Fundos de Investimentos

Entre os 10 fundos de renda fixa que pagam bem mais que o CDI nem todos cobrem a inflação; confira

Rentabilidade dos campeões fica entre 6,52% e 9,86%, enquanto o DI está em 2,52% no ano

Data de publicação:11/10/2021 às 10:48 - Atualizado 17 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Sem dúvida, os fundos de renda fixa campeões de rentabilidade em 2021 estão remunerando o investidor em níveis bem mais elevados que a maioria das aplicações em renda fixa. Embora com rendimento atraente, alguns fundos não conseguem acompanhar a arrancada da inflação.

Basta dar uma espiada nos 10 fundos de renda fixa mais rentáveis para constatar que o resultado acumulado no ano, entre 6,52% e 9,86%, ganha de longe do DI de janeiro a setembro deste ano, de 2,52%. E a comparação é ainda mais impactante quando feita com a caderneta de poupança, que rendeu 1,79% no mesmo período.

Pelos números que vão na tabela acima fica claro que há opções mais interessantes entre os próprios fundos de renda fixa, e mais rentáveis que outras modalidades dentro do segmento conservador e seguro da renda fixa.

A maioria dos fundos com melhor desempenho é formado por papeis de crédito, que financiam geralmente empresas do setor de infraestrutura. O dinheiro do cotista é repassado a elas em forma de financiamento, e a rentabilidade do fundo vem do pagamento da dívida mais os juros. A captação é feita por meio da emissão de debêntures.

Embora pertençam à classe de renda fixa e ofereçam uma remuneração mais atraente, as debêntures embutem nível de risco mais alto. Esse risco está ligado à inadimplência, quer dizer, à falta de pagamento das empresas que tomaram o crédito, mas que pode ser reduzido a níveis próximos de zero com análise e seleção detalhadas do gestor.

Uma gestão aprimorada consiste O diferencial está em verificar o potencial de crescimento e capacidade de pagamento dos devedores. Segundo especialistas do mercado, o nível de inadimplência é bem baixo no setor. Vale dizer também que as debêntures não são cobertas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

A maioria dessas debêntures, as ligadas ao financiamento de obras de infraestrutura, tem incentivo fiscal e é isenta de imposto de renda. Um fator adicional que contribui para uma rentabilidade mais atraente ao cotista.

Fundos de renda fixa perdem da inflação

Ainda que estejam em destaque dentro do segmento de renda fixa, esses 10 fundos de renda fixa ainda não conseguem acompanhar a inflação. Embora os juros estejam subindo, a alta da inflação está mais acelerada.

Em setembro, apenas o Schroder Premium apresentou um desempenho capaz de repor as perdas do poder aquisitivo do dinheiro e ainda uma pequena parcela de ganho real. O Schroder High e o Infinity Tiger chegaram perto, mas não tiveram o mesmo gás.

No ano, para uma inflação acumulada de 6,90%, seis fundos repuseram integralmente as perdas e proporcionaram ganho real ao cotista. E em 12 meses, apenas o Infinity Tiger e o Infinity Select tiveram condições de bater a inflação.

Fundos que superaram a inflação em setembro

Dos 769 fundos que foram considerados para o ranking, 17 renderam mais que os 1,16% de inflação em setembro, proporcionando ganho real ao cotista. Apenas o Schroder Premium que compõe a lista dos campeões de rentabilidade em 2021 está também entre os fundos que ganharam da inflação no mês.

Ao mesmo tempo, nenhum dos mais rentáveis em setembro conseguiu repor a inflação acumulada no ano de 6,90%. Por isso, ao avaliar um fundo, sempre vale a pena olhar o seu histórico de remuneração.

As condições de cada fundo

1 - Infinity Tiger Alocação Dinâmica FI RF: aplicação mínima inicial, movimentações seguintes e saldo de R$ 500; a taxa de administração é de 0,50%; o resgate é creditado no dia útil seguinte ao da solicitação; em 114 meses de operação, a cota teve variação negativa em 28 deles

2 -  Schroder Premium 45 Advisory: aplicação mínima inicial de R$ 1 mil; saldo mínimo remanescente R$ 500; taxa de administração 0,50% e máxima de até 1%; taxa de performance de 20% sobre o que exceder o CDI; em15 meses de operação a variação foi positiva em todos eles

3 - BTG Pactual Debêntures Incentivadas FIC Incentivados Investimentos Infraestrutura RF: aplicação inicial e saldo mínimo remanescente de R$ 1 mil; taxa de administração de 1%; taxa de performance de 20%; crédito do resgate em 31 dias; em 35 meses de operação, a variação foi negativa em 5 deles

4 - Schroder High Grade Advisory: aplicação mínima inicial R$ 200 mil, movimentações seguintes R$ 100,00; taxa de administração de 0,60% a 1%; resgate creditado no dia útil seguinte ao da solicitação; em 35 meses de operação, em 2 deles a variação da cota foi negativa

5 - Capitânia FIC Incentivados Investimento Infraestrutura CP: aplicação mínima inicial e saldo remanescente de R$ 1 mil; taxa de administração de 0,90% a 1,25%; resgate creditado em 90 dias; em 35 meses de operação, em 5 a variação foi negativa

6 - Infinity Select: FI RF LP: aplicação mínima inicial e saldo remanescente de R$ 500; taxa de administração de 0,70%; taxa de performance de 20% sobre o que exceder o CDI; resgate no mesmo dia da solicitação se feita até as 12hs; em 46 meses de operação, a variação da cota foi negativa em apenas 1 deles

7 - ARX Vinson Clean FIC FI RFCP: aplicação mínima inicial e saldo remanescente de R$ 1 mil: taxa de administração de 0,33% a 0,62%: crédito do resgate em 31 dias após a solicitação; em 14 meses de operação, em nenhum deles houve variação negativa da cota

8- Devant Magna: aplicação mínima inicial de R$ 1 mil; movimentações seguintes mínima de R$ 100; não é cobrada taxa de administração; resgate creditado em 31 dias após a solicitação; em 34 meses de operação, a variação da cota foi negativa em 2

9- ARX Vinson FIC FIRF CP: aplicação mínima e saldo remanescente de R$ 1 mil; taxa de administração de 0,5% a 0,8%; crédito do resgate em 31 dias corridos após a solicitação; em 37 meses de operação, 2 tiveram variação negativa

10 - ARX Vinson FIC FI RF CP Access: aplicação mínima e saldo remanescente de R$ 5 mil; sem taxa de administração; crédito do resgate em 31 dias após a solicitação: em 36 meses de operação, em 2 a variação da cota foi negativa

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Regina PitosciaEditora do Portal Mais Retorno.
Balança Corrente

Balança Corrente

O que é Balança Corrente? A Balança Corrente é uma das contas da contabilidade nacional formada pela soma de outras três balanças, que são: Balança Comercial;...

  CONTINUAR LENDO