Empresa

A Alpargatas, detentora da marca Havaianas, contabilizou um lucro líquido de R$ 140,2 milhões nos três primeiros meses de 2021, alta de 73,6% sobre o montante obtido no mesmo período do ano anterior, que foi de R$ 80,8 milhões. As informações foram divulgadas em balanço apresentado ao mercado na véspera.

A receita líquida da empresa também subiu 32,7% ante os meses de janeiro, fevereiro e março do ano anterior, somando R$ 901,3 milhões.

Interior de uma das lojas da Havaianas, marca que faz parte da Alpargatas - Foto: Maasaak

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do primeiro trimestre deste ano foi de R$ 158,7 milhões, aumento de 98,8% sobre a soma de R$ 79,8 milhões registrada em base comparativa de 2020.

Expansão digital

No mesmo dia em que divulgou seus resultados trimestrais, a Alpargatas informou que firmou um memorando de entendimentos vinculantes para a aquisição de 100% do capital social da Ioasys,

O valor atribuído ao ativo é de até R$ 200 milhões, com pagamento ao longo de cinco anos, que será pago parte em dinheiro e parte em ações da Alpargatas.

Segundo fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Ioasys continuará operando de forma independente, servindo sua base atual de clientes e prospectando novos. "Para servir a Alpargatas será criada uma equipe dedicada a potencializar o crescimento da marca Havaianas nos pilares de expansão global, aceleração de vendas online e extensão do portfólio de produtos", explica a empresa.

Criada no Brasil em 2012, a Ioasys é uma empresa de inovação tecnológica especializada na criação e desenvolvimento de soluções para o universo digital. Com sede em Belo Horizonte (MG), conta com 220 funcionários e tem como sócios os empresários Gilson Almeida Villela Junior e Walter Galvão Neto.

Com a compra, a Alpargatas pretende expandir sua atuação no varejo online, aproveitando a experiência da Ioasys para impulsionar as vendas e ampliar seu leque de produtos. / com Agência Estado

Imagem do autor

Repórter do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais