Mercado Financeiro

Bolsa fecha em baixa de 1,39% e atinge 102 mil pontos, o menor nível desde novembro de 2020

Piora da inflação e das perspectivas do PIB ajudaram o pregão desta quarta-feira a trafegar no terreno negativo

Data de publicação:17/11/2021 às 19:01 - Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Em mais um dia marcado pela apatia e fraqueza do mercado de ações, o Ibovespa caiu 1,39% e ficou em 102.949, o menor nível registrado, desde o dia 12 de novembro de 2020, com 102.507.

Três vetores contribuíram para a queda da Bolsa: a revisão das projeções econômicas pelo Ministério da Economia, reconhecendo a piora da inflação e do recuo do crescimento do País; o mau humor do ambiente internacional; e a pressão por conta do vencimento de contrato de opções, no qual acontece uma forte movimentação de investidores para zerar suas posições.

Foto: Envato bolsa
Bolsa registra baixa de 1,39% e bate os 102 mil pontos nesta quarta-feira, 17 - Foto: Envato

Já o dólar fechou o dia com alta de 0,45%, cotado a R$ 5,524.

O Ministério da Economia divulgou suas projeções para os principais índices econômicos do País. Seguindo o caminho do Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central no dia anterior, que apresentou piora nas estimativas feitas pelos economistas do mercado, o governo também revisou suas projeções para a inflação e para o Produto Interno Bruto (PIB).

O ministério ajustou suas estimativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação brasileira, de 7,90% para 9,70% em 2021, e de 3,75% para 4,70% no ano seguinte. Vale lembrar que a meta de inflação para este ano era de 3,75%, enquanto para o próximo ano o centro da meta é de 3,50%.

A previsão é a de que o País cresça menos nos próximos dois anos: a estimativa de avanço do PIB caiu de 5,30% para 5,10% neste ano, e de 2,50% para 2,10% em 2022.

Para o presidente da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), Luis Eduardo da Costa Carvalho, o cenário atual combina inflação alta, instabilidade e um cenário eleitoral no horizonte.

“Mas temos resiliência para entender os erros e acertos do passado e tirar lições importantes desse cenário. A inflação que ronda o mundo também provocará aperto monetário nos emergentes. Numa situação como essa, diante do histórico, nossa margem de erro é mínima: teremos que ser criativos para superar esses desafios”, analisou Carvalho durante o 16º SIAC - Seminário internacional Acrefi 2021.

Apesar de as atenções terem ficado mais focadas no cenário macroeconômico, os riscos fiscais seguiram no radar dos investidores ao longo do dia, por conta das novas discussões sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Precatórios. O presidente Jair Bolsonaro afirmou que pretende reajustar o salário dos servidores com parte do espaço que a PEC vai abrir no Orçamento da União.

Segundo Flávio de Oliveira, head de Renda Variável da Zahl Investimentos, além da incerteza sobre se o texto será aprovado no Senado, há o temor no mercado de que a inclusão desse reajuste na PEC possa incentivar a realização de novos furos no teto de gastos, piorando a situação fiscal do País em 2022.

Altas e baixas na Bolsa

Nesta quarta-feira, os destaques positivos no pregão foram a Méliuz, que fechou em alta de 4,49%, e a Alpargatas, com valorização de 1,41%. A Raia Drogasil, a Weg e a Ultrapar também concluíram o dia com avanço de 1,31%, 1,27% e 1,21%, respectivamente.

Já a Locaweb, Banco Inter e Eletrobras foram as baixas mais expressivas, após divulgação de seus resultados. Concluíram o pregão em forte baixa de 8,61%, 7,10% e 6,61%, nesta sequência.

Especialistas explicam que o impacto da alta da inflação é mais significativo nos bancos digitais, pois eles tendem a precisar mais de empréstimos para investir em seu crescimento do que os demais.

Segundo a Ativa Investimentos, o Banco Inter reportou avanço impulsionado pelo crescimento das receitas totais - hoje a maior parte da receita do Inter vem da intermediação financeira e a outra parte vêm de serviços, resultado abaixo das expectativas.

Já a Eletrobras reportou um acréscimo em provisionamentos de empréstimos compulsórios, que reduziu o lucro da estatal.

Lá fora

No exterior, o clima negativo pairou ao longo de todo o dia no mercado. A inflação também foi tema de atenção dos investidores, com a divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, em inglês) da zona do euro, que apresentou avanço de 0,8% em outubro, em linha com a previsão dos economistas.

Nos Estados Unidos, a queda de 0,7% no volume de construções de moradias iniciadas no país em outubro ante setembro ajudou a azedar o humor das bolsas americanas, que fecharam em queda nesta quarta-feira.

O índice S&P 500 caiu 0,25%, aos 468,13 pontos. O Dow Jones recuou 0,58%, aos 35.931 pontos. E o Nasdaq 100 registrou queda marginal de 0,01%, aos 16.308 pontos.

O diretor do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Christopher Waller reiterou nesta quarta-feira o "ceticismo" em relação ao lançamento de uma moeda digital emitida por banco central (CBDC, na sigla em inglês). Para ele, a autoridade monetária deve deixar que o mercado avance com inovações no sistema de pagamentos.

"O mercado e o público estão nos dizendo que há espaço para melhorias no sistema de pagamentos dos Estados Unidos. Devemos levar essa mensagem a sério e fornecer uma maneira segura e sólida para que essas melhorias ocorram", defendeu, em discurso durante a Conferência de Estabilidade Financeira, promovida pelo Fed de Cleveland.

Sobre o autor
Julia Zillig
Repórter do Portal Mais Retorno.
SG&A

SG&A

O que é SG&A? SG&A é uma abreviação para Selling General & Administrative Expense. Em tradução livre para o Português, o termo significa despesas administrativas de...

  CONTINUAR LENDO