,94376677536411 por ação).
Prazo de pagamento: até 31 de dezembro de 2021.

Magazine Luiza (MGLU3)
Juros sobre Capital Próprio (JCP)
Valor dos dividendos: R$ 170.000.000,00 (R$ 0,0263019985 por ação)
Prazo de pagamento: não informado

Cielo (CIEL3)
Valor dos dividendos: valor de R$ 85.151.121,21 (R$ 0,03152578584 por ação).
Prazo de pagamento: 13 de maio de 2021.

Localiza (RENT3)
Valor dos dividendos: R$18.126.589,30 (R$ 0,024114903 por ação).
Data de pagamento: 21 de maio de 2021.

BR Properties (BRPR3)
Valor dos dividendos: R$ 71.042.112,20 (R$ 0,1477236691256790 por ação).
O pagamento será feito em três etapas: na primeira, R$ 23.680.704,06, (R$ 0,04924122302803050 por ação); na segunda, R$ 23.680.704,07, (R$0,04924122304882430 por ação); e na terceira, R$ 23.680.704,07.
Prazos de pagamento: 30 de junho de 2021, 30 de setembro de 2021 e 20 de dezembro de 2021, respectivamente.

Boa Vista (BOAS3)
Valor dos dividendos: R$ 11.085,752,91 milhões (R$ 0,02097366380373400 por ação).
Prazo de pagamento: até o dia 26 de maio de 2021.

Melnick (MELK3)
Valor dos dividendos: R$ 1.294.919,12 (R$ 0,00635 por ação).
Prazo de pagamento: 31 de maio de 2021.

Qualicorp (QUAL3)
Valor dos dividendos: R$ 570.393.090,11 (R$ 2,011139784 por ação).
O pagamento será feito em duas etapas: R$ 200.000.000,00 (R$ 0,705176770 por ação) e R$ 370.393.090,11 (R$ 1,305963014 por ação).
Prazo de pagamento: 31 de maio de 2021 e 28 de dezembro de 2021, respectivamente.

JBS (JBSS3)
Valor dos dividendos: R$ 2.511.135.770,00 (R$ 1,01667969 por ação).
Serão divididos em R$ 1.092.098.920,27 e R$ 1.419.036.849,73.
Prazo de pagamento: 5 de maio de 2021

Lojas Renner (LREN3)
Valor dos dividendos: R$ 30.889.473,22 (R$ 0,03894 por ação).
Prazo de pagamento: 07 de maio de 2021

Trisul (TRIS3)
Valor dos dividendos: R$ 45.000.000,00 (R$ 0,24191267 por ação)
Serão pagos em duas parcelas iguais de 22.500.000,00.
Prazo de pagamento: 04 de maio de 2021 e 06 de julho de 2021, respectivamente.

Even (EVEN3)
Valor dos dividendos: R$116.863.165,34 (R$ 0,56420831 por ação)
Prazo de pagamento: 17 de maio de 2021

Cosan (CSAN3)
Valor dos dividendos:  R$ 481.000.000,00 (R$ 1,03059279 por ação)
Prazo de pagamento: 20 de maio de 2021

Taesa (TAE4)
Valor dos dividendos: R$ 561.943.908,97 (R$ 0,54373071298 por ação e R$ 1,63119213894 por Unit)
Prazo de pagamento: 31 de maio de 2021

MRV (MRVE3)
Valor dos dividendos: R$ 130.658.407,34 (R$ 0,270585065 por ação)
Prazo de pagamento:  11 de maio de 2021

Imagem do autor

Repórter do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais