Última modificação em 12 de maio de 2021

O que é Kanban?

O Kanban é uma ferramenta utilizada em sistemas de gestão com objetivo de otimizar qualquer tipo de escala produtiva. Essa ferramenta faz parte do Just-in-time (JIT), filosofia que visa reduzir o desperdício de recursos em uma empresa.

O Kanban foi desenvolvido na década de 60 por uma das maiores referências do setor automobilístico, a empresa Toyota. A criação dessa ferramenta foi consequência da crise de 1929, mais conhecida como A Grande Depressão, onde o consumo de bens e serviços foi drasticamente reduzido nos Estados Unidos, causando um impacto mundial.

Antes da crise econômica, o comercio americano ia de vento em poupa. Diversas indústrias podiam produzir sem se preocupar em desperdiçar recursos, já que o nível de consumo era altíssimo. Depois da quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque, além das consequências da Segunda Guerra mundial, grandes gestores e empresários se viram diante de uma nova realidade.

Como produzir sem que a mercadoria fique parada em estoque por falta de venda? Como produzir o suficiente para que não falte no mercado? Diante desses questionamentos, os líderes da Toyota desenvolveram uma ferramenta simples e de baixo custo, mas extremamente eficiente para resolver tais conflitos.

Como o Kanban funciona?

O Kanban é uma ferramenta completamente visual. Sua funcionalidade consiste na elaboração de um quadro com algumas colunas e utilização de cartões ou papeis coloridos – como o post-it que conhecemos hoje em dia.

As colunas do quadro podem ser classificadas de acordo com os processos produtivos pelo qual o produto precisa passar até ficar pronto e ser comercializado, ou então serem resumidas a três etapas principais: “fazer”, “fazendo” e “feito”.

Os cartões coloridos, por sua vez, representam o produto principal da indústria e são colocados na coluna referente a etapa em que o mesmo se encontra. As cores servem para demonstrar diferentes prioridades, como “urgência” ou “dentro do prazo”.

Por ser uma ferramenta visual, é possível identificar onde os produtos se encontram ao longo da cadeia; em que fase estão e qual é o prazo para que sejam concluídos e comercializados. Também é possível identificar a quantidade de produtos a serem feitos em comparação com a quantidade disponível em estoque.

O Kanban é uma ferramenta que afeta diretamente a gestão administrativa e contábil de uma companhia.

Quais são os benefícios do Kanban?

O Kanban proporciona uma identificação imediata de como anda o processo produtivo de uma indústria. É uma ferramenta manuseada pelos gestores ou líderes das equipes envolvidas, mas que pode ser exposta a todos os colaboradores da fábrica ou empresa.

Essa identificação imediata permite que os gestores tenham conhecimento sobre a quantidade de mercadoria já produzida, evitando assim o desperdício de recursos – materiais e financeiros – caso os níveis de venda não estejam tão altos.

Além disso, sabendo em que etapa do processo o produto se encontra, é possível realizar um contato direto com o responsável daquela – principalmente em casos de atraso no prazo determinado. Isso evita que os líderes cobrem funcionários erroneamente e garante a harmonia da produção.

Em termos econômicos, é possível que qualquer empresa de qualquer segmento utilize o Kanban para avaliar seus ganhos e perdas. De acordo com o posicionamento dos cartões nas colunas do quadro, há como interpretar quais são os ativos e passivos da companhia, onde é necessário investir e assim por diante.

Ao longo do tempo o Kanban foi se tornando uma ferramenta cada vez mais útil e acabou se modernizando. Atualmente, existem milhares de softwares que fazem essa demonstração visual de maneira eletrônica, além de novos sistemas que se desenvolveram a partir desse princípio – como upstreamdownstream.

Termo do dia

Black & Scholes

O que é Black & Scholes Os economistas Fischer Black e Myron Scholes foram os responsáveis pelo modelo de precificação de opções conhecido como Black &…