Fundos de Investimentos

Ranking: conheça os 4 fundos de renda fixa que renderam mais que a inflação em 12 meses

Rendimento no período ganhou de lavada do CDI, de 3,3% no período

Data de publicação:09/11/2021 às 05:00 - Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Quatro fundos de renda fixa conseguiram proteger o investidor dos efeitos corrosivos da inflação nos últimos 12 meses: o Infinity Tiger Alocação Dinâmica, o Infinity?Select, o Schroder High Grade Advisory e o BTG Pactual Debêntures Incentivadas.?

Considerando que a inflação medida pelo?IPCA acumulada?em 12 meses, de outubro do ano passado a setembro desse ano, ficou em 10,25%, esses quatro fundos protegeram o dinheiro e ainda pagaram ganho real ao investidor, acima da inflação.

O dado definitivo da inflação para o mesmo período usado nesse estudo exclusivo do portal Mais Retorno será conhecido nesta quarta-feira, dia 10, mas não deverá ficar muito distante dos 10,25%.

Fundos de renda fixa vencedores

Chegamos a esses vencedores em um universo de 772 fundos de renda fixa, ao considerar os abertos a investidores no período, com um total de pelo menos 60 cotistas e patrimônio a partir de R$ 17 milhões.

O resultado proporcionado ao investidor ganha mais relevância?por ter sido?alcançado em períodos em que a taxa básica de juros, a Selic, estava em suas mínimas históricas.

Nesse intervalo do levantamento, de outubro de 2020 a janeiro deste ano, a Selic era de 2,00% ao ano;?em março, passou para 2,75%;?em maio para 3,50%;?em junho,?subiu para 4,25%;?em agosto para 5,25%; em setembro,?para?6,25%,?e em outubro,?para 7,75%.

É?verdade?que esses fundos têm suas carteiras forradas de papéis de crédito privado, especialmente as debêntures incentivadas. Para?atrair mais?captação, as empresas costumam oferecer taxas mais altas, descoladas da Selic. Além disso, contam com incentivo fiscal?que isentam o rendimento?de imposto de renda, daí?por que?geralmente?proporcionam?um retorno vistoso ao investidor.

Oferecem, no entanto, algum grau de risco que está ligado à inadimplência por se tratar de títulos de crédito. Segundo os especialistas são raros os casos de empresas que não cumprem com esses compromissos, uma vez que a próprio mercado costuma fazer sua própria seleção dos emissores.

À medida que o juro básico da economia sobe, a remuneração dos títulos de crédito também acompanha a curva, de modo a manter a competitividade. Isso significa que o desempenho desses fundos tende a seguir atraente e correndo acima dos papéis diretamente atrelados à Selic.

O rendimento pago pelos campeões também ganhou de lavada do CDI que, em 12 meses, ficou em torno de 3,3%.

Retorno em 2021

Os quatro fundos também não decepcionam?neste?ano. Até setembro, a inflação acumulada está em 6,90% e com a inflação de outubro, que será conhecida nesta quarta-feira, 10, o total deve ficar em torno de 8,20%.

Veja na tabela que, de janeiro a outubro, três fundos tendem a cobrir a inflação:?o?Infinity Tiger,?o?Schroder High Grade e o BTG Pactual Debêntures. Apenas o Infinity Select deverá pagar menos que a inflação.

Mais informações sobre os fundos

Infinity Tiger Alocação Dinâmica FI RF: aplicação mínima inicial e saldo remanescente de R$ 500; taxa de administração de 0,50%; o resgate é creditado no dia seguinte ao da solicitação

Infinity Select FI RF LP: aplicação mínima inicial e saldo remanescente de R$ 500; taxa de administração de 0,70%; taxa de performance sobre o que exceder o CDI; resgate no mesmo dia da solicitação, se feita até as 12hs.

Schroder High Grade Advisory FI RF CP: aplicação mínima inicial de R$ 200 mil, movimentações seguintes de R$ 100,00; taxa de administração entre 0,60% a 1%; resgate creditado no dia útil seguinte ao da solicitação

BTG Pactual Debêntures Incentivadas FIC Incentivdos Investimentos Infraestrutura RF: aplicação inicial e saldo mínimo remanescente de R$ 1 mil: taxa de administração de 1%; taxa de performance3 de 20% sobre o que exceder o DI; crédito do resgate em 31 dias

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Editora do Portal Mais Retorno.
Método Asset-Liability

Método Asset-Liability

O que é Método Asset-Liability? O método Asset-Liability (ALM) é um tipo de gestão de riscos, para determinado investimento, que consiste em um monitoramento coordenado entre...

  CONTINUAR LENDO