Empresa

A RV Tecnologia registrou um pedido de oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), com distribuição primária e secundária de ações.

A empresa oferece serviços de transações eletrônicas de soluções para a comercialização de serviços pré-pagos, pagamentos de contas e recebimento de cartões de crédito e débito para varejistas.

Foto: Envato
RV Tecnologia faz parte da tendência de abertura de capital que tem sido adotada por um grande número de empresas - Foto: Envato

Segundo o prospecto preliminar da oferta, a empresa é uma das principais plataformas de soluções digitais e financeiras do Brasil, sendo eleita em 2020 como o maior canal de vendas de recarga de varejo do Google no mundo. A rede atua principalmente no mercado de pequenos e médios estabelecimentos voltados para o consumidor pessoa física e desenvolve produtos digitais a fintechs e outras instituições financeiras.

A companhia diz ter alcançado crescimento de aproximadamente 91 mil pontos de venda em 2018 para 152 mil em 2020, com taxa composta de crescimento anual (CAGR) de 29% no período.

De acordo com o documento, a companhia registrou lucro líquido de R$ 15,013 milhões no segundo semestre deste ano, alta de 217,6% ante os R$ 4,726 milhões registrados no mesmo período do ano passado. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 40,887 milhões, crescimento de 58,4% na comparação anual.

A RV pretende utilizar os recursos captados na oferta tanto para operações de fusão e aquisição (M&A) quanto para o crescimento orgânico e capital de giro. A operação será coordenada por Itaú BBA, BTG Pactual e UBS BB.

IPOs

A temporada de IPO de 2021, com 45 ofertas iniciais de ações que superou as expectativas mais otimistas, trouxe alegrias e frustrações.

Mas, de forma geral, analistas e especialistas avaliam como boa a estreia das novatas na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3. Entre os 10 papeis de maior destaque, a alta ficou entre 507% e 22% em período curto.

Das 45 empresas que abriram o capital este ano, 21 ações tiveram valorização desde o lançamento até 20 de agosto.

ação campeã é Assaí, empresa que se separou do Grupo Pão de Açúcar e passou a andar com as próprias pernas em 26 de fevereiro deste ano, quando abriu o capital e passou a negociar suas ações na bolsa. O papel acumulou valorização de 507,18% desde a oferta inicial até 20 de agosto. / com Agência Estado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais