Economia

EUA criam 199 mil postos de trabalho em dezembro, menos que o esperado

Taxa de desemprego cai, e Federal Reserve vai acelerar a retirada de estímulos da economia americana

Data de publicação:07/01/2022 às 17:08 - Atualizado 16 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A economia dos Estados Unidos criou 199 mil empregos em dezembro, em termos líquidos, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 7, pelo Departamento do Trabalho do país. O resultado ficou bem abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de geração de 422 mil vagas nos EUA.

Por outro lado, a taxa americana de desemprego recuou de 4,2% em novembro para 3,9% em dezembro, ficando abaixo do consenso do mercado, de 4,1%. Além disso, o Departamento do Trabalho revisou para cima os números de geração de postos de trabalho de novembro, de 210 mil para 249 mil, e também de outubro, de 546 mil para 648 mil.

EUA
Símbolo do Federal Reserve

Em dezembro, o salário médio por hora aumentou 0,61% em relação a novembro, ou US$ 0,19, a US$ 31,31, superando o consenso de alta de 0,40%. Na comparação anual, houve acréscimo salarial de 4,68% no último mês, acima da projeção de 4,20%.

Aceleração do tapering

Se a criação de empregos não mostra tanto firmeza da economia americana, já a taxa de desemprego que vem caindo mês a mês, talvez venha reforçar a necessidade de medidas monetárias mais restritivas nos EUA.

A presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de São Francisco, Mary Daly afirmou nesta sexta-feira, 7, que há muita incerteza no cenário econômico nos Estados Unidos. "Correr para uma conclusão pode ser muito debilitante", disse, em evento online da Associação Americana de Economia.

A dirigente avaliou que a comunicação do Fed tem sido "razoavelmente boa". "Acho que muitas pessoas não previram que poderíamos acelerar o tapering", ponderou.

Entretanto, quando os dados vieram, o banco central começou a comunicar essa possibilidade para não surpreender o mercado. "Quando o comunicado oficial veio, foi quase um não evento", comentou.

Espiral dos salários pode trazer preocupação aos EUA

Mary Daly afirmou ainda que a espiral de alta nos salários nos Estados Unidos é algo a se ter em mente, mas que ainda não a vê presente nos dados. Para a dirigente, que não vota nas decisões monetárias deste ano, a estabilidade das expectativas para inflação no longo prazo atenua as preocupações.

Ela pontuou, porém, que caso a espiral de salário ocorra, seria "bem difícil" de pará-la.

A dirigente afirmou ainda que a alta na inflação não é temporária nos EUA porque a covid-19 também não é temporária, como foi pensado a princípio.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!
Método Asset-Liability

Método Asset-Liability

O que é Método Asset-Liability? O método Asset-Liability (ALM) é um tipo de gestão de riscos, para determinado investimento, que consiste em um monitoramento coordenado entre...

  CONTINUAR LENDO