Logo Mais Retorno
Bolsa
Outros

Mais Retorno lança novos conjuntos de lâminas com dados sobre FIIs, Fiagro, FIPs, BDRs e ETFs

Investidores passam a contar com um leque ainda maior de informações no portal, para ajudá-lo na composição de sua carteira e na tomada de decisão sobre os melhores investimentos

Data de publicação:15/08/2022 às 05:00 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:

A Mais Retorno, fintech especializada em investimentos e em notícias do mercado financeiro, segue avançando em sua meta de se tornar um verdadeiro hub de dados para os investidores. Após colocar no mercado ferramentas como o rastreador de fundos, comparador de ativos e um conjunto de lâminas de ações, desta vez a empresa foi mais longe.

A partir de agora, passa a oferecer para os investidores lâminas com informações sobre outros produtos financeiros, como fundos imobiliários (FIIs), Fiagro, FIPs, BDRs, ETFs, entre outros. Confira AQUI as novidades.

Mais Retorno
A partir de agora, a Mais Retorno passa a oferecer informações ainda mais completas sobre os produtos financeiros - Foto: Mais Retorno

Segundo Felipe Medeiros, sócio e fundador da Mais Retorno, a ideia é entregar para o investidor informações sobre o mercado de forma completa, "e não apenas sobre fundos, como fazíamos até então".

"Ter dados cada vez mais completos dos tipos de investimentos disponíveis no mercado permite que o leitor faça comparações entre diferentes ativos, além de simulação de carteiras para tomar as melhores decisões. Isso permitirá a ele aprender como balancear e diversificar as opções, criando um portfólio inteligente para obter os melhores resultados".

Felipe Medeiros, da Mais Retorno

Informações das lâminas

Inicialmente, as páginas dos diferentes ativos trazem informações sobre todos os produtos listados na Bolsa de Valores, a B3. Cada produto tem uma lâmina específica com dados como preço, rentabilidade de vários períodos - incluindo a possibilidade de personalização - informações sobre o setor ou segmento no qual ele está atrelado, notícias relacionadas ao tema, entre outros.

Completam o pacote ainda gráficos com o histórico de indicadores, como o de volatilidade, por exemplo, e drawdown do ativo.

Segundo Medeiros, a intenção é refinar cada vez mais a página de cada produto com outras informações, tornando-as cada vez mais completas. "Estamos trabalhando nisso para podermos trazer mais dados sobre cada produto ao longo deste semestre".

Fundos imobiliários

Os FIIs caíram nas graças dos investidores nos últimos anos e se tornaram uma opção para quem quer ter lucros no bolso constantemente. Segundo dados da B3, no fim de 2018, havia 208 mil cotistas. Após cerca de três anos, esse número saltou 660%, para 1,58 milhão.

Na página de cada FII é possível encontrar informações como razão social do fundo, CNPJ, rentabilidade, volatilidade e rentabilidade no início de sua atividade e também em 12 meses.

Confira abaixo um exemplo da lâmina de um FIIs

Mais Retorno

Fiagro

Focado no agronegócio, um dos setores mais importantes da economia brasileira e que representa 27,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do País, os Fiagros (Fundos de Investimento em Cadeias Agroindustriais) contabilizaram uma captação líquida de R$ 1,01 bilhão nos primeiros seis meses do ano.

A classe registrou um patrimônio líquido de R$ 4,7 bilhões e totalizou 63 mil cotistas em junho de 2022. A expectativa é que esses números cresçam ainda mais, sobretudo, neste momento em que o ciclo de alta dos juros está próximo do fim, de acordo com especialistas.

Veja um exemplo de página de um Fiagro

Mais Retorno

FIPs

Os Fundos de Investimento em Participações (FIPs) envolvem uma união de recursos destinados à aplicação em companhias abertas, fechadas ou sociedades limitadas que estão em fase de desenvolvimento, como as startups.

De acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), a categoria de fundos que mais cresceu no ano passado foi a FIP, com salto de 96,3% em número de cotas.

Os investidores que marcam posição nesse tipo de ativo participam do crescimento de companhias com alto potencial de retorno, com oportunidades de ganhos relevantes, mas também de alto risco.

Veja um exemplo da lâmina de um FIP

Mais Retorno

BDRs

Os brasileiros abriram o leque de opções de investimentos e passaram a olhar com mais atenção para o mercado internacional. Prova disso é o crescimento exponencial do mercado de BDRs (Brazilian Depositary Receipts), recibos utilizados pela B3 para possibilitar que os investidores locais invistam em ações de companhias listadas nos Estados Unidos.

De acordo com dados da Bolsa, o número de investidores com recursos alocados em BDRs somava 2,9 mil, mas disparou em dois anos, atingindo 306 mil. Em abril deste ano, chegou a 360,6 mil, dos quais quase 98% são pessoas físicas.

Veja como é a lâmina de um BDR

Mais Retorno

ETFs

Considerado um dos instrumentos queridinhos dos investidores brasileiros para acessar o mercado internacional, os ETFs (Exchange Traded Funds) têm como um dos pontos altos a possibilidade de investir em setores sem relevância no mercado local.

De acordo com dados da B3, o número de ETFs existentes nos EUA contabilizam mais de 70 opções. E segundo dados de uma pesquisa da PwC, os fundos de índice sob gestão no mundo devem atingir US$ 18 trilhões até 2026.

Saiba como é a lâmina de um ETF no portal da MR

Lâmina ETFs

Leia mais

Mais Retorno lança nova ferramenta com informações sobre ações
Guia de Renda Fixa da Mais Retorno traz tudo sobre o setor
Mais Retorno lança novo guia sobre fundos imobiliários (FIIs)
VÍDEO: tutorial - como usar o comparador de ativos Mais Retorno
Mais Retorno anuncia novas funcionalidades em seu portal

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter