Logo Mais Retorno
ray dalio
Fundos de Investimentos

Quem ganha com a saída de Ray Dalio do Bridgewater, maior gestora de fundo de hedge dos EUA

Fundador da Bridgewater passa a considerar dinheiro como ativo

Data de publicação:06/10/2022 às 05:00 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:

Ray Dalio, o bilionário fundador da Bridgewater Associates, deixou o cargo de chefe de investimento da maior empresa de fundo de hedge dos Estados Unidos, quase cinco décadas depois de iniciá-la em seu apartamento em Manhattan.

A mudança, finalizada na sexta-feira da semana passada, após um tumultuado processo de sucessão, deixa um punhado de associados da Dalio no comando da empresa, que tem nada mais do que US$ 150 bilhões sob gestão. Dalio permanece no conselho da Bridgewater.

Ray Dalio
Empresa de Ray Dalio tem US$ 150 bilhões sob sua gestão - Foto: Divulgação

Mas a pergunta que se faz é: quem ganha com o afastamento de Ray Dalio? Bom, isso depende.

Os aparentes vencedores dessa briga de sucessão da Bridgewater são os chefes de investimento e veteranos da Bridgewater, Bob Prince e Greg Jensen. Eles tiveram uma briga pública com Ray Dalio e agora ficaram com o comando do fundo.

Há outros ganhadores: os chefes executivos Nir Bar Dea e Mark Bertolini. Os dois foram nomeados para seus cargos em janeiro.

Há quem considere, no entanto, que Ray Dalio saiu desse conflito como o vencedor. Ele teria conseguido concretizar a transição do comando da gestora em seus termos.

Plano de transição de Ray Dalio

A Bridgewater dizia aos clientes que tinha um plano de transição de dez anos em vigor destinado a institucionalizar a empresa e afastá-la de uma administrada por seu carismático fundador.

"A transição de Bridgewater de Ray está feita" escreveram Bar Dea e Bertolini, diretores executivos da empresa em nota aos funcionários na terça-feira.

Em um post no LinkedIn no mesmo dia, Dalio, que tem 73 anos, escreveu que o processo de sucessão dos últimos 12 anos não foi fácil, mas que "eu me sinto bem com as pessoas e a 'máquina' agora no controle… Agora posso visualizá-lo fazendo grandes coisas por gerações sem mim".

Ray Dalio também escreveu que espera continuar a investir, orientar e atuar como membro do conselho.

Dalio fundou a Bridgewater em 1975 como uma empresa de pesquisa baseada em seu apartamento de dois quartos em Manhattan e passou a investir depois de receber US$ 5 milhões do fundo de pensão do Banco Mundial em 1985 para negociar títulos.

Anos de forte crescimento transformaram o fundo de hedge de Connecticut em um gigante e Dalio em um multibilionário e popular guru de liderança que defendia uma filosofia de gestão de "transparência radical".

FED está certo, diz Ray Dalio em despedida

No momento em que anunciou sua saida, Dalio afirmou por meio das redes sociais que mudou de posição. Conhecido por sempre dizer que dinheiro não é um investimento seguro “porque será tributado pela inflação”, a nova declaração dele faz pensar que é um bom momento para mudar essa visão.

Através de seu Twitter, Dalio afirmou que não vê mais o dinheiro como lixo, e que agora acredita em dinheiro como ativo. De forma simples, Dalio citou a política monetária do Federal Reserve de aumentar a taxa de juros e encolher o balanço patrimonial, que agora apresenta um ponto neutro. De acordo com ele, a taxa de juros de curto prazo agora está certa.

Rentabilidade da Bridgewater

O Pure Alpha, principal fundo da gestora Bridgewater, criada por Ray Dalio, acumulou alta de 34,6% neste ano até 30 de setembro, segundo informações da Bloomberg. A estratégia desse fundo combina a diversificação de ativos que não estão relacionados. O objetivo é atingir retornos mais vantajosos, com uma gestão ativa, utilizando fatores quantitativos. O fundo All Weather, uma abordagem projetada para oferecer retornos mais estáveis, perdeu 27,2%.

A gestora também buscou expansão em outros países, incluindo o Brasil. No mês de junho, a empresa lançou dois Fundos de Investimentos no mercado brasileiro, por meio da XP Investimentos e do Itaú. Apesar do bom rendimento da companhia no exterior, o Bridgewater All Weather Sustainability Advisory FIC FIM IE, hedge fund no mercado brasileiro, fechou setembro com queda de 4%. Esse mandato da Bridgewater é uma estratégia beta Long Only, ou seja, apenas pode ficar comprado nos ativos. Segundo a XP, em um mercado em que os ativos tanto de renda fixa como renda variável performaram mal em diversas regiões, o fundo fica sem mecanismos de defesa.

Quem é Ray Dalio?

Ray Dalio nasceu com o nome de Raymond Thomas Dalio, em 8 de agosto de 1949, no Queens, Nova Iorque, nos Estados Unidos. Ele fundou a Bridgewater Associates. A empresa é considerada como a maior e mais lucrativa gestora de hedge fund em todo mundo.

Atualmente, a Bridgewater Associates conta com 1.300 colaboradores e possui cerca de U$ 150 bilhões sob sua gestão. Ray Dalio se tornou um investidor bilionário e escritor. Ele escreveu vários livros que apresentam seus príncipios de investimento, que se baseiam em uma cultura organizacional de transparência total.

Conheça mais sobre a história de Dalio

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter

,