Logo Mais Retorno
fundos multimercado
Economia

Bitcoin cai abaixo de US$ 20 mil; o que vai acontecer com a criptomoeda?

Ativo foi negociado a US$ 19.960,60 na noite desta terça-feira

Data de publicação:31/08/2022 às 05:00 -
Atualizado 5 meses atrás
Compartilhe:

A maior criptomoeda do mundo parece não conseguir fazer uma pausa na queda. O bitcoin finalmente parecia estar recuperando força em agosto, ultrapassando US$ 25.000 pela primeira vez desde seu colapso em junho, apenas para recair para US$ 20.000, ou abaixo disso. Foi cotado a US$ 19.960,60 na noite desta terça-feira (22hs de Brasília).

Segundo a agência Reuters de notícias, o mercado enfrenta agora a grande questão do bitcoin: de onde virá um rali real?

Bitcoin
Venda de investidores institucionais ajudou a derrubar o bitcoin - Foto: Reprodução

A quantidade de “bitcoin ilíquido” em todo o mercado – mantida por carteiras que raramente gastam ou vendem – aumentou 73.840 bitcoins na semana passada, o maior aumento semanal em mais de dois meses, de acordo com dados da Chainalysis. Isso equivale a cerca de US$ 1,7 bilhão a preços recentes.

Além disso, a quantidade de bitcoin mantida por mais de um ano aumentou em média 54.300 nas últimas quatro semanas, o maior aumento em cerca de quatro meses, disse a Chainalysis. 

Enquanto isso, as exchanges de criptomoedas viram saídas líquidas por três meses consecutivos, pois os investidores colocaram seus tokens na ‘geladeira’ em vez de vender e movimentar a moeda, de acordo com a Arcane Research.

Está claro que está aumentando o total de detentores de longo prazo no varejo, e o número de carteiras com quantidades relativamente pequenas de bitcoin está de fato crescendo”, disse Jay Fraser, chefe de estratégia da bolsa de valores BSTX.

"Não subestime o impacto dos HODLers de varejo", acrescentou Fraser, referindo-se a um grupo cujo nome surgiu anos atrás, quando um trader errou a ortografia "hold" em um fórum online. “Sua falta de venda ajuda a criar mais escassez para que, eventualmente, um choque de oferta de bitcoin ocorra novamente”.

Movimento dos investidores institucionais

Então, e aqueles players institucionais de bolso que pularam no movimento das criptomoedas quando os preços estavam altos?

Eles têm vendido muito, de acordo com alguns participantes do mercado que dizem que esses grandes investidores foram o principal impulsionador da queda das criptomoedas nos últimos meses.

Na semana até 19 de agosto - a semana que viu o bitcoin cair novamente - os produtos de investimento em ativos digitais preferidos pelos tradicionais players de finanças institucionais tiveram saídas de cerca de US$ 9 milhões, de acordo com dados da Coinshares.

"Os retardatários - instituições que chegaram perto das máximas ou dos níveis de US$ 30.000 a US$ 50.000 - foram os que derrubaram o mercado, principalmente", disse Ed Hindi, diretor de investimentos da Tyr Capital Partners.

Hindi apontou um grande desconto entre os preços dos contratos futuros e o preço à vista do bitcoin na bolsa CME como mais uma evidência de baixa provocada pelos investidores institucionais.

O desconto para o contrato mais negociado atingiu uma baixa histórica de 3,36% na semana passada, disseram analistas da Arcane Research.

O que pode virar o mercado de bitcoin

Mas não descarte os jogadores institucionais - há muitas evidências de que eles não desistiram do bitcoin, que caiu 70% desde sua alta histórica de US$ 69.000 em novembro e perdeu 56% desde o início de 2022.

Alguns observadores do mercado apontam para a decisão da BlackRock, a maior gestora de ativos do mundo, de lançar um produto de investimento privado em bitcoin especificamente para investidores institucionais como um forte sinal de que a demanda continua firme e pode tirar a criptomoeda do marasmo. 

Andy Edstrom, diretor administrativo da Swan Advisor Services, disse que sua empresa continuou a ver o interesse de consultores financeiros e seus clientes em investimentos em bitcoin, apesar de alguns "interesses de bom tempo" terem desaparecido.

"Alguns consultores estão prontos para comprar o bitcoin no atual mergulho, eles estão nos dizendo 'tenho pó seco para investir em bitcoin a US$ 20.000'", acrescentou. /Texto original da Agência Reuters

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter