Logo Mais Retorno

Siga nossas redes

  • Instagram Mais Retorno
  • Youtube Mais Retorno
  • Twitter Mais Retorno
  • Facebook Mais Retorno
  • Tiktok Mais Retorno
  • Linkedin Mais Retorno
bolsa ações eua
Renda Variável

Bolsa em alta: confira setores que estão baratos e 24 ações defensivas indicadas pela XP

Com o bom desempenho do Ibovespa em maio, especialistas comentam bons setores para investir e XP destaca suas preferências em papéis de qualidade

Data de publicação:26/05/2023 às 08:00 -
Atualizado 9 meses atrás
Compartilhe:

Depois de oito pregões consecutivos de alta até o dia 16 de maio e a chegada aos 110 mil pontos, a Bolsa subiu quase 6% no mês de maio (até o dia 25). Com o bom desempenho, alguns setores passam a ser mais recomendados por especialistas, como setor de construção e o varejo, em recuperação. 

Com as altas, chega o momento que muitos se perguntam se devem ir às compras, nem sempre seguindo o bom senso popular de “compre na baixa”. 

bolsa
Ibovespa vem de período de alta e deve fechar no positivo em maio - Foto: Reprodução

De acordo com especialistas ouvidos pela Mais Retorno, alguns nomes estão sim com valores descontados e oferecem boas oportunidades, como é o caso do varejo. Segundo Marcus Labarthe, sócio da GT Capital, o momento sugere que o apetite para o risco mudou. 

“O apetite para risco voltou, o mercado de ações vem de mais de 8 pregões de alta, o setor de varejo vem recuperando e é hora de ir às compras, visto que muitas ações estão baratas quando analisamos seus múltiplos”, sugere Labarthe. 

Outro setor que oferece boas oportunidades, de acordo com o sócio da GT Capital, é o de construção. Parte do bom humor com as empresas do ramo seria motivado pela possibilidade de cortes da Selic no final de 2023, como é antecipado pela maioria dos especialistas. 

“Mercado está mais otimista sobre o setor, principalmente com a possibilidade da queda na taxa de juros no final de 2023”, diz Labarthe. 

Ações de qualidade

Seja em um momento mais favorável para a Bolsa, como maio indicou, ou considerando os riscos ainda presentes no Brasil e lá fora, a XP segue recomendando o posicionamento nas chamadas “ações de qualidade”. 

“Apesar do cenário marginalmente mais otimista para o Brasil, continuamos vendo riscos no Brasil e lá fora. No Brasil, riscos ficais permanecem, com a tramitação do novo arcabouço fiscal agora em curso; globalmente, há riscos de recessão nos EUA, e mais recentemente volatilidade por conta das negociações do teto de dívida americana. Com isso, continuamos posicionados em ações de qualidade nos próximos meses”, traz o relatório. 

A visão positiva para Bolsa brasileira é explicada por uma junção de fatores, como a inflação desacelerando; proposta do arcabouço fiscal; e perspectivas de redução de juros no Brasil. Apesar disso, há que se considerar os riscos. 

De acordo com a corretora, enquadram-se nessa categoria papéis que oferecem “bons índices de lucratividade, ou seja, geram caixa, e baixos níveis de endividamento”, conforme aborda em relatório publicado nesta semana.

Entre as métricas utilizadas, são pontuados altos indicadores de lucratividade e baixos indicadores de alavancagem pelos analistas Thales Carmo, quantitativo, e Rebecca Nossig, de estratégia de ações, Jennie Li, estrategista de ações, e Fernando Ferreira, estrategista chefe e Head do Research da XP. 

"Listamos 24 ações da cobertura XP olhando para as seguintes métricas:

  • Altos indicadores de lucratividade: ROE (Retorno sobre Patrimônio), ROIC (Retorno sobre o Capital Investido), Fluxo de Caixa sobre Ativos, Margem Bruta, Margem EBIT;
  • Baixos indicadores de alavancagem: Dívida Líquida por EBITDA (Lucro Operacional), Dívida Líquida por Valor da Firma (EV), e Fluxo de Caixa por Endividamento."

Confira os nomes escolhidos pela XP:

TickerCompanhiaSetor
ABEV3AmBevAgro, Alimentos e Bebidas 
JALL3Jalles MachadoAgro, Alimentos e Bebidas
KEPL3Kepler WeberBens de Capital
WEGE3WegBens de Capital
B3SA3B3Inst. Financeiras
BLAU3BlauSaúde
RECV3PetroReconcavoÓleo, Gás e Petroquímicos
SUZB3SuzanoPapel&Celulose
CURY3CuryImobiliário
LAVV3LavviImobiliário
LOGG3Log Comm. Prop. Imobiliário
MULT3MultiplanImobiliário
LREN3RennerVarejo
VIVA3VivaraVarejo
VULC3VulcabrasVarejo
BMOB3BemobiTMT
INTB3IntelbrasTMT
LWSA3LocawebTMT
TOTS3TOTVSTMT
STBP3Santos BrasilTransportes
ALUP11AluparUtilidade Pública
EGIE3Engie BrasilUtilidade Pública
TAEE11TaesaUtilidade Pública
TRPL4Isa CteepUtilidade Pública

Entre os nomes, muitos são recomendados nas carteiras para maio por BTG, Ativa e Guide. 

No caso da BTG, a escolha em comum é a Suzano, ao passo que para Guide e para Ativa, Multiplan e Totvs são nomes fortes para maio. 

Leia mais

 

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados