Logo Mais Retorno
Empresa

XP Educação lança faculdade com graduação a custo zero, MBAs e cursos livres

Com investimentos de mais de R$ 100 milhões, escola pretende atrair e preparar os alunos para a nova economia digital

Data de publicação:27/06/2022 às 10:12 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:

A XP Educação, braço educacional da XP Inc., anunciou nesta segunda-feira, 27, a criação da faculdade XP, que oferecerá cursos com foco em tecnologia.

Com investimentos de mais de R$ 100 milhões, em um primeiro momento a instituição oferecerá 400 vagas para cinco cursos gratuitos de graduação - Sistemas de Informação, Ciência de Dados, Análise de Desenvolvimento de Sistemas, Banco de Dados e Defesa Cibernética.

XP
Paulo de Tarso, diretor-presidente da XP Educação, ressalta que novos cursos ajudarão a suprir a dificuldade das empresas em encontrar profissionais recém-formados na área de tecnologia - Foto: Divulgação

Segundo Paulo de Tarso, diretor-presidente da XP Educação, a criação da faculdade teve como referência o conceito de employer university (universidade conectada a empresa, em tradução livre), uma metodologia que tem tido sucesso em países como EUA, Alemanha e Áustria.

“Na prática, estamos trazendo para o mercado financeiro e de tecnologia do Brasil uma tendência das principais empresas do mundo digital, como Google e Amazon, que encontravam muita dificuldade na busca de talentos já prontos para as necessidades do dia a dia de trabalho, e começaram a desenvolver suas próprias escolas de graduação”, destaca.

Paulo de Tarso, diretor-presidente da XP Educação

Tarso destaca que, atualmente, um dos maiores problemas enfrentados pelas empresas é a falta de profissionais recém-formados realmente capacitados para a realidade de trabalho.

“Queremos criar soluções educacionais que possibilitem o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes que promovam o desenvolvimento dos alunos, entregando para o mercado pessoas muito mais preparadas para fazerem a diferença no ecossistema dos negócios”, completa.  

MBAs e cursos livres

Além da graduação, a XP Educação também oferecerá cursos de pós e MBAs, mas estes serão pagos. Ao todo, serão mais de 20 opções chancelados pelo Ministério da Educação (MEC), incluindo dois novos cursos: Ciência de dados para profissionais de Finanças e Customer Experience (CX) e Customer Success (CS).

A meta da XP Educação, com os novos MBAs, é saltar dos atuais 3 mil alunos para cerca de 10 mil até o fim do ano.

No campo dos cursos livres, a XP Educação está lançando uma plataforma composta por 44 bootcamps na área de tecnologia – formato de aprendizado prático e imersivo para formar skills e habilidades técnicas para o mercado mais rápido que o ensino tradicional, principalmente para quem procura atualização curricular de qualidade –, e mais 35 cursos livres na área de finanças.

A plataforma fica disponível por meio de assinatura, na qual o estudante paga uma mensalidade de R$ 65,00 e tem acesso a todos os cursos disponíveis.

Do ponto de vista do modelo de estudo, o sistema foi totalmente desenvolvido para criar um ambiente virtual amigável e de fácil navegabilidade, no qual o estudante escolhe, com apenas um clique, quais cursos deseja inserir em seu portfólio de estudos. 

Como assinante, o aluno pode se matricular em diferentes cursos simultaneamente e acessar os conteúdos diariamente.

Além disso, os assinantes terão acesso ao Radar de Oportunidades, no qual poderão se candidatar a vagas em tecnologia disponibilizadas por grandes players da área. A expectativa da escola é ter mais de 10 mil assinantes da plataforma até o fim do ano. 

“Esse é um formato que nos permite democratizar e inserir muito mais alunos no processo educacional. Qualquer pessoa, indiferente de onde resida, terá a oportunidade de estudar e se tornar um profissional pronto para trabalhar não só na XP, mas nas maiores empresas do mundo”, conclui.

Leia mais

Crise econômica: quais os melhores setores para investir na recessão? (maisretorno.com)
Inter: em dois dias ações caem 24% após estreia na Nasdaq (maisretorno.com)
Petrobras: risco político pode afetar suas ações (maisretorno.com)

Sobre o autor
Julia Zillig
Repórter do Portal Mais Retorno.