Logo Mais Retorno
carteira
post

Mesmo com a alta do Ibovespa em agosto, eleições e cenário macro global ainda demandam cautela, diz Ibiuna

Ibiuna mantem cautela com investimentos em ações

Data de publicação:12/09/2022 às 05:00 -
Atualizado 3 meses atrás
Compartilhe:

Com menos de um mês para o primeiro turno das eleições presidenciais de 2022, os dois candidatos que lideram as pesquisas de intenção de votos são o ex-presidente Lula e o atual presidente Jair Bolsonaro. Para a gestora Ibiuna, apesar das divergências ideológicas entre os dois, o principal ponto de atenção em relação ao novo governo é menos sobre quem vai assumir e mais sobre como será a condução da política fiscal.

"Uma condução conservadora e racional das contas fiscais induzirá a uma redução dos prêmios de risco locais, e consequentemente a apreciação dos ativos domésticos. Apesar de acreditarmos que ambos os candidatos apresentarão planos relativamente razoáveis (não irão para o “populismo”), a execução no curto prazo exigirá decisões difíceis e impopulares do novo presidente eleito (o que explica nossa continuada cautela)", afirma a gestora, em carta enviada aos investidores.

Profissionais do mercado financeiro carteiras administradas agenda econômica ibiuna
Ibiuna mantém cautela com investimentos em ações | Foto: Reprodução

Em agosto, o Ibovespa registrou uma valorização de 6,2% e o dólar encerrou o mês cotado a R$ 5,18. Neste mesmo contexto, os fundos de ações do portfólio da Ibiuna também apresentaram desempenho positivo:

  • O Ibiuna Long Short STLS avançou 6,59%;
  • O Ibiuna Long Biased avançou 5,78%;
  • O Ibiuna Equities 30 avançou 7,52%.

No entanto, esse movimento de alta não reflete uma melhora no cenário global de aversão aos riscos. De acordo com a gestora, "os preços dos ativos foram especialmente influenciados por movimentos de fundos quantitativos globais durante o período de menor liquidez nos mercados desenvolvidos (férias no hemisfério norte)".

O portfólio da Ibiuna

"As posições investidas em nossos fundos continuam refletindo esse cenário incerto para os próximos trimestres", destacam os gestores. Entre as ações presentes no portfólio dos fundos de ações da gestora, a carta ressalta os papéis da Cielo (CIEL3) e BB Seguridade (BBSE3) no setor financeiro, M. Dias Branco (MDIA3) no setor de alimentos e Auren Energia (AURE3) no setor de energia elétrica.

Sobre Cielo e BB Seguridade, a Ibiuna pontua que as empresas são defensivas para a carteira e apresentam perspectivas de bons resultados no médio prazo. Sobre a Auren Energia, a gestora justifica sua escolha pela ação explicando que a empresa mostrou um nível alto de contratação de sua capacidade de geração para os próximos anos.

"No setor de alimentos, continuamos aumentando nossa posição em M. Dias Branco (MDIA3) dado os aumentos de preços que a empresa conseguiu repassar nos últimos meses e as quedas recentes dos preços das commodities agrícolas (esperamos expansões sequenciais de margens nos próximos trimestres)."

Ibiuna, em carta

Rentabilidade das ações de destaque do portfólio da Ibiuna

AçãoRent. em um mêsRent. em 2022Rent. em 12 meses
Cielo-6,91%+129,16%+119,21%
BB Seguridade+1,84%+49,41%+68,49%
M. Dias Branco+0,35%+78,18%+47,14%
Auren Energia-3,77%-10,79%*-
Fonte: Lista de Ativos da Mais Retorno | *Ação estreou na B3 em abril de 2022

Cenário global

De acordo com a Ibiuna, o processo inflacionário global "ainda parece estar longe de ser controlado", embora nos últimos dois meses os mercados desenvolvidos tenham apresentado leve desaceleração em seus índices de inflação, puxados pela desvalorização no preço do petróleo. Essa queda da commodity é devida, principalmente, às perspectivas de que a demanda pode ser reduzida em um cenário de recessão econômica.

"Ao mesmo tempo, os indicadores macroeconômicos de atividade e emprego continuam indicando economias em desaceleração, mas longe de estarem em recessão (a única exceção aqui parece ser a União Europeia, cuja economia está sofrendo devido aos preços de energia além de todos os outros choques globais)."

Ibiuna, em carta

A gestora pontua, ainda, que o ciclo de aperto monetário deve continuar por algum tempo, tendo em vista que as atuais taxas de juros não estão em patamares capazes de frear a escalada de preços. "Assim, continuamos com a visão de que o custo de capital das empresas deve continuar aumentando nos próximos meses, o que deve impactar negativamente os valuations das empresas listadas de forma geral."

Leia mais

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter

,