Logo Mais Retorno
Fed simpósio de jackson hole
Economia

Entenda porque a atual edição do Simpósio de Jackson Hole é tão importante para o mercado

Expectativas do mercado estão voltadas para o discurso de Jerome Powell, presidente do Fed

Data de publicação:26/08/2022 às 05:00 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:

Iniciado nesta quinta-feira, 25, o Simpósio de Jackson Hole - que vai até este sábado, 27 - se tornou o centro das atenções de investidores e especialistas ao redor do mundo. Neste evento anual, membros do Comitê de Política Monetária (FOMC, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), acadêmicos, economistas, agentes do mercado e outras autoridades monetária se reúnem para discutir os rumos da economia americana.

Na edição de 2022, o tema principal do evento é a reavaliação as restrições à economia e à política, em meio a um período em que o Fed adota uma política de aperto monetário nos Estados Unidos, aumentando as taxas de juros para conter o forte escalada dos preços no país. Em sua última reunião, o FOMC elevou os juros a um patamar entre 2,25% e 2,50% ao ano.

federal reserve simpósio de jackson hole
Foto: Reprodução

Embora tenha começado ontem, o ponto alto do Simpósio de Jackson Hole de 2022 acontece nesta sexta-feira, 26. Durante a manhã, está previsto para acontecer o discurso de Jerome Powell, presidente do Fed. Economistas dos Estados Unidos, do Brasil e do mundo estão atentos ao que será dito pelo dirigente, buscando sinalizações de quais serão os próximos passos da instituição em relação aos juros no país.

O que o mercado está esperando?

De acordo com Matheus Pizzani, economista da CM Capital, a principal dúvida do mercado atualmente está relacionado a qual será a magnitude do próximo aumento de juros empreendida pelo FOMC, na reunião que acontece em setembro. As apostas oscilam entre uma alta de meio ponto percentual e uma um pouco mais expressiva, de 0,75 ponto percentual.

"Em linha com o que vem sendo observado nas falas dos membros dos FOMC ao longo das últimas duas semanas, a expectativa é que Jerome Powell reforce o discurso em prol de uma política monetária de caráter restritivo, de maneira que, a despeito do recente debate acerca da magnitude do próximo ajuste, o presidente e os demais membros se mantenham firmes no discurso inicial de combate à inflação e cumprimento do plano de redução dos preços para o patamar de 2% ao fim de 2024, o que implica um aumento de 0,75 ponto percentual na próxima reunião."

Matheus Pizzani, economista da CM Capital

O economista explica que o mercado está dividido entre dois grupos principais:

  • O primeiro, dos que defendem uma alta de meio ponto percentual nos juros, consideram que a redução no preço dos combustíveis e o resultado do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) de julho - que não apresentou alteração em relação a junho - já são motivos o suficiente para um reajuste mais ameno das taxas;
  • O segundo, do que defendem uma alta de 0,75 ponto percentual, consideram que o mercado de trabalho bastante aquecido no país e a inflação que exclui energia e transportes (que permanece elevada) são pontos que devem pesar sobre a decisão do Fed.

Para Pizzani, uma elevação de 0,75 ponto percentual seria positiva "não só em função dos efeitos que teria sobre a economia real, com destaque para a maior probabilidade de desaquecimento da demanda, mas também teria impacto significativo no processo de ancoragem das expectativas dos agentes de mercado, outra variável fundamental no processo de construção de uma política monetária eficiente".

A importância do Simpósio de Jackson Hole

Pizzani pontua que cada edição do evento possui um tema principal, sendo todos dentro do campo da economia.

"Em anos passados, os temas abordados variaram entre as dinâmicas da inflação e sua relação com a política monetária, os desafios da mudança demográfica global e seus efeitos sobre a política econômica, e até mesmo os problemas originados pela desigualdade de renda e como a política econômica pode ser útil neste sentido", comenta o economista.

O economista da CM Capital destaca que, além da relevância dos temas que são tratados durante o encontro, o Simpósio de Jackson Hole é "uma ocasião muito importante para ouvir os discursos feitos pelos principais agentes envolvidos na construção da política monetária do país, sendo um momento importante para confirmar hipóteses, que se transformarão em posições por parte dos agentes de mercado, ou reaver cenários para que se tornem mais aderente ao que é apresentado no evento".

Leia mais

Sobre o autor
Bruna Miato
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter