Mercado Financeiro

Mercado ao vivo: confira a Bolsa e o dólar nesta sexta-feira, 10 de dezembro

IPCA de novembro veio abaixo do esperado e analistas apostam em uma posição mais branda do BC sobre a política monetária

Data de publicação:10/12/2021 às 11:13 - Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Após fechar em queda de quase 2% na véspera, a B3 opera firme em alta, buscando recuperar os ganhos, descolada do exterior, com o mercado repercutindo os dados da inflação de novembro, cuja alta de 0,95% veio abaixo do esperado pelo mercado.

Ainda no pacote do dia, o índice de preços ao consumidor (CPI, em inglês) surpreendeu os analistas, ao avançar 0,8% em novembro, número acima do projetado pelos analistas. Por lá, os futuros também seguem no terreno positivo. Às 16h54, o Ibovespa subia 1,10%, aos 107.461. O dólar também subia 0,76%, cotado a R$ 5,616.

Bolsa opera em alta com o mercado repercutindo a inflação aqui e lá fora
Investidores repercutem os dados da inflação no Brasil e nos Estados Unidos nesta sexta-feira, 10 - Foto: Anna Nekrashevich

A valorização dos papéis dos grandes bancos e da Petrobras, com a elevação do preço do petróleo no mercado internacional, também contribuem para a subida forte do principal índice da B3. Às 13h18, a petroleira subia 0,85% e o IFNC, índice financeiro da Bolsa que engloba os gigantes financeiros, valorizava 1,48%.

O avanço de 0,95% da inflação de novembro, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ao longo da manhã, surpreendeu positivamente os economistas, que esperavam variação mensal entre 1,06% e 1,15%, e mediana de 0,94%. Em 12 meses, o acúmulo do indicador é de 10,74%, também inferior aos 10,87% projetados pelo BTG Pactual.

De acordo com os analistas, o indicador pode reforçar a adoção de uma posição mais branda do Banco Central daqui em diante, porém ainda é preciso observar os próximos meses.

Apesar de ter elevado a taxa Selic em 1,5 ponto porcentual, como o previsto, a autoridade monetária surpreendeu ao sinalizar que persistirá perseguindo a convergência das expectativas para as metas de inflação para os próximos anos, mesmo em meio aos sinais de desaquecimento da atividade econômica, que já mostra recessão técnica.

Segundo o economista-chefe da Necton, André Perfeito, a conjunção de dados melhores na margem da inflação e melhora nas expectativas do indicador do relatório Focus, do Banco Central, podem começar a reverter o mau humor com os ativos brasileiros.

“Estamos entrando na fase ‘menos pior’ dos dados econômicos, na qual o valor em si ainda é ruim, mas já aponta fadiga. Isso não quer dizer que irá melhorar a economia no curto prazo, mas só de vir melhor na margem já irá abrir espaço para a correção dos juros e da Bolsa”, ressaltou.

Juros futuros

As taxas de juros negociadas no mercado futuro iniciaram o dia em queda. Por volta das 13h20 desta sexta-feira, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2023 tinha taxa de 11,36%, contra 11,56% da abertura. O DI para janeiro de 2025 projetava 10,31%, ante 10,54%. E o vencimento de janeiro de 2027 tinha taxa de 10,26%, contra 10,51%.

Sobe e desce da Bolsa

Nesta sexta-feira, as siderúrgicas operam mistas, com o preço do minério de ferro em leve queda. Às 13h22, a Vale e a CSN recuavam 0,15% e 2,78%, na sequência. Já a Usiminas e a Gerdau subiam 1,93%.

Na esteira de alta, um dos destaques é a Locaweb. A empresa anunciou a estruturação de um programa de investimento em corporate venture capital por meio do qual pretende investir o valor de até R$ 100 milhões por meio de um fundo de investimento em participações. Às 13h26, as ações avançavam 2,97%.

Após comunicar o mercado que pretende investir entre R$ 10 bilhões e R$ 12 bilhões no próximo ano, as ações da Simpar subiam acentuadamente 4,36% no mesmo horário.

A Vamos anunciou a aquisição de 100% da HM Empilhadeiras, por R$ 150 milhões, as ações da empresa valorizavam 3,40%, às 13h27.

Em alta

Méliuz (CASH3)+ 9,85%
Banco Pan (BPAN4)+ 9,41%
Eztec (EZTC3)+ 8,99%
Banco Inter (BIDI11)+ 7,12%
BTG Pactual (BPAC11)+ 7,18%

Em queda

Magazine Luiza (MGLU3)- 2,71%
CSN (CSNA3)- 2,70%
Weg (WEGE3)- 1,67%
Bradesco (BBDC4)- 1,03%
Dados atualizados às 13h45

Exterior

Nova York

Nos Estados Unidos, os futuros nas bolsas americanas operam em alta, refletindo os dados do CPI de novembro acima do projetado pelos analistas. Somam-se a isso ainda a preocupação com o avanço da variante ômicron e a eficácia das vacinas disponíveis no mercado.

A recuperação das ações enfrenta novos solavancos diante da expectativa da reunião do Fomc, que pode dar pistas sobre o ritmo de redução e aumento das taxas de juros.

De acordo com a XP, a última vez que a inflação esteve tão alta no país foi nos primeiros anos do governo Reagan, quando os Estados Unidos se encontravam em meio a uma recessão acentuada e persistente.

Bolsas americanas/futuros (10/12)

  • S&P 500: +0,50%
  • Dow Jones: + 0,19%
  • Nasdaq 100: + 0,63% (dados atualizados às 13h48)

Europa

Na zona do euro, a cautela também toma conta de alguns mercados por conta do avanço da variante ômicron, além da divulgação de novos dados econômicos, incluindo a inflação.

Os preços ao consumidor da Alemanha subiram fortemente em novembro, registrando sua maior leitura desde junho de 1992, segundo o escritório de estatísticas Destatis, nesta manhã. O índice de preços ao consumidor (CPI) do país alemão avançou 5,2% no período ante igual mês do ano passado e aumentou 6,0% ao ano. Ambos os números vieram em linha com as previsões dos economistas.

Na comparação mensal, o CPI alemão caiu 0,2% em novembro. O aumento na taxa de inflação foi causado principalmente por efeitos de base devido aos preços mais baixos em 2020, ressaltou o Destatis.

Nesse contexto, a redução temporária do imposto sobre o valor agregado e a queda acentuada nos preços dos produtos de óleo mineral também tiveram um efeito de alta sobre a inflação geral, enfatizou o escritório de estatísticas alemão.

No Reino Unido, a produção industrial do Reino Unido registrou queda de 0,6% em outubro ante setembro, informou o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla em inglês). O resultado contrariou a expectativa dos analistas, que previam alta de 0,1%. Na comparação anual, a produção da indústria local avançou 1,4%, ante projeção de crescimento de 2,1%.

Bolsas europeias (10/12)

  • FTSE MIB (Milão): - 1,42%
  • Stoxx 600 (Europa): - 0,29%
  • DAX (Frankfurt): - 0,09%
  • CAC 40 (Paris): - 0,24%
  • PSI 20 (Lisboa): - 0,60%
  • Ibex 35 (Madrid): - 0,48% (dados atualizados às 13h45)

Ásia

A maioria das bolsas da Ásia fechou em queda nesta sexta-feira, 10, com realização de lucros após três sessões de ganhos. Investidores no continente se desfizeram de ativos de risco, em meio às persistentes incertezas em relação à variante ômicron.

Na quinta-feira, o CEO da Pfizer, Albert Bourla, afirmou que uma quarta dose da vacina desenvolvida pela farmacêutica pode ser necessária para neutralizar a nova cepa, embora tenha destacado que dados do "mundo real" são necessários para formar uma conclusão definitiva.

Enquanto uma definição sobre a eficácia do imunizante contra a mutação do vírus não é finalizada, a covid-19 continua inspirando preocupação em vários países. A Coreia do Sul, em particular, registrou hoje o terceiro dia consecutivo com mais de 7 mil casos da doença, em uma onda de infecções que já sobrecarrega hospitais.

O primeiro-ministro sul-coreano, Kim Boo-kyum, admitiu que novas restrições à mobilidade poderão ser impostas caso a situação piore mais nos próximos dias.

As perdas em Tóquio foram puxadas principalmente por aéreas, diante das perspectivas negativas para o turismo em meio ao avanço da Ômicron. Os papéis de Japan Airlines e Air Nippon Airlines se desvalorizaram 2,13% e 0,81%, respectivamente.

Na China, a ação da Evergrande marcou queda de 1,67%, ainda em reação à notícia de que a incorporadora entrou em default da dívida.

Na Oceania, a mineradora Fortescue Metals Group caiu 0,82%, após a empresa anunciar renúncia da CEO Elizabeth Gaines, à medida que busca guinada para transição ao sistema de baixo carbono. / com Tom Morooka e Agência Estado

Fechamento/bolsas asiáticas (10/12)

Kospi (Seul): - 0,64% (3.010 pontos)
Nikkei (Japão): - 1,00% (28.437 pontos)
Xangai (China): - 0,18% (3.666 pontos)
Taiex (Taiwan): - 0,49% (17.826 pontos)
S&P/ASX 200 (Oceania): - 0,42% (7.353 pontos)

Sobre o autor
Julia Zillig
Repórter do Portal Mais Retorno.
Método Asset-Liability

Método Asset-Liability

O que é Método Asset-Liability? O método Asset-Liability (ALM) é um tipo de gestão de riscos, para determinado investimento, que consiste em um monitoramento coordenado entre...

  CONTINUAR LENDO