Logo Mais Retorno
Empresa

Vale paga R$ 1,120 bi em debêntures participativas, com liquidação em abril

Montante refere-se ao valor do prêmio total apurado para o segundo semestre do ano passado

Data de publicação:31/03/2022 às 09:13 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A Vale realizou na quarta-feira, 30, o pagamento de R$ 1,120 bilhão em debêntures participativas, equivalente a cerca de R$ 2,88 por ativo, referente ao valor do prêmio total apurado para o segundo semestre de 2021.

O montante é 10% menor do que o apurado no semestre anterior e 4,34% acima do registrado no mesmo período de 2020. A liquidação financeira ocorrerá em 1º de abril de 2022.

Vale paga R$ 1,120 bi em debêntures participativas, com liquidação em abril
Vale anunciou o pagamento de R$ 1,120 bi em debêntures participativas - Foto: Reprodução

De acordo com a mineradora, o prêmio total para o período entre julho e dezembro de 2021 é composto da aplicação de um porcentual de 1,80% sobre o faturamento líquido obtido com a venda de finos de minério de ferro oriundos do Sistema Norte, somada a um porcentual de 1,25% sobre o faturamento líquido obtido com a venda de concentrado de cobre proveniente da mina de Sossego.

Minério de Ferro

No segundo semestre de 2021, as vendas de minério de ferro da Vale somaram 149,8 milhões de toneladas, correspondentes a R$ 80,4 bilhões, já descontadas as despesas de frete marítimo. Deste total, 100,7 milhões de toneladas correspondem ao volume do Sistema Norte, no valor de R$ 56,4 bilhões.

Após aplicar os descontos previstos na Escritura De Emissão de Debêntures para cálculo do faturamento líquido, entre eles R$ 3,8 bilhões referentes às despesas de transporte relacionadas com a etapa de comercialização do produto, e o porcentual de 1,8%, o valor do prêmio referente ao faturamento líquido de minério de ferro do Sistema Norte é de R$ 1.088,0 milhões.

No Sistema Sudeste, por sua vez, as vendas de minério de ferro oriundas das jazidas cobertas pela Escritura de Emissão de Debêntures acumularam 1,517 bilhão de toneladas métricas até 30 de dezembro de 2021, um aumento de 27 milhões de toneladas métricas em relação a 30 de junho do mesmo ano.

Segundo a Vale, a expectativa é de que o volume acumulado de vendas de 1,7 bilhão de toneladas métricas do Sistema Sudeste seja alcançado entre os anos de 2024 e 2025, momento a partir do qual estaria cumprida a condição para o pagamento do prêmio, nos termos da Escritura.

Concentrado de cobre

No mesmo período, as vendas de concentrado de cobre de Sossego somaram 191 mil toneladas métricas, 44% acima das realizadas no semestre anterior, de 133 mil toneladas métricas. As vendas desse produto geraram faturamento líquido de R$ 2,574 milhões nesse período, um aumento de 39% em igual base de comparação, de R$1,846 milhões.

O valor do prêmio referente às vendas de concentrado de cobre é de R$ 32,178 milhões, calculado a partir da aplicação do porcentual de 1,25% sobre o faturamento líquido de R$ 2,574 bilhões

No mesmo intervalo, não houve qualquer arrendamento ou venda dos processos minerários constantes da Escritura de Debêntures, informou a companhia.

Da mesma forma, não ocorreu, em relação ao semestre anterior, alteração no quantitativo de áreas, à exceção do quantitativo de hectares, com uma redução da ordem de 10.043,96 hectares, devido a algumas retificações ocorridas nas poligonais de alguns processos minerários. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!