Logo Mais Retorno
Empresa

Ações do BTG Pactual caem mais de 2% após anúncio sobre a compra do Banco Econômico

Banco diz que a operação faz parte da estratégia de investimentos da área de “Special Situations”

Data de publicação:30/03/2022 às 12:19 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O BTG Pactual informou nesta quarta-feira, 30, que se comprometeu a adquirir o controle acionário do Banco Econômico, em Liquidação Extrajudicial (BESA), bem como de suas subsidiárias. O valor do negócio não foi divulgado. Após o anúncio, as units do banco caíam mais de 2% no pregão da Bolsa, por volta das 12h00.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o banco diz que a operação faz parte da estratégia de investimentos da área de "Special Situations" do banco, focada na aquisição e recuperação de carteiras de créditos inadimplentes e compra de ativos financeiros alternativos, a qual acumula expertise em "turnaround" de instituições financeiras em regime especial.

Ações do BTG Pactual caem quase 3% após anúncio sobre a compra do Banco Econômico
Foto: BTG Pactual/Reprodução

O banco destaca que a conclusão e fechamento da operação está condicionado à verificação de determinadas condições, dentre elas a cessação do regime de liquidação extrajudicial do BESA, que será possibilitada pela liquidação ou saneamento de seus passivos financeiros; e a obtenção de todas as aprovações regulatórias necessárias, inclusive do Banco Central do Brasil e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

M&A aquecido

No início do mês passado, o BTG Pactual comprou a Elite Investimentos, uma das corretoras mais tradicionais do Rio de Janeiro, fundada na década de 1980. Foi a segunda aquisição do banco em uma semana - no dia 26 de janeiro, comprou a carteira de clientes pessoas físicas da Planner -, o que comprova sua proposta agressiva para elevar a plataforma de investimento para esse público.

As aquisições do BTG dão sequência a um início de ano bastante aquecido nesse mercado. A XP comprou uma fatia da Suno e o banco Modal em janeiro. O Itaú Unibanco, por sua vez, ficou com 50,1% da Ideal, por R$ 650 milhões. O Itaú possui ainda o direito de comprar mais 11,38% da XP, conforme o acordo celebrado há mais de quatro anos. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!