Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Mercado ao vivo: acompanhe as movimentações de Bolsa e dólar nesta terça-feira, 24 de maio

Mercado repercute a terceira demissão na Petrobras no governo de Jair Bolsonaro

Data de publicação:24/05/2022 às 11:15 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A Bolsa de Valores brasileira, a B3, abriu em baixa na manhã desta terça-feira, 24, acompanhando o exterior e com os investidores repercutindo o noticiário interno, com destaque para a demissão de José Mauro Coelho da presidência da Petrobras, com pouco mais de 40 dias a frente do cargo. Às 13h07, o Ibovespa registrava queda de 0,84%, aos 109.423 pontos.

Na véspera, foi formalizada a demissão do terceiro presidente da estatal no governo de Jair Bolsonaro. O principal nome cotado para assumir o cargo é Caio Paes de Andrade. Com a notícia, as ações da petroleira, que têm um peso de cerca de 11% na carteira teórica da B3, vivem um pregão de desvalorização e, no mesmo horário, os papéis PETR4 caíam 4,25%, enquanto os PETR3 recuavam 3,13%.

B3 bolsa
Sede da B3, a Bolsa de Valores brasileira | Foto: B3/Divulgação

Na contramão da Petrobras, as maiores altas do dia, até aqui, são registradas por outras petroleiras, que se beneficiam dos ruídos de ingerência política na estatal, ao mesmo tempo em que acompanham a valorização do petróleo nos mercados internacionais.

O dólar subia 0,55%, cotado a R$ 4,83, às 13h09 em um início de pregão marcado pela volatilidade para a moeda americana, com um sentimento global de aversão ao risco.

Também no noticiário interno, nas primeiras horas da manhã, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que é considerado a prévia oficial da inflação, e, em maio, o indicador avançou 0,59% - uma desaceleração em relação a abril, mas, ainda assim, o maior valor registrado para o mês de maio desde 2016.

O dia na Bolsa

Maiores altas da Bolsa

EmpresaCódigoVariação
3R PetroleumRRRP3+2,84%
PetroRioPRIO3+2,64%
EquatorialEQTL3+1,93%
EnevaENEV3+1,80%
CarrefourCRFB3+1,80%
Fonte: B3 | Dados atualizados às 13h10

Maiores baixas da Bolsa

EmpresaCódigoVariação
CVC CVCB3-5,39%
PositivoPOSI3-5,28%
EmbraerEMBR3-5,07%
AzulAZUL4-4,51%
PetzPETZ3-4,23%
Fonte: B3 | Dados atualizados às 13h10

Mercados internacionais

O viés do mercado global nesta terça é principalmente negativo, com os investidores receosos com a inflação espalhada pelo mundo e as expectativas de elevação nas taxas de juros de países desenvolvidos, como nos Estados Unidos e Europa, levando a uma perspectiva de recessão econômica.

De acordo com analistas do BTG Pactual, "o catalisador desta terça-feira vem do Snap, empresa dona da rede social Snapchat, com queda de 30% nas ações após o CEO, Evan Speigel, alertar que a companhia não atingirá metas de receita e lucros, além de reduzir contratações em meio à rápida deterioração do cenário macroeconômico. O anúncio contamino todo o setor de tecnologia."

Alguns dados da economia europeia, divulgados durante a manhã, também contribuem para o sentimento de aversão ao risco. Na zona do euro, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 55,8 em abril para 54,9 em maio, segundo dados preliminares divulgados nesta terça-feira pela S&P Global.

Na Ásia, as bolsas fecharam em baixa à medida que restrições mais duras contra a covid-19 em Pequim, a capital chinesa, realimentaram preocupações com a desaceleração da segunda maior economia do mundo. A vice-premiê chinesa, Sun Chunlan, pediu iniciativas mais abrangentes para conter a transmissão da doença, que teve um novo aumento de casos, durante visita de inspeção à cidade.

Com os temores sobre a pandemia de volta à tona, ficou em segundo plano uma declaração do presidente dos EUA, Joe Biden, que ontem disse que em breve discutirá com a Secretária do Tesouro do país, Janet Yellen, a possibilidade de retirar algumas das tarifas impostas a produtos chineses durante o governo Trump.

Desempenho das bolsas americanas

  • Dow Jones: baixa de 0,63%
  • S&P 500: baixa de 1,42%
  • Nasdaq 100: baixa de 2,41%

Dados atualizados às 13h14

Desempenhos das bolsas europeias

  • Stoxx 600 (Europa): baixa de 1,09%
  • FTSE 100 (Inglaterra): baixa de 0,39%
  • DAX (Alemanha): baixa de 1,80%
  • CAC 40 (França): baixa de 1,66%

Dados atualizados às 13h14

Fechamento das bolsas asiáticas

  • Xangai Composto (China): baixa de 2,41%
  • Shenzhen Composto (China): baixa de 3,62%
  • Nikkei (Japão): baixa de 0,94%
  • Hang Seng (Hong Kong): baixa de 1,75%
  • Kospi (Coréia do Sul): baixa de 1,57%
  • Taiex (Taiwan): baixa de 1,19%

Com Agência Estado

Sobre o autor
Bruna Miato
Repórter na Mais Retorno