Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Bolsa sobe 0,93% puxada pelo bom humor no exterior e pelas commodities; dólar cai 0,32%

Investidores repercutiram valorização do petróleo, minério de ferro, mercado de trabalho americano e PIB brasileiro durante o dia

Data de publicação:02/06/2022 às 19:29 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Em mais um dia de volatilidade, a Bolsa de Valores brasileira, a B3, operou entre perdas e ganhos, mas acabou fechando no terreno positivo nesta quinta-feira, 2. O Ibovespa encerrou o pregão com alta de 0,93%, aos 112.392 pontos. Já o dólar caiu 0,32%, cotado a R$ 4,78.

O principal fator positivo que influenciou o avanço do principal índice da B3 foi a valorização do minério de ferro na China, diante de perspectivas de retomada da economia no País.

Bolsa
Valorização do minério de ferro no exterior impulsionou alta das ações das siderúrgicas, o que ajudou na valorização do Ibovespa durante a sessão - Foto: Envato

Segundo André Meirelles, diretor de alocação e distribuição da InvestSmart XP, a notícia de que o governo chinês planeja mais medidas de estímulo à economia estimulou a alta da commodity.

André Esteves, da Blue 3, ressalta que o minério de ferro subiu 4%, a US$ 140 a tonelada, o que favoreceu a elevação de papeis de siderurgia que fazem parte do Ibovespa.

A Vale fechou com alta de 1,88%, mas outras ações como as da CSN Mineração, se posicionaram entre as maiores altas do dia, e fecharam com 9,28%.

PIB do País em alta

Durante o dia, os investidores também repercutiram os dados do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre de 2022, que apresentou alta de 1,0% e um avanço de 1,7% na comparação anual. No entanto, o resultado veio um pouco abaixo da projeção do mercado.

Os analistas reconheceram o avanço, mas ressaltaram que ainda há vários desafios para a economia nos próximos meses, tendo como um dos componentes, as eleições.

O dia na Bolsa

Maiores altas

AçãoVariação
Positivo Tecnologia (POSI3)15,33%
Cemig Mineração (CMIN4) 9,28%
Locaweb (LWSA3) 8,73%
Petz (PETZ3) 5,89%
Usiminas (USIM5) 5,24%

Maiores baixas

AçãoVariação
IRB Brasil (IRBR3)-3,33%
Eneva (ENEV3)-3,07%
Localiza (RENT3)-1,92%
Locamerica (LCAM3)-1,27%
Banco Santander (SANB11)-1,12%
Fonte: B3

Mercado internacional

Wall Street fecha em alta

No exterior, as bolsas americanas também oscilaram, mas concluíram a sessão também em alta. Durante o dia, o Departamento do Trabalho publicou que o número de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caiu 11 mil solicitações na semana encerrada em 28 de maio, somando 200 mil.

O resultado ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam 210 mil solicitações.

A vice-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Lael Brainard, reiterou a projeção de mais duas altas de 0,50 ponto porcentual nas próximas reuniões do Fomc (Copom americano) e declarou que ainda é cedo para dizer se haverá desaceleração no aumento para a reunião de setembro.

"Vale observar que um maior passo no ajuste de juros pode encurtar a duração do ciclo contracionista e vice-versa", ressalta André Meirelles.

Bolsas americanas/fechamento

  • S&P 500: +1,90% (417,39 pontos)
  • Dow Jones Industrial Average: +1,33% (33.248 pontos)
  • Nasdaq 100: +2,75% (12.982 pontos)

O petróleo também foi ponto de atenção dos investidores no âmbito global. O preço do barril tipo Brent avançou mais de 1% após a reunião da Opep+, na qual os países membros decidiram elevar a produção da commodity de 432 mil barris por dia para 648 mil de julho e agosto.

A medida tem como objetivo compensar o recuo de produção da Rússia em um momento de reabertura da economia global.

"Mas o mercado teme que os países exportadores não consigam aumentar rapidamente para fazer frente ao aumento de demanda", enfatiza Meirelles.

Bolsas da Europa concluem a sessão no positivo

A maioria das bolsas europeias fechou em alta, mesmo em dia de liquidez reduzida, pelo feriado no Reino Unido, e dados de preços do produtos na zona do euro, que subiram 37,2% em abril e mostraram aceleração da inflação.

Cada vez mais, a percepção é a de que o Banco Central Europeu (BCE) reforce o aumento de juros já em sua próxima reunião, que acontece em julho.

Bolsas europeias/fechamento

  • Stoxx 600 (Europa): +0,57% (441,24 pontos)
  • DAX (Frankfurt): +1,01% (14.485 pontos)
  • FTSE 100 (Londres): -0,98% (7.532 pontos)
  • CAC 40 (Paris): +1,27% (6.500 pontos)

Bolsas da Ásia: somente a China seguiu em alta

Na região, apenas a bolsa da China fechou em alta em meio ao processo de retomada das atividades econômicas após seguidos lockdowns para conter a covid-19. Nos demais mercados prevaleceu o temor de que a inflação em alta leve a um forte aperto monetário global e segure o crescimento das principais economias. / com Júlia Zillig e Agência Estado

Leia mais

ETFs de commodities surfaram a onda de alta do setor: veja as opções (maisretorno.com)
PIB do Brasil tem alta de 1% no 1° trimestre de 2022, aponta o IBGE (maisretorno.com)
PIB teve alta sustentada pelas exportações das commodities (maisretorno.com)
Entenda o PIB, seu cálculo e como impacta seus investimentos (maisretorno.com)
Recomendações de ações: bancos e commodities lideram indicações (maisretorno.com)

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Editora do Portal Mais Retorno.