Mercado Financeiro

Mercado ao vivo: confira as movimentações da Bolsa e dólar nesta sexta-feira

A Bolsa abriu o dia em alta, puxada por commodities

Data de publicação:07/01/2022 às 11:24 - Atualizado 15 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Depois de registrar a primeira alta do ano na véspera, a Bolsa de Valores segue com alta nesta sexta-feira, 07, mais uma vez puxada pelo desempenho positivo das commodities nos mercado internacionais. Às 15h36, o Ibovespa registrava uma valorização de 0,92%%, aos 102.500 pontos, enquanto o dólar recuava 0,91%, retornando ao patamar dos R$ 5,63.

As empresas que têm o maior peso dentro da B3, Vale e Petrobras, também estão subindo neste pregão, impulsionando para cima o Ibovespa. No mesmo período, os papéis da mineradora avançavam 3,12%, na esteira das altas registradas pelo minério de ferro, e a petroleira subia 0,36%.

Bolsa de Valores
Foto: Envato

Apesar das altas que mais contribuem para o avanço da Bolsa virem da Vale e da Petrobras, os investidores hoje estão bastante atentos ao desempenho das ações do Banco Modal, que disparavam 44,79%, às 15h37, após a XP anunciar a aquisição de 100% da companhia.

Sobe e desce na Bolsa

As maiores altas do dia na Bolsa

EmpresaCódigoVariação
Banco InterBIDI11+14,34%
PetroRioPRIO3+6,01%
3R PetroleumRRRP3+4,94%
AzulAZUL4+3,60%
CCRCCRO3+3,27%
Fonte: B3 | Atualizado às 15h40

As maiores baixas do dia na Bolsa

EmpresaCódigoVariação
AmericanasAMER3-4,78%
Lojas AmericanasLAME4-4,36%
ViaVIIA3-3,90%
PositivoPOSI3-2,92%
BB SeguridadeBBSE3-2,69%
Fonte: B3 | Atualizado às 15h40

Principais notícias que agitam as negociações da Bolsa nesta sexta

Estados Unidos: payroll

A economia dos Estados Unidos criou 199 mil empregos em dezembro, em termos líquidos, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 7, pelo Departamento do Trabalho do país. O resultado ficou bem abaixo da expectativa de analistas consultados pelo?The Wall Street Journal, de geração de 422 mil vagas.

Por outro lado, a taxa de desemprego dos EUA recuou de 4,2% em novembro para 3,9% em dezembro, ficando abaixo do consenso do mercado, de 4,1%. Além disso, o Departamento do Trabalho revisou para cima os números de geração de postos de trabalho de novembro, de 210 mil para 249 mil, e também de outubro, de 546 mil para 648 mil.

Em dezembro, o salário médio por hora aumentou 0,61% em relação a novembro, ou US$ 0,19, a US$ 31,31, superando o consenso de alta de 0,40%. Na comparação anual, houve acréscimo salarial de 4,68% no último mês, acima da projeção de 4,20%.

Novos dados da zona do euro

Inflação ao consumidor

A taxa anual de inflação ao consumidor (CPI, pela sigla em inglês) da zona do euro atingiu a máxima histórica de 5% em dezembro, acelerando levemente em relação à alta de 4,9% observada em novembro, segundo dados preliminares divulgados hoje pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. O resultado do mês passado surpreendeu analistas consultados pelo?The Wall Street Journal, que previam arrefecimento da taxa a 4,7%.

O CPI recorde, que é igual à taxa de julho de 1991, amplia pressões para que o Banco Central Europeu (BCE) aperte sua política monetária. A meta de inflação do BCE é de 2%.

O núcleo do CPI, que desconsidera os preços de energia e de alimentos, teve acréscimo anual de 2,6% em dezembro, um pouco maior do que o aumento de 2,5% projetado pelo mercado.

Vendas no varejo

As vendas no varejo da zona do euro subiram 1% em novembro ante outubro, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 7, pela agência oficial de estatísticas da União Europeia (UE), a Eurostat. O resultado surpreendeu analistas consultados pelo?The Wall Street Journal, que previam queda de 0,5% nas vendas do período.

Na comparação anual, as vendas do setor varejista do bloco tiveram expansão de 7,8% em novembro. A Eurostat também revisou para cima sua estimativa mensal para as vendas de outubro, para aumento de 0,3%.

Índice de sentimento econômico

O índice de sentimento econômico da zona do euro, que mede a confiança de setores corporativos e dos consumidores, caiu de 117,6 pontos em novembro para 115,3 pontos em dezembro, atingindo o menor nível em sete meses em meio ao aumento das infecções pela covid-19 com a disseminação da variante ômicron, segundo dados publicados nesta sexta-feira pela Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia.

O resultado do mês passado ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo?The Wall Street Journal, que previam queda do indicador a 116,2 pontos.

Apenas a confiança do consumidor diminuiu de -6,8 em novembro para -8,3 pontos em dezembro, confirmando a estimativa inicial, e a de serviços caiu de 18,3 para 11,2 pontos no mesmo período, mas a da indústria subiu de 14,3 para 14,9 pontos, contrariando previsão de recuo a 13,9 pontos.

Desempenho das bolsas europeias

Após a divulgação dos dados econômicos no continente, os principais índices europeus operam majoritariamente em baixa. Às 10h54, eram registradas as seguintes variações:

  • Stoxx 600 (índice pan-europeu): baixa de 0,57%
  • FTSE 100 (Londres): baixa de 0,01%
  • DAX (Alemanha): baixa de 0,79%
  • CAC 40 (França): baixa de 0,57%
  • FTSE MIB (Itália): baixa de 0,13%
  • Ibex 35 (Espanha): baixa de 0,78%
  • PSI 20 (Portugal): alta de 0,44%

Ásia: bolsas fecham sem direção única

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta sexta-feira, 7, enquanto investidores aguardam novos dados do mercado de trabalho dos EUA, que têm forte influência na direção da política monetária americana, e acompanham a difícil situação do setor imobiliário chinês.

Após relatos de que a incorporadora chinesa deu calote num pagamento de empréstimo, no último sinal das dificuldades financeiras enfrentadas pela indústria imobiliária da China, o papel do Shimao Group sofreu um tombo de 5,43%.

  • Xangai Composto (China continental): baixa de 0,18%
  • Shenzhen Composto (China continental): baixa de 1,15%
  • Hang Seng (Hong Kong): alta de 1,82%
  • Nikkei (Japão): baixa de 0,03%
  • Kospi (Coréia do Sul): alta de 1,18%
  • Taiex (Taiwan): baixa de 1,08%

Na Oceania, a bolsa australiana se recuperou parcialmente das perdas de ontem. O S&P/ASX 200 garantiu alta de 1,29% em Sydney, a 7.453,30 pontos, apagando parte do tombo de 2,74% da sessão anterior. / com Agência Estado

Sobre o autor
Bruna Miato
Repórter na Mais Retorno
SG&A

SG&A

O que é SG&A? SG&A é uma abreviação para Selling General & Administrative Expense. Em tradução livre para o Português, o termo significa despesas administrativas de...

  CONTINUAR LENDO